×
×
UFFS 2019

UFFS 2016

Contador

Questão 1

UFFS 2016 - AOCP - Contador
1
Daniel Martins de Barros
 
A depressão caminha para se tornar uma das
 
principais doenças da humanidade. Segundo
 
a Organização Mundial da Saúde ela afeta 350
5
milhões de pessoas, e daqui quatro anos se tornará
 
a principal causa de incapacidade no mundo. Parte
 
desse aumento se deve ao melhor esclarecimento
 
das pessoas e à maior taxa de diagnósticos, mas
 
não é só isso. O suicídio também aumenta mundo
10
afora, indicando que há crescimento real no
 
número de casos. A pergunta principal é: por quê?
 
Como todos os transtornos mentais, a depressão
 
não tem uma causa só, bem definida. Sua origem é
 
“multifatorial”, ou seja, múltiplos fatores contribuem
15
para que ela surja. E um dos personagens mais
 
cotados para vilão principal no aumento dos casos
 
é o estresse. Ele não é um problema exclusivo do
 
nosso tempo, sempre existiu, mas hoje em dia,
 
onde quer que procuremos, vamos achar fontes
20
de estresse. Seja vinda do trabalho onde se exige
 
sempre mais; seja do meio cultural, com o fluxo de
 
informação ininterrupto sobrecarregando nossos
 
cérebros; do ambiente doméstico, com relações e
 
papeis sendo redefinidos, gerando insegurança; ou
25
mesmo do simples fato de o mundo passar por uma
 
urbanização crescente, levando para mais gente o
 
bônus, mas também o ônus de se viver em cidades.
 
Uma das maneiras de o estresse levar à depressão
 
é por estimular a resposta inflamatória geral do
30
nosso organismo, desgastando-o lentamente.
 
O pior é que esse estresse todo pode não só estar
 
causando, mas também perpetuando a depressão.
 
Um estudo acaba de ser publicado investigando
 
porque os antidepressivos funcionam, mas
35
não para todo mundo. Sabendo desse papel da
 
resposta inflamatória na origem da depressão os
 
cientistas estressaram um grupo de ratos, levando-
 
os a ter alterações comportamentais semelhantes
 
às que ocorrem nos deprimidos. Passaram então
40
a tratá-los com placebo ou com o antidepressivo
 
fluoxetina, mantendo metade no ambiente
 
estressante original e metade num ambiente
 
tranquilo. Resultado? Não só o comportamento
 
desses últimos melhorou mais do que nos outros,
45
como também os parâmetros biológicos de
 
atividade inflamatória diminuíram, enquanto nos
 
pobres ratos estressados a inflamação aumentou.
 
Os pesquisadores concluíram algo difícil de
 
discordar: não adianta muito tomar remédio se
50
nós não atuarmos também no ambiente. O que
 
faz todo sentido: se a origem da depressão não
 
é só química, apenas medicamentos dificilmente
 
bastarão para curá-la.
 
E como se combate o estresse se ele vem
55
de todos os lados? Pode ser difícil, mas não é
 
impossível. Cuidando bem do sono, por exemplo:
 
a maioria das pessoas que dorme menos do que
 
gostaria tem falta de sono por sua própria culpa,
 
por ficar na TV ou celular por mais tempo do que
60
deveria. E o sedentarismo, então? Não é preciso
 
ter dinheiro para personal trainer: meia hora de
 
caminhada na rua, dia sim, dia não, já combate
 
os sintomas do estresse. Isso para não falar de
 
alimentação – dietas ricas em carboidratos simples
65
(açúcar e farinha) contribuem para também ativar o
 
estado inflamatório do organismo, enquanto dietas
 
saudáveis fazem o oposto.
 
Talvez você não possa mudar de chefe, de
 
cidade ou de família. Mas com certeza poderia
70
mudar de vida. Só que, como sempre digo, tomar
 
remédio é fácil. O difícil é tomar rumo.
Texto adaptado de: http://vida-estilo.estadao.com.br/blogs/daniel-mar- tins-de-barros/tomar-remedio-e-facil-dificil-e-tomar-rumo/ 4 Contador
A partir da leitura integral do texto “Tomar remédio é fácil; difícil é tomar rumo”, assinale a alternativa correta.

Questão 2

UFFS 2016 - AOCP - Contador
1
Daniel Martins de Barros
 
A depressão caminha para se tornar uma das
 
principais doenças da humanidade. Segundo
 
a Organização Mundial da Saúde ela afeta 350
5
milhões de pessoas, e daqui quatro anos se tornará
 
a principal causa de incapacidade no mundo. Parte
 
desse aumento se deve ao melhor esclarecimento
 
das pessoas e à maior taxa de diagnósticos, mas
 
não é só isso. O suicídio também aumenta mundo
10
afora, indicando que há crescimento real no
 
número de casos. A pergunta principal é: por quê?
 
Como todos os transtornos mentais, a depressão
 
não tem uma causa só, bem definida. Sua origem é
 
“multifatorial”, ou seja, múltiplos fatores contribuem
15
para que ela surja. E um dos personagens mais
 
cotados para vilão principal no aumento dos casos
 
é o estresse. Ele não é um problema exclusivo do
 
nosso tempo, sempre existiu, mas hoje em dia,
 
onde quer que procuremos, vamos achar fontes
20
de estresse. Seja vinda do trabalho onde se exige
 
sempre mais; seja do meio cultural, com o fluxo de
 
informação ininterrupto sobrecarregando nossos
 
cérebros; do ambiente doméstico, com relações e
 
papeis sendo redefinidos, gerando insegurança; ou
25
mesmo do simples fato de o mundo passar por uma
 
urbanização crescente, levando para mais gente o
 
bônus, mas também o ônus de se viver em cidades.
 
Uma das maneiras de o estresse levar à depressão
 
é por estimular a resposta inflamatória geral do
30
nosso organismo, desgastando-o lentamente.
 
O pior é que esse estresse todo pode não só estar
 
causando, mas também perpetuando a depressão.
 
Um estudo acaba de ser publicado investigando
 
porque os antidepressivos funcionam, mas
35
não para todo mundo. Sabendo desse papel da
 
resposta inflamatória na origem da depressão os
 
cientistas estressaram um grupo de ratos, levando-
 
os a ter alterações comportamentais semelhantes
 
às que ocorrem nos deprimidos. Passaram então
40
a tratá-los com placebo ou com o antidepressivo
 
fluoxetina, mantendo metade no ambiente
 
estressante original e metade num ambiente
 
tranquilo. Resultado? Não só o comportamento
 
desses últimos melhorou mais do que nos outros,
45
como também os parâmetros biológicos de
 
atividade inflamatória diminuíram, enquanto nos
 
pobres ratos estressados a inflamação aumentou.
 
Os pesquisadores concluíram algo difícil de
 
discordar: não adianta muito tomar remédio se
50
nós não atuarmos também no ambiente. O que
 
faz todo sentido: se a origem da depressão não
 
é só química, apenas medicamentos dificilmente
 
bastarão para curá-la.
 
E como se combate o estresse se ele vem
55
de todos os lados? Pode ser difícil, mas não é
 
impossível. Cuidando bem do sono, por exemplo:
 
a maioria das pessoas que dorme menos do que
 
gostaria tem falta de sono por sua própria culpa,
 
por ficar na TV ou celular por mais tempo do que
60
deveria. E o sedentarismo, então? Não é preciso
 
ter dinheiro para personal trainer: meia hora de
 
caminhada na rua, dia sim, dia não, já combate
 
os sintomas do estresse. Isso para não falar de
 
alimentação – dietas ricas em carboidratos simples
65
(açúcar e farinha) contribuem para também ativar o
 
estado inflamatório do organismo, enquanto dietas
 
saudáveis fazem o oposto.
 
Talvez você não possa mudar de chefe, de
 
cidade ou de família. Mas com certeza poderia
70
mudar de vida. Só que, como sempre digo, tomar
 
remédio é fácil. O difícil é tomar rumo.
Texto adaptado de: http://vida-estilo.estadao.com.br/blogs/daniel-mar- tins-de-barros/tomar-remedio-e-facil-dificil-e-tomar-rumo/ 4 Contador
Em relação ao conteúdo elaborado no texto, sobre a expressão “tomar rumo”, evidenciada tanto no título quanto no último parágrafo em oposição a “tomar remédio”, é correto afirmar que

Questão 3

UFFS 2016 - AOCP - Contador
1
Daniel Martins de Barros
 
A depressão caminha para se tornar uma das
 
principais doenças da humanidade. Segundo
 
a Organização Mundial da Saúde ela afeta 350
5
milhões de pessoas, e daqui quatro anos se tornará
 
a principal causa de incapacidade no mundo. Parte
 
desse aumento se deve ao melhor esclarecimento
 
das pessoas e à maior taxa de diagnósticos, mas
 
não é só isso. O suicídio também aumenta mundo
10
afora, indicando que há crescimento real no
 
número de casos. A pergunta principal é: por quê?
 
Como todos os transtornos mentais, a depressão
 
não tem uma causa só, bem definida. Sua origem é
 
“multifatorial”, ou seja, múltiplos fatores contribuem
15
para que ela surja. E um dos personagens mais
 
cotados para vilão principal no aumento dos casos
 
é o estresse. Ele não é um problema exclusivo do
 
nosso tempo, sempre existiu, mas hoje em dia,
 
onde quer que procuremos, vamos achar fontes
20
de estresse. Seja vinda do trabalho onde se exige
 
sempre mais; seja do meio cultural, com o fluxo de
 
informação ininterrupto sobrecarregando nossos
 
cérebros; do ambiente doméstico, com relações e
 
papeis sendo redefinidos, gerando insegurança; ou
25
mesmo do simples fato de o mundo passar por uma
 
urbanização crescente, levando para mais gente o
 
bônus, mas também o ônus de se viver em cidades.
 
Uma das maneiras de o estresse levar à depressão
 
é por estimular a resposta inflamatória geral do
30
nosso organismo, desgastando-o lentamente.
 
O pior é que esse estresse todo pode não só estar
 
causando, mas também perpetuando a depressão.
 
Um estudo acaba de ser publicado investigando
 
porque os antidepressivos funcionam, mas
35
não para todo mundo. Sabendo desse papel da
 
resposta inflamatória na origem da depressão os
 
cientistas estressaram um grupo de ratos, levando-
 
os a ter alterações comportamentais semelhantes
 
às que ocorrem nos deprimidos. Passaram então
40
a tratá-los com placebo ou com o antidepressivo
 
fluoxetina, mantendo metade no ambiente
 
estressante original e metade num ambiente
 
tranquilo. Resultado? Não só o comportamento
 
desses últimos melhorou mais do que nos outros,
45
como também os parâmetros biológicos de
 
atividade inflamatória diminuíram, enquanto nos
 
pobres ratos estressados a inflamação aumentou.
 
Os pesquisadores concluíram algo difícil de
 
discordar: não adianta muito tomar remédio se
50
nós não atuarmos também no ambiente. O que
 
faz todo sentido: se a origem da depressão não
 
é só química, apenas medicamentos dificilmente
 
bastarão para curá-la.
 
E como se combate o estresse se ele vem
55
de todos os lados? Pode ser difícil, mas não é
 
impossível. Cuidando bem do sono, por exemplo:
 
a maioria das pessoas que dorme menos do que
 
gostaria tem falta de sono por sua própria culpa,
 
por ficar na TV ou celular por mais tempo do que
60
deveria. E o sedentarismo, então? Não é preciso
 
ter dinheiro para personal trainer: meia hora de
 
caminhada na rua, dia sim, dia não, já combate
 
os sintomas do estresse. Isso para não falar de
 
alimentação – dietas ricas em carboidratos simples
65
(açúcar e farinha) contribuem para também ativar o
 
estado inflamatório do organismo, enquanto dietas
 
saudáveis fazem o oposto.
 
Talvez você não possa mudar de chefe, de
 
cidade ou de família. Mas com certeza poderia
70
mudar de vida. Só que, como sempre digo, tomar
 
remédio é fácil. O difícil é tomar rumo.
Texto adaptado de: http://vida-estilo.estadao.com.br/blogs/daniel-mar- tins-de-barros/tomar-remedio-e-facil-dificil-e-tomar-rumo/ 4 Contador
Em relação às palavras: “suicídio”, “também”, “número”, “crescimento” e “ininterrupto”, que foram retiradas do texto, e considerando as regras de acentuação e as regras de divisão silábica das palavras da língua portuguesa, assinale a alternativa correta.

Questão 4

UFFS 2016 - AOCP - Contador
1
Daniel Martins de Barros
 
A depressão caminha para se tornar uma das
 
principais doenças da humanidade. Segundo
 
a Organização Mundial da Saúde ela afeta 350
5
milhões de pessoas, e daqui quatro anos se tornará
 
a principal causa de incapacidade no mundo. Parte
 
desse aumento se deve ao melhor esclarecimento
 
das pessoas e à maior taxa de diagnósticos, mas
 
não é só isso. O suicídio também aumenta mundo
10
afora, indicando que há crescimento real no
 
número de casos. A pergunta principal é: por quê?
 
Como todos os transtornos mentais, a depressão
 
não tem uma causa só, bem definida. Sua origem é
 
“multifatorial”, ou seja, múltiplos fatores contribuem
15
para que ela surja. E um dos personagens mais
 
cotados para vilão principal no aumento dos casos
 
é o estresse. Ele não é um problema exclusivo do
 
nosso tempo, sempre existiu, mas hoje em dia,
 
onde quer que procuremos, vamos achar fontes
20
de estresse. Seja vinda do trabalho onde se exige
 
sempre mais; seja do meio cultural, com o fluxo de
 
informação ininterrupto sobrecarregando nossos
 
cérebros; do ambiente doméstico, com relações e
 
papeis sendo redefinidos, gerando insegurança; ou
25
mesmo do simples fato de o mundo passar por uma
 
urbanização crescente, levando para mais gente o
 
bônus, mas também o ônus de se viver em cidades.
 
Uma das maneiras de o estresse levar à depressão
 
é por estimular a resposta inflamatória geral do
30
nosso organismo, desgastando-o lentamente.
 
O pior é que esse estresse todo pode não só estar
 
causando, mas também perpetuando a depressão.
 
Um estudo acaba de ser publicado investigando
 
porque os antidepressivos funcionam, mas
35
não para todo mundo. Sabendo desse papel da
 
resposta inflamatória na origem da depressão os
 
cientistas estressaram um grupo de ratos, levando-
 
os a ter alterações comportamentais semelhantes
 
às que ocorrem nos deprimidos. Passaram então
40
a tratá-los com placebo ou com o antidepressivo
 
fluoxetina, mantendo metade no ambiente
 
estressante original e metade num ambiente
 
tranquilo. Resultado? Não só o comportamento
 
desses últimos melhorou mais do que nos outros,
45
como também os parâmetros biológicos de
 
atividade inflamatória diminuíram, enquanto nos
 
pobres ratos estressados a inflamação aumentou.
 
Os pesquisadores concluíram algo difícil de
 
discordar: não adianta muito tomar remédio se
50
nós não atuarmos também no ambiente. O que
 
faz todo sentido: se a origem da depressão não
 
é só química, apenas medicamentos dificilmente
 
bastarão para curá-la.
 
E como se combate o estresse se ele vem
55
de todos os lados? Pode ser difícil, mas não é
 
impossível. Cuidando bem do sono, por exemplo:
 
a maioria das pessoas que dorme menos do que
 
gostaria tem falta de sono por sua própria culpa,
 
por ficar na TV ou celular por mais tempo do que
60
deveria. E o sedentarismo, então? Não é preciso
 
ter dinheiro para personal trainer: meia hora de
 
caminhada na rua, dia sim, dia não, já combate
 
os sintomas do estresse. Isso para não falar de
 
alimentação – dietas ricas em carboidratos simples
65
(açúcar e farinha) contribuem para também ativar o
 
estado inflamatório do organismo, enquanto dietas
 
saudáveis fazem o oposto.
 
Talvez você não possa mudar de chefe, de
 
cidade ou de família. Mas com certeza poderia
70
mudar de vida. Só que, como sempre digo, tomar
 
remédio é fácil. O difícil é tomar rumo.
Texto adaptado de: http://vida-estilo.estadao.com.br/blogs/daniel-mar- tins-de-barros/tomar-remedio-e-facil-dificil-e-tomar-rumo/ 4 Contador
Sobre o excerto “Não só o comportamento desses últimos melhorou mais do que o dos outros, como também os parâmetros biológicos de atividade inflamatória diminuíram, enquanto nos pobres ratos estressados a inflamação aumentou”, é correto afirmar que

Questão 5

UFFS 2016 - AOCP - Contador
1
Daniel Martins de Barros
 
A depressão caminha para se tornar uma das
 
principais doenças da humanidade. Segundo
 
a Organização Mundial da Saúde ela afeta 350
5
milhões de pessoas, e daqui quatro anos se tornará
 
a principal causa de incapacidade no mundo. Parte
 
desse aumento se deve ao melhor esclarecimento
 
das pessoas e à maior taxa de diagnósticos, mas
 
não é só isso. O suicídio também aumenta mundo
10
afora, indicando que há crescimento real no
 
número de casos. A pergunta principal é: por quê?
 
Como todos os transtornos mentais, a depressão
 
não tem uma causa só, bem definida. Sua origem é
 
“multifatorial”, ou seja, múltiplos fatores contribuem
15
para que ela surja. E um dos personagens mais
 
cotados para vilão principal no aumento dos casos
 
é o estresse. Ele não é um problema exclusivo do
 
nosso tempo, sempre existiu, mas hoje em dia,
 
onde quer que procuremos, vamos achar fontes
20
de estresse. Seja vinda do trabalho onde se exige
 
sempre mais; seja do meio cultural, com o fluxo de
 
informação ininterrupto sobrecarregando nossos
 
cérebros; do ambiente doméstico, com relações e
 
papeis sendo redefinidos, gerando insegurança; ou
25
mesmo do simples fato de o mundo passar por uma
 
urbanização crescente, levando para mais gente o
 
bônus, mas também o ônus de se viver em cidades.
 
Uma das maneiras de o estresse levar à depressão
 
é por estimular a resposta inflamatória geral do
30
nosso organismo, desgastando-o lentamente.
 
O pior é que esse estresse todo pode não só estar
 
causando, mas também perpetuando a depressão.
 
Um estudo acaba de ser publicado investigando
 
porque os antidepressivos funcionam, mas
35
não para todo mundo. Sabendo desse papel da
 
resposta inflamatória na origem da depressão os
 
cientistas estressaram um grupo de ratos, levando-
 
os a ter alterações comportamentais semelhantes
 
às que ocorrem nos deprimidos. Passaram então
40
a tratá-los com placebo ou com o antidepressivo
 
fluoxetina, mantendo metade no ambiente
 
estressante original e metade num ambiente
 
tranquilo. Resultado? Não só o comportamento
 
desses últimos melhorou mais do que nos outros,
45
como também os parâmetros biológicos de
 
atividade inflamatória diminuíram, enquanto nos
 
pobres ratos estressados a inflamação aumentou.
 
Os pesquisadores concluíram algo difícil de
 
discordar: não adianta muito tomar remédio se
50
nós não atuarmos também no ambiente. O que
 
faz todo sentido: se a origem da depressão não
 
é só química, apenas medicamentos dificilmente
 
bastarão para curá-la.
 
E como se combate o estresse se ele vem
55
de todos os lados? Pode ser difícil, mas não é
 
impossível. Cuidando bem do sono, por exemplo:
 
a maioria das pessoas que dorme menos do que
 
gostaria tem falta de sono por sua própria culpa,
 
por ficar na TV ou celular por mais tempo do que
60
deveria. E o sedentarismo, então? Não é preciso
 
ter dinheiro para personal trainer: meia hora de
 
caminhada na rua, dia sim, dia não, já combate
 
os sintomas do estresse. Isso para não falar de
 
alimentação – dietas ricas em carboidratos simples
65
(açúcar e farinha) contribuem para também ativar o
 
estado inflamatório do organismo, enquanto dietas
 
saudáveis fazem o oposto.
 
Talvez você não possa mudar de chefe, de
 
cidade ou de família. Mas com certeza poderia
70
mudar de vida. Só que, como sempre digo, tomar
 
remédio é fácil. O difícil é tomar rumo.
Texto adaptado de: http://vida-estilo.estadao.com.br/blogs/daniel-mar- tins-de-barros/tomar-remedio-e-facil-dificil-e-tomar-rumo/ 4 Contador
Em relação às afirmações a seguir, assinale a alternativa correta.

Questão 6

UFFS 2016 - AOCP - Contador
Uma determinada quantia foi dividida entre três pessoas de maneira inversamente proporcional a suas idades que são 20, 30 e 36 anos. Se a pessoa mais velha recebeu um total de R$ 50.000,00, qual foi a quantia que a mais nova recebeu?

Questão 7

UFFS 2016 - AOCP - Contador
O dobro de um número somado com sua terça parte resulta em 49. Qual é esse número?

Questão 8

UFFS 2016 - AOCP - Contador
Lucas fez uma compra no total de R$ 2.540,00 e pagou, no ato, o valor de R$ 1.143,00. Nesse caso, qual foi a porcentagem que Lucas pagou?

Questão 9

UFFS 2016 - AOCP - Contador
Qual é o capital que rende juros de R$ 6.750,00 durante 5 meses à taxa de juros simples de 3% ao mês?

Questão 10

UFFS 2016 - AOCP - Contador
Durante uma tempestade, acabou a energia da casa de Luciana, então ela acendeu uma vela com altura de 84 decímetros. Se essa vela diminuir 10 milímetros por minuto, quantas horas irá levar para ela se consumir completamente?

Questão 11

UFFS 2016 - AOCP - Contador
Acerca dos conhecimentos básicos sobre Hardware, o termo “Onboard” é utilizado para indicar

Questão 12

UFFS 2016 - AOCP - Contador
Considerando o Microsoft PowerPoint 2007, versão em português, em sua instalação padrão, o botão que está disponível no menu Revisão, exerce a função

Questão 13

UFFS 2016 - AOCP - Contador
Considerando o Microsoft Word 2007, versão Professional em português, em sua instalação padrão, a funcionalidade representada na imagem a seguir permite

Questão 14

UFFS 2016 - AOCP - Contador
Considerando o Microsoft Excel 2007, versão Professional em português, em sua instalação padrão, assinale a alternativa que apresenta a fórmula que, ao ser executada, terá o algarismo 5 como resultado.

Questão 15

UFFS 2016 - AOCP - Contador
Considerando o navegador Google Chrome, versão 52 em português, instalado no Sistema Operacional Windows 7, a Tecla de Atalho Shift + Esc possibilita o acesso ao recurso representado na imagem a seguir, denominado
Obs.: O caractere “+” foi utilizado apenas para a interpretação da questão.

Questão 16

UFFS 2016 - AOCP - Contador
O Brasil já teve um período no qual foi governado por militares mediante uma intervenção. Assinale a alternativa correta com o nome do presidente deposto e a duração desse período.

Questão 17

UFFS 2016 - AOCP - Contador
O Sistema Financeiro Nacional (SFN) do Brasil é formado por um conjunto de instituições, financeiras ou não, voltadas para a gestão da política monetária do governo federal. O Banco Central do Brasil propõe uma subdivisão do Sistema Financeiro Nacional em 3 níveis, órgãos normativos, entidades supervisoras e operadores. Assinale a alternativa que apresenta apenas órgãos normativos do SFN.

Questão 18

UFFS 2016 - AOCP - Contador
Segundo o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva, foram registradas 189.454 mortes por câncer em 2013. Para 2016, estima-se a ocorrência de mais de 596 mil casos da doença. Em 2015 e 2016, houve uma grande comoção no Brasil para a liberação de um tratamento desenvolvido a partir dos estudos de um professor aposentado do Instituto de Química de São Carlos (IQSC). Assinale a alternativa que apresenta o nome desse professor e a droga utilizada nesse tratamento.

Questão 19

UFFS 2016 - AOCP - Contador
O aumento do preço da energia elétrica para o consumidor final no Brasil incentivou o consumo mais consciente e o aumento de pesquisas por novas fontes de energia. Assinale a alternativa que apresenta apenas empresas/órgãos que regulem ou estejam envolvidos com a produção e distribuição de energia elétrica no Brasil.

Questão 20

UFFS 2016 - AOCP - Contador
O filme brasileiro Aquarius ganhou repercussão mundial quando parte de seu elenco fez um protesto no Festival de Cannes 2016. Assinale a alternativa que apresenta o único filme brasileiro que ganhou a Palma de Ouro, prêmio principal no Festival de Cannes.

Questão 21

UFFS 2016 - AOCP - Contador
Segundo a Lei 8.429/1993, atos de improbidade são aqueles praticados por qualquer agente público, servidor ou não, contra a administração direta, indireta ou fundacional de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal, dos Municípios, de Território, entre outras entidades. Nesse sentido, constitui ato de improbidade que acarreta enriquecimento ilícito

Questão 22

UFFS 2016 - AOCP - Contador
Segundo o que dispõe a Lei 8.666/1993, a modalidade de licitação realizada entre interessados devidamente cadastrados ou que atenderem a todas as condições exigidas para cadastramento até o terceiro dia anterior à data do recebimento das propostas, observada a necessária qualificação, denomina-se

Questão 23

UFFS 2016 - AOCP - Contador
Em relação ao que dispõe o Código de Ética dos Servidores (Decreto 1.171/1994), assinale a alternativa correta.

Questão 24

UFFS 2016 - AOCP - Contador

» Essa questão pode ter algum problema e está sendo revisada. Em breve estará corrigida.
De acordo com o texto constitucional, no que se refere a servidor público da administração direta, autárquica e fundacional, quando no exercício de mandato eletivo, assinale a alternativa correta.

Questão 25

UFFS 2016 - AOCP - Contador
De acordo com o que estabelece a Lei 8.112/1990, a forma de provimento de cargo público que consiste na reinvestidura do servidor estável no cargo anteriormente ocupado, ou no cargo resultante de sua transformação, quando invalidada a sua demissão por decisão administrativa ou judicial, com ressarcimento de todas as vantagens, denomina-se

Questão 26

UFFS 2016 - AOCP - Contador
O que a Lei de Orçamentos compreenderá?

Questão 27

UFFS 2016 - AOCP - Contador
O que as leis de iniciativa do poder executivo estabelecerão?

Questão 28

UFFS 2016 - AOCP - Contador
Qual princípio da contabilidade reconhece como objeto da contabilidade o patrimônio?

Questão 29

UFFS 2016 - AOCP - Contador

» Essa questão pode ter algum problema e está sendo revisada. Em breve estará corrigida.
Classificam-se como despesas de custeio as dotações para manutenção de serviços anteriormente criados, inclusive as destinadas a atender a obras de conservação e adaptação de bens imóveis. Assinale a alternativa que corresponde a categoria econômica na qual a despesa de custeio se enquadra.

Questão 30

UFFS 2016 - AOCP - Contador

» Essa questão pode ter algum problema e está sendo revisada. Em breve estará corrigida.
Assinale a alternativa correta de acordo com a contabilidade pública.

Questão 31

UFFS 2016 - AOCP - Contador

» Essa questão pode ter algum problema e está sendo revisada. Em breve estará corrigida.
Como são classificados os créditos adicionais?

Questão 32

UFFS 2016 - AOCP - Contador

» Essa questão pode ter algum problema e está sendo revisada. Em breve estará corrigida.
O que corresponde ao aumento da situação líquida do patrimônio financeiro da instituição?

Questão 33

UFFS 2016 - AOCP - Contador

» Essa questão pode ter algum problema e está sendo revisada. Em breve estará corrigida.
Por qual método será efetuada a escrituração sintética das operações financeiras e patrimoniais na contabilidade pública?

Questão 34

UFFS 2016 - AOCP - Contador
Assinale a alternativa que apresenta uma convenção contábil.

Questão 35

UFFS 2016 - AOCP - Contador
Preencha as lacunas e assinale a alternativa correta. Todas as _______________ e _______________constarão da Lei de Orçamento pelos _______________, sendo vedadas quaisquer deduções.

Questão 36

UFFS 2016 - AOCP - Contador
O que compreenderá a lei orçamentária anual?

Questão 37

UFFS 2016 - AOCP - Contador

» Esta questão foi anulada pela banca.
A aquisição de material, o fornecimento e a adjudicação de obras e serviços serão regulados em lei, respeitando qual princípio?

Questão 38

UFFS 2016 - AOCP - Contador
A contabilidade pública utiliza contas estruturadas em quatro sistemas. Assinale a alternativa que apresenta um desses sistemas corretamente.

Questão 39

UFFS 2016 - AOCP - Contador
Qual é o tipo de receita que se trata dos ingressos de recursos que formam precedidos de registro de reconhecimento do direito, não alterando assim a situação líquida patrimonial?

Questão 40

UFFS 2016 - AOCP - Contador
Qual das alternativas a seguir destina o seu produto ao custeio de atividades gerais ou específicas exercidas por entidades de direito público?

Questão 41

UFFS 2016 - AOCP - Contador
Todo investimento que ultrapassar um exercício financeiro (mais de um ano) deverá constar

Questão 42

UFFS 2016 - AOCP - Contador
Assinale a alternativa que apresenta um tipo de licitação.

Questão 43

UFFS 2016 - AOCP - Contador
Em quais modalidades de licitação o instrumento de contrato é obrigatório, bem como nas dispensas e inexigibilidades cujos preços estejam compreendidos nos limites dessas duas modalidades de licitação, e facultativo nos demais em que a Administração puder substituí-lo por outros instrumentos hábeis, tais como cartacontrato, nota de empenho de despesa, autorização de compra ou ordem de execução de serviço?

Questão 44

UFFS 2016 - AOCP - Contador
O que estabelece, de forma regionalizada, as diretrizes, os objetivos e as metas da administração pública federal para as despesas de capital e outras delas decorrentes e para aquelas relativas aos programas de duração continuada?

Questão 45

UFFS 2016 - AOCP - Contador
Qual das alternativas a seguir pode ser classificada como despesas de capital?

Questão 46

UFFS 2016 - AOCP - Contador
Qual princípio contábil refere-se, simultaneamente, à tempestividade e à integridade do registro do patrimônio e das suas mutações, determinando que este seja feito de imediato e com a extensão correta?

Questão 47

UFFS 2016 - AOCP - Contador
Qual das alternativas a seguir é a modalidade de licitação entre quaisquer interessados para escolha de trabalho técnico, científico ou artístico, mediante a instituição de prêmios ou remuneração aos vencedores, conforme critérios constantes de edital publicado na imprensa oficial?

Questão 48

UFFS 2016 - AOCP - Contador
Qual das alternativas a seguir é uma modalidade de garantia dos contratos administrativos?

Questão 49

UFFS 2016 - AOCP - Contador
Preencha as lacunas e assinale a alternativa correta.

A _______________ apresenta o tipo de receita que não integra o orçamento público, altera a composição do _______________, sem modificar _______________ da organização.

Questão 50

UFFS 2016 - AOCP - Contador
O que compreenderá as metas e prioridades da administração pública federal, incluindo as despesas de capital para o exercício financeiro subsequente, orientará a elaboração da lei orçamentária anual, disporá sobre as alterações na legislação tributária e estabelecerá a política de aplicação das agências financeiras oficiais de fomento?



Provas de Concursos » Aocp 2016