×
Analista Administrativo de Procuradoria - Especialidade: Gestão Pública Analista Administrativo de Procuradoria - Especialidade: Recursos Humanos Analista Administrativo de Procuradoria - Especialidade: Calculista Assistente de Procuradoria Analista Administrativo de Procuradoria - Engenharia
×

PGE/PE 2019

Analista Judiciário de Procuradoria

Questão 1

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
O modelo econômico de produção capitalista,
 
aperfeiçoado pelos avanços científicos e tecnológicos que, por
 
sua vez, proporcionaram a reestruturação da produção e a
 
Terceira Revolução Industrial, retirou do trabalho seu valor,
5
transformando o empregado em simples mercadoria inserta no
 
processo de produção. Nesse contexto, o trabalhador se vê
 
tolhido da principal manifestação de sua humanidade e
 
dignidade: o trabalho. A luta dos trabalhadores, portanto, não
 
é mais apenas por condições melhores de subsistência, mas
10
pela própria dignidade do ser humano.
 
Em face desse cenário, a opinião pública passa a
 
questionar o papel do Estado e das instituições dominantes, no
 
sentido de buscar um consenso sobre as consequências sociais
 
da atividade econômica. A sociedade requer das organizações
15
uma nova configuração da atividade econômica, pautada na
 
ética e na responsabilidade para com a sociedade e o meio
 
ambiente, a fim de minimizar problemas sociais como
 
concentração de renda, precarização das relações de trabalho
 
e falta de direitos básicos como educação, saúde e moradia,
20
agravados, entre outros motivos, por propostas que concebem
 
um Estado que seja parco em prestações sociais e no qual a
 
própria sociedade se responsabilize pelos riscos de sua
 
existência, só recorrendo ao Poder Público subsidiariamente,
 
na impossibilidade de autossatisfação de suas necessidades.
Samia Moda Cirino. Sustentabilidade no meio ambiente de trabalho: um novo paradigma para a valorização do trabalho humano. Internet: <www.publicadireito.com.br> (com adaptações).
Com relação às ideias e aos aspectos linguísticos do texto apresentado, julgue os itens que se seguem.
Depreende-se do texto que a reestruturação da produção industrial e a supressão do valor laboral representam, para a sociedade, consequências negativas da adoção do modelo econômico de produção capitalista.
Questão 2

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
Raras vezes na história humana, o trabalho, a riqueza,
 
o poder e o saber mudaram simultaneamente. Quando isso
 
ocorre, sobrevêm verdadeiras descontinuidades que marcam
 
época, pedras miliares no caminho da humanidade. A invenção
5
das técnicas para controlar o fogo, o início da agricultura e do
 
pastoreio na Mesopotâmia, a organização da democracia na
 
Grécia, as grandes descobertas científicas e geográficas entre
 
os séculos XII e XVI, o advento da sociedade industrial no
 
século XIX, tudo isso representa saltos de época, que
10
desorientaram gerações inteiras.
 
Se observarmos bem, essas ondas longas da história,
 
como as chamava Braudel, tornaram-se cada vez mais curtas.
 
Acabamos de nos recuperar da ultrapassagem da agricultura
 
pela indústria, ocorrida no século XX, e, em menos de um
15
século, um novo salto de época nos tomou de surpresa,
 
lançando-nos na confusão. Dessa vez o salto coincidiu com a
 
rápida passagem de uma sociedade de tipo industrial dominada
 
pelos proprietários das fábricas manufatureiras para uma
 
sociedade de tipo pós-industrial dominada pelos proprietários
20
dos meios de informação.
 
O fórceps com o qual a recém-nascida sociedade
 
pós-industrial foi extraída do ventre da sociedade industrial
 
anterior é representado pelo progresso científico e tecnológico,
 
pela globalização, pelas guerras mundiais, pelas revoluções
25
proletárias, pelo ensino universal e pelos meios de
 
comunicação de massa. Agindo simultaneamente, esses
 
fenômenos produziram uma avalanche ciclópica — talvez a
 
mais irresistível de toda a história humana — na qual nós,
 
contemporâneos, temos o privilégio e a desventura de estar
30
envolvidos em primeira pessoa.
 
Ninguém poderia ficar impassível diante de uma
 
mudança dessa envergadura. Por isso a sensação mais
 
difundida é a desorientação.
 
A nossa desorientação afeta as esferas econômica,
35
familiar, política, sexual, cultural... É um sintoma de
 
crescimento, mas é também um indício de um perigo, porque
 
quem está desorientado sente-se em crise, e quem se sente em
 
crise deixa de projetar o próprio futuro. Se deixarmos de
 
projetar nosso futuro, alguém o projetará para nós, não em
40
função de nossos interesses, mas do seu próprio proveito.
Domenico de Masi. Alfabeto da sociedade desorientada: para entender o nosso tempo. Trad. Silvana Cobucci e Federico Carotti. São Paulo: Objetiva, 2017, p. 93-4 (com adaptações).
Com relação às ideias do texto CB2A1-I, julgue os itens a seguir.
De acordo com o texto, as sociedades deste século vivenciaram a substituição da agricultura e, a partir disso, passaram a se submeter ao controle dos proprietários de veículos de informação.
Questão 3

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
O modelo econômico de produção capitalista,
 
aperfeiçoado pelos avanços científicos e tecnológicos que, por
 
sua vez, proporcionaram a reestruturação da produção e a
 
Terceira Revolução Industrial, retirou do trabalho seu valor,
5
transformando o empregado em simples mercadoria inserta no
 
processo de produção. Nesse contexto, o trabalhador se vê
 
tolhido da principal manifestação de sua humanidade e
 
dignidade: o trabalho. A luta dos trabalhadores, portanto, não
 
é mais apenas por condições melhores de subsistência, mas
10
pela própria dignidade do ser humano.
 
Em face desse cenário, a opinião pública passa a
 
questionar o papel do Estado e das instituições dominantes, no
 
sentido de buscar um consenso sobre as consequências sociais
 
da atividade econômica. A sociedade requer das organizações
15
uma nova configuração da atividade econômica, pautada na
 
ética e na responsabilidade para com a sociedade e o meio
 
ambiente, a fim de minimizar problemas sociais como
 
concentração de renda, precarização das relações de trabalho
 
e falta de direitos básicos como educação, saúde e moradia,
20
agravados, entre outros motivos, por propostas que concebem
 
um Estado que seja parco em prestações sociais e no qual a
 
própria sociedade se responsabilize pelos riscos de sua
 
existência, só recorrendo ao Poder Público subsidiariamente,
 
na impossibilidade de autossatisfação de suas necessidades.
Samia Moda Cirino. Sustentabilidade no meio ambiente de trabalho: um novo paradigma para a valorização do trabalho humano. Internet: <www.publicadireito.com.br> (com adaptações).
Com relação às ideias e aos aspectos linguísticos do texto apresentado, julgue os itens que se seguem.
Depreende-se do texto que a reestruturação da produção industrial e a supressão do valor laboral representam, para a sociedade, consequências negativas da adoção do modelo econômico de produção capitalista.
Questão 4

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
O modelo econômico de produção capitalista,
 
aperfeiçoado pelos avanços científicos e tecnológicos que, por
 
sua vez, proporcionaram a reestruturação da produção e a
 
Terceira Revolução Industrial, retirou do trabalho seu valor,
5
transformando o empregado em simples mercadoria inserta no
 
processo de produção. Nesse contexto, o trabalhador se vê
 
tolhido da principal manifestação de sua humanidade e
 
dignidade: o trabalho. A luta dos trabalhadores, portanto, não
 
é mais apenas por condições melhores de subsistência, mas
10
pela própria dignidade do ser humano.
 
Em face desse cenário, a opinião pública passa a
 
questionar o papel do Estado e das instituições dominantes, no
 
sentido de buscar um consenso sobre as consequências sociais
 
da atividade econômica. A sociedade requer das organizações
15
uma nova configuração da atividade econômica, pautada na
 
ética e na responsabilidade para com a sociedade e o meio
 
ambiente, a fim de minimizar problemas sociais como
 
concentração de renda, precarização das relações de trabalho
 
e falta de direitos básicos como educação, saúde e moradia,
20
agravados, entre outros motivos, por propostas que concebem
 
um Estado que seja parco em prestações sociais e no qual a
 
própria sociedade se responsabilize pelos riscos de sua
 
existência, só recorrendo ao Poder Público subsidiariamente,
 
na impossibilidade de autossatisfação de suas necessidades.
Samia Moda Cirino. Sustentabilidade no meio ambiente de trabalho: um novo paradigma para a valorização do trabalho humano. Internet: <www.publicadireito.com.br> (com adaptações).
Com relação às ideias e aos aspectos linguísticos do texto apresentado, julgue os itens que se seguem.
Depreende-se do texto que a reestruturação da produção industrial e a supressão do valor laboral representam, para a sociedade, consequências negativas da adoção do modelo econômico de produção capitalista.
Questão 5

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
O modelo econômico de produção capitalista,
 
aperfeiçoado pelos avanços científicos e tecnológicos que, por
 
sua vez, proporcionaram a reestruturação da produção e a
 
Terceira Revolução Industrial, retirou do trabalho seu valor,
5
transformando o empregado em simples mercadoria inserta no
 
processo de produção. Nesse contexto, o trabalhador se vê
 
tolhido da principal manifestação de sua humanidade e
 
dignidade: o trabalho. A luta dos trabalhadores, portanto, não
 
é mais apenas por condições melhores de subsistência, mas
10
pela própria dignidade do ser humano.
 
Em face desse cenário, a opinião pública passa a
 
questionar o papel do Estado e das instituições dominantes, no
 
sentido de buscar um consenso sobre as consequências sociais
 
da atividade econômica. A sociedade requer das organizações
15
uma nova configuração da atividade econômica, pautada na
 
ética e na responsabilidade para com a sociedade e o meio
 
ambiente, a fim de minimizar problemas sociais como
 
concentração de renda, precarização das relações de trabalho
 
e falta de direitos básicos como educação, saúde e moradia,
20
agravados, entre outros motivos, por propostas que concebem
 
um Estado que seja parco em prestações sociais e no qual a
 
própria sociedade se responsabilize pelos riscos de sua
 
existência, só recorrendo ao Poder Público subsidiariamente,
 
na impossibilidade de autossatisfação de suas necessidades.
Samia Moda Cirino. Sustentabilidade no meio ambiente de trabalho: um novo paradigma para a valorização do trabalho humano. Internet: <www.publicadireito.com.br> (com adaptações).
Com relação às ideias e aos aspectos linguísticos do texto apresentado, julgue os itens que se seguem.
A substituição de “no qual” (R.21) por aonde prejudicaria a correção gramatical do texto.
Questão 6

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
O modelo econômico de produção capitalista,
 
aperfeiçoado pelos avanços científicos e tecnológicos que, por
 
sua vez, proporcionaram a reestruturação da produção e a
 
Terceira Revolução Industrial, retirou do trabalho seu valor,
5
transformando o empregado em simples mercadoria inserta no
 
processo de produção. Nesse contexto, o trabalhador se vê
 
tolhido da principal manifestação de sua humanidade e
 
dignidade: o trabalho. A luta dos trabalhadores, portanto, não
 
é mais apenas por condições melhores de subsistência, mas
10
pela própria dignidade do ser humano.
 
Em face desse cenário, a opinião pública passa a
 
questionar o papel do Estado e das instituições dominantes, no
 
sentido de buscar um consenso sobre as consequências sociais
 
da atividade econômica. A sociedade requer das organizações
15
uma nova configuração da atividade econômica, pautada na
 
ética e na responsabilidade para com a sociedade e o meio
 
ambiente, a fim de minimizar problemas sociais como
 
concentração de renda, precarização das relações de trabalho
 
e falta de direitos básicos como educação, saúde e moradia,
20
agravados, entre outros motivos, por propostas que concebem
 
um Estado que seja parco em prestações sociais e no qual a
 
própria sociedade se responsabilize pelos riscos de sua
 
existência, só recorrendo ao Poder Público subsidiariamente,
 
na impossibilidade de autossatisfação de suas necessidades.
Samia Moda Cirino. Sustentabilidade no meio ambiente de trabalho: um novo paradigma para a valorização do trabalho humano. Internet: <www.publicadireito.com.br> (com adaptações).
Com relação às ideias e aos aspectos linguísticos do texto apresentado, julgue os itens que se seguem.
Depreende-se do texto que a reestruturação da produção industrial e a supressão do valor laboral representam, para a sociedade, consequências negativas da adoção do modelo econômico de produção capitalista.
Questão 7

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
O modelo econômico de produção capitalista,
 
aperfeiçoado pelos avanços científicos e tecnológicos que, por
 
sua vez, proporcionaram a reestruturação da produção e a
 
Terceira Revolução Industrial, retirou do trabalho seu valor,
5
transformando o empregado em simples mercadoria inserta no
 
processo de produção. Nesse contexto, o trabalhador se vê
 
tolhido da principal manifestação de sua humanidade e
 
dignidade: o trabalho. A luta dos trabalhadores, portanto, não
 
é mais apenas por condições melhores de subsistência, mas
10
pela própria dignidade do ser humano.
 
Em face desse cenário, a opinião pública passa a
 
questionar o papel do Estado e das instituições dominantes, no
 
sentido de buscar um consenso sobre as consequências sociais
 
da atividade econômica. A sociedade requer das organizações
15
uma nova configuração da atividade econômica, pautada na
 
ética e na responsabilidade para com a sociedade e o meio
 
ambiente, a fim de minimizar problemas sociais como
 
concentração de renda, precarização das relações de trabalho
 
e falta de direitos básicos como educação, saúde e moradia,
20
agravados, entre outros motivos, por propostas que concebem
 
um Estado que seja parco em prestações sociais e no qual a
 
própria sociedade se responsabilize pelos riscos de sua
 
existência, só recorrendo ao Poder Público subsidiariamente,
 
na impossibilidade de autossatisfação de suas necessidades.
Samia Moda Cirino. Sustentabilidade no meio ambiente de trabalho: um novo paradigma para a valorização do trabalho humano. Internet: <www.publicadireito.com.br> (com adaptações).
Com relação às ideias e aos aspectos linguísticos do texto apresentado, julgue os itens que se seguem.
Depreende-se do texto que a reestruturação da produção industrial e a supressão do valor laboral representam, para a sociedade, consequências negativas da adoção do modelo econômico de produção capitalista.
Questão 8

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
O modelo econômico de produção capitalista,
 
aperfeiçoado pelos avanços científicos e tecnológicos que, por
 
sua vez, proporcionaram a reestruturação da produção e a
 
Terceira Revolução Industrial, retirou do trabalho seu valor,
5
transformando o empregado em simples mercadoria inserta no
 
processo de produção. Nesse contexto, o trabalhador se vê
 
tolhido da principal manifestação de sua humanidade e
 
dignidade: o trabalho. A luta dos trabalhadores, portanto, não
 
é mais apenas por condições melhores de subsistência, mas
10
pela própria dignidade do ser humano.
 
Em face desse cenário, a opinião pública passa a
 
questionar o papel do Estado e das instituições dominantes, no
 
sentido de buscar um consenso sobre as consequências sociais
 
da atividade econômica. A sociedade requer das organizações
15
uma nova configuração da atividade econômica, pautada na
 
ética e na responsabilidade para com a sociedade e o meio
 
ambiente, a fim de minimizar problemas sociais como
 
concentração de renda, precarização das relações de trabalho
 
e falta de direitos básicos como educação, saúde e moradia,
20
agravados, entre outros motivos, por propostas que concebem
 
um Estado que seja parco em prestações sociais e no qual a
 
própria sociedade se responsabilize pelos riscos de sua
 
existência, só recorrendo ao Poder Público subsidiariamente,
 
na impossibilidade de autossatisfação de suas necessidades.
Samia Moda Cirino. Sustentabilidade no meio ambiente de trabalho: um novo paradigma para a valorização do trabalho humano. Internet: <www.publicadireito.com.br> (com adaptações).
Com relação às ideias e aos aspectos linguísticos do texto apresentado, julgue os itens que se seguem.
Depreende-se do texto que a reestruturação da produção industrial e a supressão do valor laboral representam, para a sociedade, consequências negativas da adoção do modelo econômico de produção capitalista.
Questão 9

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
O modelo econômico de produção capitalista,
 
aperfeiçoado pelos avanços científicos e tecnológicos que, por
 
sua vez, proporcionaram a reestruturação da produção e a
 
Terceira Revolução Industrial, retirou do trabalho seu valor,
5
transformando o empregado em simples mercadoria inserta no
 
processo de produção. Nesse contexto, o trabalhador se vê
 
tolhido da principal manifestação de sua humanidade e
 
dignidade: o trabalho. A luta dos trabalhadores, portanto, não
 
é mais apenas por condições melhores de subsistência, mas
10
pela própria dignidade do ser humano.
 
Em face desse cenário, a opinião pública passa a
 
questionar o papel do Estado e das instituições dominantes, no
 
sentido de buscar um consenso sobre as consequências sociais
 
da atividade econômica. A sociedade requer das organizações
15
uma nova configuração da atividade econômica, pautada na
 
ética e na responsabilidade para com a sociedade e o meio
 
ambiente, a fim de minimizar problemas sociais como
 
concentração de renda, precarização das relações de trabalho
 
e falta de direitos básicos como educação, saúde e moradia,
20
agravados, entre outros motivos, por propostas que concebem
 
um Estado que seja parco em prestações sociais e no qual a
 
própria sociedade se responsabilize pelos riscos de sua
 
existência, só recorrendo ao Poder Público subsidiariamente,
 
na impossibilidade de autossatisfação de suas necessidades.
Samia Moda Cirino. Sustentabilidade no meio ambiente de trabalho: um novo paradigma para a valorização do trabalho humano. Internet: <www.publicadireito.com.br> (com adaptações).
Com relação às ideias e aos aspectos linguísticos do texto apresentado, julgue os itens que se seguem.
A substituição de “no qual” (R.21) por aonde prejudicaria a correção gramatical do texto.
Questão 10

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
Raras vezes na história humana, o trabalho, a riqueza,
 
o poder e o saber mudaram simultaneamente. Quando isso
 
ocorre, sobrevêm verdadeiras descontinuidades que marcam
 
época, pedras miliares no caminho da humanidade. A invenção
5
das técnicas para controlar o fogo, o início da agricultura e do
 
pastoreio na Mesopotâmia, a organização da democracia na
 
Grécia, as grandes descobertas científicas e geográficas entre
 
os séculos XII e XVI, o advento da sociedade industrial no
 
século XIX, tudo isso representa saltos de época, que
10
desorientaram gerações inteiras.
 
Se observarmos bem, essas ondas longas da história,
 
como as chamava Braudel, tornaram-se cada vez mais curtas.
 
Acabamos de nos recuperar da ultrapassagem da agricultura
 
pela indústria, ocorrida no século XX, e, em menos de um
15
século, um novo salto de época nos tomou de surpresa,
 
lançando-nos na confusão. Dessa vez o salto coincidiu com a
 
rápida passagem de uma sociedade de tipo industrial dominada
 
pelos proprietários das fábricas manufatureiras para uma
 
sociedade de tipo pós-industrial dominada pelos proprietários
20
dos meios de informação.
 
O fórceps com o qual a recém-nascida sociedade
 
pós-industrial foi extraída do ventre da sociedade industrial
 
anterior é representado pelo progresso científico e tecnológico,
 
pela globalização, pelas guerras mundiais, pelas revoluções
25
proletárias, pelo ensino universal e pelos meios de
 
comunicação de massa. Agindo simultaneamente, esses
 
fenômenos produziram uma avalanche ciclópica — talvez a
 
mais irresistível de toda a história humana — na qual nós,
 
contemporâneos, temos o privilégio e a desventura de estar
30
envolvidos em primeira pessoa.
 
Ninguém poderia ficar impassível diante de uma
 
mudança dessa envergadura. Por isso a sensação mais
 
difundida é a desorientação.
 
A nossa desorientação afeta as esferas econômica,
35
familiar, política, sexual, cultural... É um sintoma de
 
crescimento, mas é também um indício de um perigo, porque
 
quem está desorientado sente-se em crise, e quem se sente em
 
crise deixa de projetar o próprio futuro. Se deixarmos de
 
projetar nosso futuro, alguém o projetará para nós, não em
40
função de nossos interesses, mas do seu próprio proveito.
Domenico de Masi. Alfabeto da sociedade desorientada: para entender o nosso tempo. Trad. Silvana Cobucci e Federico Carotti. São Paulo: Objetiva, 2017, p. 93-4 (com adaptações).
Considerando os mecanismos de coesão e os sentidos do texto CB2A1-I, julgue os itens seguintes.
A expressão “tudo isso” (R.9) retoma, por coesão, todos os termos que a precedem no período.
Questão 11

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
O modelo econômico de produção capitalista,
 
aperfeiçoado pelos avanços científicos e tecnológicos que, por
 
sua vez, proporcionaram a reestruturação da produção e a
 
Terceira Revolução Industrial, retirou do trabalho seu valor,
5
transformando o empregado em simples mercadoria inserta no
 
processo de produção. Nesse contexto, o trabalhador se vê
 
tolhido da principal manifestação de sua humanidade e
 
dignidade: o trabalho. A luta dos trabalhadores, portanto, não
 
é mais apenas por condições melhores de subsistência, mas
10
pela própria dignidade do ser humano.
 
Em face desse cenário, a opinião pública passa a
 
questionar o papel do Estado e das instituições dominantes, no
 
sentido de buscar um consenso sobre as consequências sociais
 
da atividade econômica. A sociedade requer das organizações
15
uma nova configuração da atividade econômica, pautada na
 
ética e na responsabilidade para com a sociedade e o meio
 
ambiente, a fim de minimizar problemas sociais como
 
concentração de renda, precarização das relações de trabalho
 
e falta de direitos básicos como educação, saúde e moradia,
20
agravados, entre outros motivos, por propostas que concebem
 
um Estado que seja parco em prestações sociais e no qual a
 
própria sociedade se responsabilize pelos riscos de sua
 
existência, só recorrendo ao Poder Público subsidiariamente,
 
na impossibilidade de autossatisfação de suas necessidades.
Samia Moda Cirino. Sustentabilidade no meio ambiente de trabalho: um novo paradigma para a valorização do trabalho humano. Internet: <www.publicadireito.com.br> (com adaptações).
Com relação às ideias e aos aspectos linguísticos do texto apresentado, julgue os itens que se seguem.
Depreende-se do texto que a reestruturação da produção industrial e a supressão do valor laboral representam, para a sociedade, consequências negativas da adoção do modelo econômico de produção capitalista.
Questão 12

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
O modelo econômico de produção capitalista,
 
aperfeiçoado pelos avanços científicos e tecnológicos que, por
 
sua vez, proporcionaram a reestruturação da produção e a
 
Terceira Revolução Industrial, retirou do trabalho seu valor,
5
transformando o empregado em simples mercadoria inserta no
 
processo de produção. Nesse contexto, o trabalhador se vê
 
tolhido da principal manifestação de sua humanidade e
 
dignidade: o trabalho. A luta dos trabalhadores, portanto, não
 
é mais apenas por condições melhores de subsistência, mas
10
pela própria dignidade do ser humano.
 
Em face desse cenário, a opinião pública passa a
 
questionar o papel do Estado e das instituições dominantes, no
 
sentido de buscar um consenso sobre as consequências sociais
 
da atividade econômica. A sociedade requer das organizações
15
uma nova configuração da atividade econômica, pautada na
 
ética e na responsabilidade para com a sociedade e o meio
 
ambiente, a fim de minimizar problemas sociais como
 
concentração de renda, precarização das relações de trabalho
 
e falta de direitos básicos como educação, saúde e moradia,
20
agravados, entre outros motivos, por propostas que concebem
 
um Estado que seja parco em prestações sociais e no qual a
 
própria sociedade se responsabilize pelos riscos de sua
 
existência, só recorrendo ao Poder Público subsidiariamente,
 
na impossibilidade de autossatisfação de suas necessidades.
Samia Moda Cirino. Sustentabilidade no meio ambiente de trabalho: um novo paradigma para a valorização do trabalho humano. Internet: <www.publicadireito.com.br> (com adaptações).
Com relação às ideias e aos aspectos linguísticos do texto apresentado, julgue os itens que se seguem.
Depreende-se do texto que a reestruturação da produção industrial e a supressão do valor laboral representam, para a sociedade, consequências negativas da adoção do modelo econômico de produção capitalista.
Questão 13

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
Raras vezes na história humana, o trabalho, a riqueza,
 
o poder e o saber mudaram simultaneamente. Quando isso
 
ocorre, sobrevêm verdadeiras descontinuidades que marcam
 
época, pedras miliares no caminho da humanidade. A invenção
5
das técnicas para controlar o fogo, o início da agricultura e do
 
pastoreio na Mesopotâmia, a organização da democracia na
 
Grécia, as grandes descobertas científicas e geográficas entre
 
os séculos XII e XVI, o advento da sociedade industrial no
 
século XIX, tudo isso representa saltos de época, que
10
desorientaram gerações inteiras.
 
Se observarmos bem, essas ondas longas da história,
 
como as chamava Braudel, tornaram-se cada vez mais curtas.
 
Acabamos de nos recuperar da ultrapassagem da agricultura
 
pela indústria, ocorrida no século XX, e, em menos de um
15
século, um novo salto de época nos tomou de surpresa,
 
lançando-nos na confusão. Dessa vez o salto coincidiu com a
 
rápida passagem de uma sociedade de tipo industrial dominada
 
pelos proprietários das fábricas manufatureiras para uma
 
sociedade de tipo pós-industrial dominada pelos proprietários
20
dos meios de informação.
 
O fórceps com o qual a recém-nascida sociedade
 
pós-industrial foi extraída do ventre da sociedade industrial
 
anterior é representado pelo progresso científico e tecnológico,
 
pela globalização, pelas guerras mundiais, pelas revoluções
25
proletárias, pelo ensino universal e pelos meios de
 
comunicação de massa. Agindo simultaneamente, esses
 
fenômenos produziram uma avalanche ciclópica — talvez a
 
mais irresistível de toda a história humana — na qual nós,
 
contemporâneos, temos o privilégio e a desventura de estar
30
envolvidos em primeira pessoa.
 
Ninguém poderia ficar impassível diante de uma
 
mudança dessa envergadura. Por isso a sensação mais
 
difundida é a desorientação.
 
A nossa desorientação afeta as esferas econômica,
35
familiar, política, sexual, cultural... É um sintoma de
 
crescimento, mas é também um indício de um perigo, porque
 
quem está desorientado sente-se em crise, e quem se sente em
 
crise deixa de projetar o próprio futuro. Se deixarmos de
 
projetar nosso futuro, alguém o projetará para nós, não em
40
função de nossos interesses, mas do seu próprio proveito.
Domenico de Masi. Alfabeto da sociedade desorientada: para entender o nosso tempo. Trad. Silvana Cobucci e Federico Carotti. São Paulo: Objetiva, 2017, p. 93-4 (com adaptações).
Considerando os mecanismos de coesão e os sentidos do texto CB2A1-I, julgue os itens seguintes.
Na linha 28, a expressão “na qual” refere-se ao termo antecedente “história humana”.
Questão 14

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
O modelo econômico de produção capitalista,
 
aperfeiçoado pelos avanços científicos e tecnológicos que, por
 
sua vez, proporcionaram a reestruturação da produção e a
 
Terceira Revolução Industrial, retirou do trabalho seu valor,
5
transformando o empregado em simples mercadoria inserta no
 
processo de produção. Nesse contexto, o trabalhador se vê
 
tolhido da principal manifestação de sua humanidade e
 
dignidade: o trabalho. A luta dos trabalhadores, portanto, não
 
é mais apenas por condições melhores de subsistência, mas
10
pela própria dignidade do ser humano.
 
Em face desse cenário, a opinião pública passa a
 
questionar o papel do Estado e das instituições dominantes, no
 
sentido de buscar um consenso sobre as consequências sociais
 
da atividade econômica. A sociedade requer das organizações
15
uma nova configuração da atividade econômica, pautada na
 
ética e na responsabilidade para com a sociedade e o meio
 
ambiente, a fim de minimizar problemas sociais como
 
concentração de renda, precarização das relações de trabalho
 
e falta de direitos básicos como educação, saúde e moradia,
20
agravados, entre outros motivos, por propostas que concebem
 
um Estado que seja parco em prestações sociais e no qual a
 
própria sociedade se responsabilize pelos riscos de sua
 
existência, só recorrendo ao Poder Público subsidiariamente,
 
na impossibilidade de autossatisfação de suas necessidades.
Samia Moda Cirino. Sustentabilidade no meio ambiente de trabalho: um novo paradigma para a valorização do trabalho humano. Internet: <www.publicadireito.com.br> (com adaptações).
Com relação às ideias e aos aspectos linguísticos do texto apresentado, julgue os itens que se seguem.
Depreende-se do texto que a reestruturação da produção industrial e a supressão do valor laboral representam, para a sociedade, consequências negativas da adoção do modelo econômico de produção capitalista.
Questão 15

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
O modelo econômico de produção capitalista,
 
aperfeiçoado pelos avanços científicos e tecnológicos que, por
 
sua vez, proporcionaram a reestruturação da produção e a
 
Terceira Revolução Industrial, retirou do trabalho seu valor,
5
transformando o empregado em simples mercadoria inserta no
 
processo de produção. Nesse contexto, o trabalhador se vê
 
tolhido da principal manifestação de sua humanidade e
 
dignidade: o trabalho. A luta dos trabalhadores, portanto, não
 
é mais apenas por condições melhores de subsistência, mas
10
pela própria dignidade do ser humano.
 
Em face desse cenário, a opinião pública passa a
 
questionar o papel do Estado e das instituições dominantes, no
 
sentido de buscar um consenso sobre as consequências sociais
 
da atividade econômica. A sociedade requer das organizações
15
uma nova configuração da atividade econômica, pautada na
 
ética e na responsabilidade para com a sociedade e o meio
 
ambiente, a fim de minimizar problemas sociais como
 
concentração de renda, precarização das relações de trabalho
 
e falta de direitos básicos como educação, saúde e moradia,
20
agravados, entre outros motivos, por propostas que concebem
 
um Estado que seja parco em prestações sociais e no qual a
 
própria sociedade se responsabilize pelos riscos de sua
 
existência, só recorrendo ao Poder Público subsidiariamente,
 
na impossibilidade de autossatisfação de suas necessidades.
Samia Moda Cirino. Sustentabilidade no meio ambiente de trabalho: um novo paradigma para a valorização do trabalho humano. Internet: <www.publicadireito.com.br> (com adaptações).
Com relação às ideias e aos aspectos linguísticos do texto apresentado, julgue os itens que se seguem.
Depreende-se do texto que a reestruturação da produção industrial e a supressão do valor laboral representam, para a sociedade, consequências negativas da adoção do modelo econômico de produção capitalista.
Questão 16

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
A própria palavra “crise” é bem mais a expressão de
 
um movimento do espírito que de um juízo fundado em
 
argumentos extraídos da razão ou da experiência. Não há
 
período histórico que não tenha sido julgado, de uma parte ou
5
de outra, como um período em crise. Ouvi falar de crise em
 
todas as fases da minha vida: depois da Primeira Guerra
 
Mundial, durante o fascismo e o nazismo, durante a Segunda
 
Guerra Mundial, no pós-guerra, bem como naqueles que foram
 
chamados de anos de chumbo. Sempre duvidei que o conceito
10
de crise tivesse qualquer utilidade para definir uma sociedade
 
ou uma época.
 
Que fique claro: não tenho nenhuma intenção de
 
difamar ou condenar o passado para absolver o presente, nem
 
de deplorar o presente para louvar os bons tempos antigos.
15
Desejo apenas ajudar a que se compreenda que todo juízo
 
excessivamente resoluto nesse campo corre o risco de parecer
 
leviano. Certamente, existem épocas mais turbulentas e outras
 
menos. Mas é difícil dizer se a maior turbulência depende de
 
uma crise moral (de uma diminuição da crença em princípios
20
fundamentais) ou de outras causas, econômicas, sociais,
 
políticas, culturais ou até mesmo biológicas.
Norberto Bobbio. Elogio da serenidade e outros escritos morais. Trad. Marco Aurélio Nogueira. São Paulo: Editora UNESP, 2002, p. 160-1 (com adaptações).
Com relação às ideias e aos aspectos linguísticos do texto precedente, julgue os itens que se seguem.
O emprego de acento agudo nas palavras “juízo”, “extraídos” e “período” justifica-se pela mesma regra de acentuação gráfica.
Questão 17

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
O modelo econômico de produção capitalista,
 
aperfeiçoado pelos avanços científicos e tecnológicos que, por
 
sua vez, proporcionaram a reestruturação da produção e a
 
Terceira Revolução Industrial, retirou do trabalho seu valor,
5
transformando o empregado em simples mercadoria inserta no
 
processo de produção. Nesse contexto, o trabalhador se vê
 
tolhido da principal manifestação de sua humanidade e
 
dignidade: o trabalho. A luta dos trabalhadores, portanto, não
 
é mais apenas por condições melhores de subsistência, mas
10
pela própria dignidade do ser humano.
 
Em face desse cenário, a opinião pública passa a
 
questionar o papel do Estado e das instituições dominantes, no
 
sentido de buscar um consenso sobre as consequências sociais
 
da atividade econômica. A sociedade requer das organizações
15
uma nova configuração da atividade econômica, pautada na
 
ética e na responsabilidade para com a sociedade e o meio
 
ambiente, a fim de minimizar problemas sociais como
 
concentração de renda, precarização das relações de trabalho
 
e falta de direitos básicos como educação, saúde e moradia,
20
agravados, entre outros motivos, por propostas que concebem
 
um Estado que seja parco em prestações sociais e no qual a
 
própria sociedade se responsabilize pelos riscos de sua
 
existência, só recorrendo ao Poder Público subsidiariamente,
 
na impossibilidade de autossatisfação de suas necessidades.
Samia Moda Cirino. Sustentabilidade no meio ambiente de trabalho: um novo paradigma para a valorização do trabalho humano. Internet: <www.publicadireito.com.br> (com adaptações).
Com relação às ideias e aos aspectos linguísticos do texto apresentado, julgue os itens que se seguem.
Depreende-se do texto que a reestruturação da produção industrial e a supressão do valor laboral representam, para a sociedade, consequências negativas da adoção do modelo econômico de produção capitalista.
Questão 18

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
O modelo econômico de produção capitalista,
 
aperfeiçoado pelos avanços científicos e tecnológicos que, por
 
sua vez, proporcionaram a reestruturação da produção e a
 
Terceira Revolução Industrial, retirou do trabalho seu valor,
5
transformando o empregado em simples mercadoria inserta no
 
processo de produção. Nesse contexto, o trabalhador se vê
 
tolhido da principal manifestação de sua humanidade e
 
dignidade: o trabalho. A luta dos trabalhadores, portanto, não
 
é mais apenas por condições melhores de subsistência, mas
10
pela própria dignidade do ser humano.
 
Em face desse cenário, a opinião pública passa a
 
questionar o papel do Estado e das instituições dominantes, no
 
sentido de buscar um consenso sobre as consequências sociais
 
da atividade econômica. A sociedade requer das organizações
15
uma nova configuração da atividade econômica, pautada na
 
ética e na responsabilidade para com a sociedade e o meio
 
ambiente, a fim de minimizar problemas sociais como
 
concentração de renda, precarização das relações de trabalho
 
e falta de direitos básicos como educação, saúde e moradia,
20
agravados, entre outros motivos, por propostas que concebem
 
um Estado que seja parco em prestações sociais e no qual a
 
própria sociedade se responsabilize pelos riscos de sua
 
existência, só recorrendo ao Poder Público subsidiariamente,
 
na impossibilidade de autossatisfação de suas necessidades.
Samia Moda Cirino. Sustentabilidade no meio ambiente de trabalho: um novo paradigma para a valorização do trabalho humano. Internet: <www.publicadireito.com.br> (com adaptações).
Com relação às ideias e aos aspectos linguísticos do texto apresentado, julgue os itens que se seguem.
Depreende-se do texto que a reestruturação da produção industrial e a supressão do valor laboral representam, para a sociedade, consequências negativas da adoção do modelo econômico de produção capitalista.
Questão 19

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
A própria palavra “crise” é bem mais a expressão de
 
um movimento do espírito que de um juízo fundado em
 
argumentos extraídos da razão ou da experiência. Não há
 
período histórico que não tenha sido julgado, de uma parte ou
5
de outra, como um período em crise. Ouvi falar de crise em
 
todas as fases da minha vida: depois da Primeira Guerra
 
Mundial, durante o fascismo e o nazismo, durante a Segunda
 
Guerra Mundial, no pós-guerra, bem como naqueles que foram
 
chamados de anos de chumbo. Sempre duvidei que o conceito
10
de crise tivesse qualquer utilidade para definir uma sociedade
 
ou uma época.
 
Que fique claro: não tenho nenhuma intenção de
 
difamar ou condenar o passado para absolver o presente, nem
 
de deplorar o presente para louvar os bons tempos antigos.
15
Desejo apenas ajudar a que se compreenda que todo juízo
 
excessivamente resoluto nesse campo corre o risco de parecer
 
leviano. Certamente, existem épocas mais turbulentas e outras
 
menos. Mas é difícil dizer se a maior turbulência depende de
 
uma crise moral (de uma diminuição da crença em princípios
20
fundamentais) ou de outras causas, econômicas, sociais,
 
políticas, culturais ou até mesmo biológicas.
Norberto Bobbio. Elogio da serenidade e outros escritos morais. Trad. Marco Aurélio Nogueira. São Paulo: Editora UNESP, 2002, p. 160-1 (com adaptações).
Com relação às ideias e aos aspectos linguísticos do texto precedente, julgue os itens que se seguem.
Nos trechos “intenção de difamar” (R. 12 e 13) e “nem de deplorar” (R. 13 e 14), a preposição “de” poderia ser substituída por em, sem que a correção gramatical do texto fosse comprometida.
Questão 20

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
A própria palavra “crise” é bem mais a expressão de
 
um movimento do espírito que de um juízo fundado em
 
argumentos extraídos da razão ou da experiência. Não há
 
período histórico que não tenha sido julgado, de uma parte ou
5
de outra, como um período em crise. Ouvi falar de crise em
 
todas as fases da minha vida: depois da Primeira Guerra
 
Mundial, durante o fascismo e o nazismo, durante a Segunda
 
Guerra Mundial, no pós-guerra, bem como naqueles que foram
 
chamados de anos de chumbo. Sempre duvidei que o conceito
10
de crise tivesse qualquer utilidade para definir uma sociedade
 
ou uma época.
 
Que fique claro: não tenho nenhuma intenção de
 
difamar ou condenar o passado para absolver o presente, nem
 
de deplorar o presente para louvar os bons tempos antigos.
15
Desejo apenas ajudar a que se compreenda que todo juízo
 
excessivamente resoluto nesse campo corre o risco de parecer
 
leviano. Certamente, existem épocas mais turbulentas e outras
 
menos. Mas é difícil dizer se a maior turbulência depende de
 
uma crise moral (de uma diminuição da crença em princípios
20
fundamentais) ou de outras causas, econômicas, sociais,
 
políticas, culturais ou até mesmo biológicas.
Norberto Bobbio. Elogio da serenidade e outros escritos morais. Trad. Marco Aurélio Nogueira. São Paulo: Editora UNESP, 2002, p. 160-1 (com adaptações).
Com relação às ideias e aos aspectos linguísticos do texto precedente, julgue os itens que se seguem.
Todo o trecho subsequente ao termo “difícil” (R.18) funciona como complemento desse termo.
Questão 21

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
O modelo econômico de produção capitalista,
 
aperfeiçoado pelos avanços científicos e tecnológicos que, por
 
sua vez, proporcionaram a reestruturação da produção e a
 
Terceira Revolução Industrial, retirou do trabalho seu valor,
5
transformando o empregado em simples mercadoria inserta no
 
processo de produção. Nesse contexto, o trabalhador se vê
 
tolhido da principal manifestação de sua humanidade e
 
dignidade: o trabalho. A luta dos trabalhadores, portanto, não
 
é mais apenas por condições melhores de subsistência, mas
10
pela própria dignidade do ser humano.
 
Em face desse cenário, a opinião pública passa a
 
questionar o papel do Estado e das instituições dominantes, no
 
sentido de buscar um consenso sobre as consequências sociais
 
da atividade econômica. A sociedade requer das organizações
15
uma nova configuração da atividade econômica, pautada na
 
ética e na responsabilidade para com a sociedade e o meio
 
ambiente, a fim de minimizar problemas sociais como
 
concentração de renda, precarização das relações de trabalho
 
e falta de direitos básicos como educação, saúde e moradia,
20
agravados, entre outros motivos, por propostas que concebem
 
um Estado que seja parco em prestações sociais e no qual a
 
própria sociedade se responsabilize pelos riscos de sua
 
existência, só recorrendo ao Poder Público subsidiariamente,
 
na impossibilidade de autossatisfação de suas necessidades.
Samia Moda Cirino. Sustentabilidade no meio ambiente de trabalho: um novo paradigma para a valorização do trabalho humano. Internet: <www.publicadireito.com.br> (com adaptações).
Com relação às ideias e aos aspectos linguísticos do texto apresentado, julgue os itens que se seguem.
Depreende-se do texto que a reestruturação da produção industrial e a supressão do valor laboral representam, para a sociedade, consequências negativas da adoção do modelo econômico de produção capitalista.
Questão 22

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
Como período e como crise, a época atual mostra-se,
 
aliás, como coisa nova. Como período, as suas variáveis
 
características instalam-se em toda parte e a tudo influenciam,
 
direta ou indiretamente. Daí a denominação de globalização.
5
Como crise, as mesmas variáveis construtoras do sistema estão
 
continuamente chocando-se e exigindo novas definições e
 
novos arranjos. Trata-se, porém, de uma crise persistente
 
dentro de um período com características duradouras, mesmo
 
que novos contornos apareçam.
10
O mesmo sistema ideológico que justifica o processo
 
de globalização e que ajuda a considerá-lo o único caminho
 
histórico acaba, também, por impor certa visão da crise e a
 
aceitação dos remédios sugeridos. Em razão disso, todos os
 
países, lugares e pessoas passam a se comportar, isto é, a
15
organizar sua ação, como se tal “crise” fosse a mesma para
 
todos e como se a receita para a afastar devesse ser geralmente
 
a mesma. Na verdade, porém, a única crise que os responsáveis
 
desejam afastar é a crise financeira, e não qualquer outra.
 
Aí está, na verdade, uma causa para mais aprofundamento da
20
crise real — econômica, social, política, moral — que
 
caracteriza o nosso tempo.
Milton Santos. Por uma outra globalização: do pensamento único à consciência universal. 27.ª ed. Rio de Janeiro: Record, 2017, p. 34-6 (com adaptações).
Julgue os itens a seguir, com relação às ideias, aos sentidos e aos aspectos linguísticos do texto anterior.
Conclui-se do último parágrafo do texto que a verdadeira crise não será resolvida enquanto os esforços persistirem centralizados na resolução da crise financeira.
Questão 23

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
O modelo econômico de produção capitalista,
 
aperfeiçoado pelos avanços científicos e tecnológicos que, por
 
sua vez, proporcionaram a reestruturação da produção e a
 
Terceira Revolução Industrial, retirou do trabalho seu valor,
5
transformando o empregado em simples mercadoria inserta no
 
processo de produção. Nesse contexto, o trabalhador se vê
 
tolhido da principal manifestação de sua humanidade e
 
dignidade: o trabalho. A luta dos trabalhadores, portanto, não
 
é mais apenas por condições melhores de subsistência, mas
10
pela própria dignidade do ser humano.
 
Em face desse cenário, a opinião pública passa a
 
questionar o papel do Estado e das instituições dominantes, no
 
sentido de buscar um consenso sobre as consequências sociais
 
da atividade econômica. A sociedade requer das organizações
15
uma nova configuração da atividade econômica, pautada na
 
ética e na responsabilidade para com a sociedade e o meio
 
ambiente, a fim de minimizar problemas sociais como
 
concentração de renda, precarização das relações de trabalho
 
e falta de direitos básicos como educação, saúde e moradia,
20
agravados, entre outros motivos, por propostas que concebem
 
um Estado que seja parco em prestações sociais e no qual a
 
própria sociedade se responsabilize pelos riscos de sua
 
existência, só recorrendo ao Poder Público subsidiariamente,
 
na impossibilidade de autossatisfação de suas necessidades.
Samia Moda Cirino. Sustentabilidade no meio ambiente de trabalho: um novo paradigma para a valorização do trabalho humano. Internet: <www.publicadireito.com.br> (com adaptações).
Com relação às ideias e aos aspectos linguísticos do texto apresentado, julgue os itens que se seguem.
Depreende-se do texto que a reestruturação da produção industrial e a supressão do valor laboral representam, para a sociedade, consequências negativas da adoção do modelo econômico de produção capitalista.
Questão 24

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
Como período e como crise, a época atual mostra-se,
 
aliás, como coisa nova. Como período, as suas variáveis
 
características instalam-se em toda parte e a tudo influenciam,
 
direta ou indiretamente. Daí a denominação de globalização.
5
Como crise, as mesmas variáveis construtoras do sistema estão
 
continuamente chocando-se e exigindo novas definições e
 
novos arranjos. Trata-se, porém, de uma crise persistente
 
dentro de um período com características duradouras, mesmo
 
que novos contornos apareçam.
10
O mesmo sistema ideológico que justifica o processo
 
de globalização e que ajuda a considerá-lo o único caminho
 
histórico acaba, também, por impor certa visão da crise e a
 
aceitação dos remédios sugeridos. Em razão disso, todos os
 
países, lugares e pessoas passam a se comportar, isto é, a
15
organizar sua ação, como se tal “crise” fosse a mesma para
 
todos e como se a receita para a afastar devesse ser geralmente
 
a mesma. Na verdade, porém, a única crise que os responsáveis
 
desejam afastar é a crise financeira, e não qualquer outra.
 
Aí está, na verdade, uma causa para mais aprofundamento da
20
crise real — econômica, social, política, moral — que
 
caracteriza o nosso tempo.
Milton Santos. Por uma outra globalização: do pensamento único à consciência universal. 27.ª ed. Rio de Janeiro: Record, 2017, p. 34-6 (com adaptações).
Julgue os itens a seguir, com relação às ideias, aos sentidos e aos aspectos linguísticos do texto anterior.
O isolamento da expressão “isto é” (R.14) por vírgulas marca uma suspensão no texto provocada por dúvida.
Questão 25

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
O modelo econômico de produção capitalista,
 
aperfeiçoado pelos avanços científicos e tecnológicos que, por
 
sua vez, proporcionaram a reestruturação da produção e a
 
Terceira Revolução Industrial, retirou do trabalho seu valor,
5
transformando o empregado em simples mercadoria inserta no
 
processo de produção. Nesse contexto, o trabalhador se vê
 
tolhido da principal manifestação de sua humanidade e
 
dignidade: o trabalho. A luta dos trabalhadores, portanto, não
 
é mais apenas por condições melhores de subsistência, mas
10
pela própria dignidade do ser humano.
 
Em face desse cenário, a opinião pública passa a
 
questionar o papel do Estado e das instituições dominantes, no
 
sentido de buscar um consenso sobre as consequências sociais
 
da atividade econômica. A sociedade requer das organizações
15
uma nova configuração da atividade econômica, pautada na
 
ética e na responsabilidade para com a sociedade e o meio
 
ambiente, a fim de minimizar problemas sociais como
 
concentração de renda, precarização das relações de trabalho
 
e falta de direitos básicos como educação, saúde e moradia,
20
agravados, entre outros motivos, por propostas que concebem
 
um Estado que seja parco em prestações sociais e no qual a
 
própria sociedade se responsabilize pelos riscos de sua
 
existência, só recorrendo ao Poder Público subsidiariamente,
 
na impossibilidade de autossatisfação de suas necessidades.
Samia Moda Cirino. Sustentabilidade no meio ambiente de trabalho: um novo paradigma para a valorização do trabalho humano. Internet: <www.publicadireito.com.br> (com adaptações).
Com relação às ideias e aos aspectos linguísticos do texto apresentado, julgue os itens que se seguem.
Depreende-se do texto que a reestruturação da produção industrial e a supressão do valor laboral representam, para a sociedade, consequências negativas da adoção do modelo econômico de produção capitalista.
Questão 26

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
Acerca de processo administrativo de responsabilização (PAR), julgue os itens subsequentes, à luz da Lei nº 16.309/2018.
A competência para instauração e julgamento de PAR relativo a ato de improbidade administrativa praticado contra órgão da administração direta de determinado estado é concorrente entre o secretário da secretaria da controladoria-geral desse estado (SCGE) e a autoridade máxima do órgão lesado.
Questão 27

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
Acerca de processo administrativo de responsabilização (PAR), julgue os itens subsequentes, à luz da Lei nº 16.309/2018.
É vedada a delegação de competência originária para instauração e julgamento de PAR.
Questão 28

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
Acerca de processo administrativo de responsabilização (PAR), julgue os itens subsequentes, à luz da Lei nº 16.309/2018.
A instauração de PAR é condicionada à aprovação de resolução pela maioria simples dos deputados estaduais da assembleia legislativa estadual.
Questão 29

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
Acerca de processo administrativo de responsabilização (PAR), julgue os itens subsequentes, à luz da Lei nº 16.309/2018.
Fatos conexos, mas não mencionados no documento de instauração de PAR, podem ser apurados no mesmo processo, ainda que não ocorra o aditamento ou a complementação do ato de instauração.
Questão 30

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
Acerca de processo administrativo de responsabilização (PAR), julgue os itens subsequentes, à luz da Lei nº 16.309/2018.
O prazo para a conclusão de PAR é de cento e oitenta dias, computadas as hipóteses de suspensão, os prazos recursais e o período de julgamento, podendo ser prorrogado por, no máximo, igual período, mediante despacho fundamentado do presidente da comissão julgadora.
Questão 31

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
O modelo econômico de produção capitalista,
 
aperfeiçoado pelos avanços científicos e tecnológicos que, por
 
sua vez, proporcionaram a reestruturação da produção e a
 
Terceira Revolução Industrial, retirou do trabalho seu valor,
5
transformando o empregado em simples mercadoria inserta no
 
processo de produção. Nesse contexto, o trabalhador se vê
 
tolhido da principal manifestação de sua humanidade e
 
dignidade: o trabalho. A luta dos trabalhadores, portanto, não
 
é mais apenas por condições melhores de subsistência, mas
10
pela própria dignidade do ser humano.
 
Em face desse cenário, a opinião pública passa a
 
questionar o papel do Estado e das instituições dominantes, no
 
sentido de buscar um consenso sobre as consequências sociais
 
da atividade econômica. A sociedade requer das organizações
15
uma nova configuração da atividade econômica, pautada na
 
ética e na responsabilidade para com a sociedade e o meio
 
ambiente, a fim de minimizar problemas sociais como
 
concentração de renda, precarização das relações de trabalho
 
e falta de direitos básicos como educação, saúde e moradia,
20
agravados, entre outros motivos, por propostas que concebem
 
um Estado que seja parco em prestações sociais e no qual a
 
própria sociedade se responsabilize pelos riscos de sua
 
existência, só recorrendo ao Poder Público subsidiariamente,
 
na impossibilidade de autossatisfação de suas necessidades.
Samia Moda Cirino. Sustentabilidade no meio ambiente de trabalho: um novo paradigma para a valorização do trabalho humano. Internet: <www.publicadireito.com.br> (com adaptações).
Com relação às ideias e aos aspectos linguísticos do texto apresentado, julgue os itens que se seguem.
Depreende-se do texto que a reestruturação da produção industrial e a supressão do valor laboral representam, para a sociedade, consequências negativas da adoção do modelo econômico de produção capitalista.
Questão 32

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
A respeito da interposição de recursos administrativos no âmbito de PAR, julgue os itens seguintes, com base na Lei nº 16.309/2018.
Para fins de contagem do prazo recursal, devem ser consideradas as datas da decisão de responsabilização da pessoa jurídica e da protocolização do recurso administrativo.
Questão 33

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
A respeito da interposição de recursos administrativos no âmbito de PAR, julgue os itens seguintes, com base na Lei nº 16.309/2018.
Os sócios cotistas de determinada pessoa jurídica que responde a PAR, caso tenham poderes de administração, poderão interpor recurso administrativo, em nome próprio, contra decisão que declarar a desconsideração da pessoa jurídica.
Questão 34

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
A respeito da interposição de recursos administrativos no âmbito de PAR, julgue os itens seguintes, com base na Lei nº 16.309/2018.
A autoridade que instaura PAR em desfavor de pessoa jurídica é competente para decidir sobre a desconsideração dessa pessoa jurídica.
Questão 35

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
A respeito da interposição de recursos administrativos no âmbito de PAR, julgue os itens seguintes, com base na Lei nº 16.309/2018.
O comitê de recursos administrativos do PAR, cujo coordenador é nomeado mediante portaria pelo secretário da SCGE, é composto por cinco membros e cinco suplentes, todos servidores públicos ocupantes de cargo de provimento efetivo, já aprovados em estágio probatório, designados por ato do governador de estado.
Questão 36

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
Considerando o disposto na Lei nº 16.309/2018 a respeito de multa imposta pela responsabilização de pessoas jurídicas, julgue os próximos itens.
É circunstância que agrava o cálculo da multa a comprovação do recebimento, pelo infrator, de vantagens iguais ou superiores a R$ 60.000.
Questão 37

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
Considerando o disposto na Lei nº 16.309/2018 a respeito de multa imposta pela responsabilização de pessoas jurídicas, julgue os próximos itens.
Os valores legais de referência para o agravamento da pena, nas hipóteses de firmamento indevido de contratos e de recebimento ilícito de vantagens, podem ser atualizados por meio de resolução.
Questão 38

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
Cada um dos itens a seguir apresenta uma situação hipotética, seguida de uma assertiva a ser julgada, a respeito de gerenciamento de processos.
Uma organização pública que atua na área de controle externo do governo decidiu rever seus processos, pois um levantamento inicial permitiu a identificação de muitos handoffs que resultavam em desconexões nos processos. Nessa situação, entre os elementos que devem ser avaliados para manter os handoffs sobre controle incluem-se todas as entradas, atividades e saídas dos processos e os handoffs com maior probabilidade de atrasar os processos.
Questão 39

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
O Oriente Médio é a região de confluência de
 
três continentes (Europa, Ásia e África), berço das primeiras
 
civilizações (egípcia, suméria e babilônica) e das religiões
 
monoteístas (cristianismo, judaísmo e islamismo). Além de
5
rivalidades interimperialistas no passado, com tentativas tardias de
 
renascimento e modernização, a região foi alvo de rivalidades
 
também das megacorporações petrolíferas. Além disso, em
 
pequenos Estados fracos — de fácil controle —, essa região foi
 
afetada pela fragmentação promovida pelos ingleses e, em menor
10
escala, pelos franceses. No século XXI, voltou a ser palco de
 
disputas entre potências industrializadas do Atlântico Norte e em
 
acelerada industrialização da Ásia Oriental e Meridional. Esse
 
conjunto de países abrange o essencial do mundo árabe e
 
muçulmano, interagindo em um único cenário histórico e
15
geopolítico.
Paulo Fagundes Visentini. O grande Oriente Médio. Campus, 2014, p. 4-5 (com adaptações).
Tendo como referência o assunto abordado no texto, julgue os itens a seguir, dentro de um contexto geopolítico contemporâneo.
Em meio à tensão que envolve a guerra na Síria, o Estado iraniano é um dos principais apoiadores do regime de Bashar al-Assad.
Questão 40

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
O Oriente Médio é a região de confluência de
 
três continentes (Europa, Ásia e África), berço das primeiras
 
civilizações (egípcia, suméria e babilônica) e das religiões
 
monoteístas (cristianismo, judaísmo e islamismo). Além de
5
rivalidades interimperialistas no passado, com tentativas tardias de
 
renascimento e modernização, a região foi alvo de rivalidades
 
também das megacorporações petrolíferas. Além disso, em
 
pequenos Estados fracos — de fácil controle —, essa região foi
 
afetada pela fragmentação promovida pelos ingleses e, em menor
10
escala, pelos franceses. No século XXI, voltou a ser palco de
 
disputas entre potências industrializadas do Atlântico Norte e em
 
acelerada industrialização da Ásia Oriental e Meridional. Esse
 
conjunto de países abrange o essencial do mundo árabe e
 
muçulmano, interagindo em um único cenário histórico e
15
geopolítico.
Paulo Fagundes Visentini. O grande Oriente Médio. Campus, 2014, p. 4-5 (com adaptações).
Tendo como referência o assunto abordado no texto, julgue os itens a seguir, dentro de um contexto geopolítico contemporâneo.
O reconhecimento pelos EUA de Jerusalém como capital de Israel gerou aumento imediato da tensão e de mortes entre judeus e palestinos.
Questão 41

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
O Oriente Médio é a região de confluência de
 
três continentes (Europa, Ásia e África), berço das primeiras
 
civilizações (egípcia, suméria e babilônica) e das religiões
 
monoteístas (cristianismo, judaísmo e islamismo). Além de
5
rivalidades interimperialistas no passado, com tentativas tardias de
 
renascimento e modernização, a região foi alvo de rivalidades
 
também das megacorporações petrolíferas. Além disso, em
 
pequenos Estados fracos — de fácil controle —, essa região foi
 
afetada pela fragmentação promovida pelos ingleses e, em menor
10
escala, pelos franceses. No século XXI, voltou a ser palco de
 
disputas entre potências industrializadas do Atlântico Norte e em
 
acelerada industrialização da Ásia Oriental e Meridional. Esse
 
conjunto de países abrange o essencial do mundo árabe e
 
muçulmano, interagindo em um único cenário histórico e
15
geopolítico.
Paulo Fagundes Visentini. O grande Oriente Médio. Campus, 2014, p. 4-5 (com adaptações).
Tendo como referência o assunto abordado no texto, julgue os itens a seguir, dentro de um contexto geopolítico contemporâneo.
A instabilidade vivida no Iraque, na Síria e na Jordânia tem causado o avanço territorial do grupo extremista Estado islâmico no Oriente Médio.
Questão 42

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
O Oriente Médio é a região de confluência de
 
três continentes (Europa, Ásia e África), berço das primeiras
 
civilizações (egípcia, suméria e babilônica) e das religiões
 
monoteístas (cristianismo, judaísmo e islamismo). Além de
5
rivalidades interimperialistas no passado, com tentativas tardias de
 
renascimento e modernização, a região foi alvo de rivalidades
 
também das megacorporações petrolíferas. Além disso, em
 
pequenos Estados fracos — de fácil controle —, essa região foi
 
afetada pela fragmentação promovida pelos ingleses e, em menor
10
escala, pelos franceses. No século XXI, voltou a ser palco de
 
disputas entre potências industrializadas do Atlântico Norte e em
 
acelerada industrialização da Ásia Oriental e Meridional. Esse
 
conjunto de países abrange o essencial do mundo árabe e
 
muçulmano, interagindo em um único cenário histórico e
15
geopolítico.
Paulo Fagundes Visentini. O grande Oriente Médio. Campus, 2014, p. 4-5 (com adaptações).
Tendo como referência o assunto abordado no texto, julgue os itens a seguir, dentro de um contexto geopolítico contemporâneo.
A finalidade do alinhamento irrestrito entre os Estados islâmicos da Arábia Saudita e do Irã é o combate ao Estado israelense.
Questão 43

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
O Oriente Médio é a região de confluência de
 
três continentes (Europa, Ásia e África), berço das primeiras
 
civilizações (egípcia, suméria e babilônica) e das religiões
 
monoteístas (cristianismo, judaísmo e islamismo). Além de
5
rivalidades interimperialistas no passado, com tentativas tardias de
 
renascimento e modernização, a região foi alvo de rivalidades
 
também das megacorporações petrolíferas. Além disso, em
 
pequenos Estados fracos — de fácil controle —, essa região foi
 
afetada pela fragmentação promovida pelos ingleses e, em menor
10
escala, pelos franceses. No século XXI, voltou a ser palco de
 
disputas entre potências industrializadas do Atlântico Norte e em
 
acelerada industrialização da Ásia Oriental e Meridional. Esse
 
conjunto de países abrange o essencial do mundo árabe e
 
muçulmano, interagindo em um único cenário histórico e
15
geopolítico.
Paulo Fagundes Visentini. O grande Oriente Médio. Campus, 2014, p. 4-5 (com adaptações).
Tendo como referência o assunto abordado no texto, julgue os itens a seguir, dentro de um contexto geopolítico contemporâneo.
A estabilidade da governabilidade venezuelana tem como resultado a legitimidade do poder social de oposição.
Questão 44

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
O modelo econômico de produção capitalista,
 
aperfeiçoado pelos avanços científicos e tecnológicos que, por
 
sua vez, proporcionaram a reestruturação da produção e a
 
Terceira Revolução Industrial, retirou do trabalho seu valor,
5
transformando o empregado em simples mercadoria inserta no
 
processo de produção. Nesse contexto, o trabalhador se vê
 
tolhido da principal manifestação de sua humanidade e
 
dignidade: o trabalho. A luta dos trabalhadores, portanto, não
 
é mais apenas por condições melhores de subsistência, mas
10
pela própria dignidade do ser humano.
 
Em face desse cenário, a opinião pública passa a
 
questionar o papel do Estado e das instituições dominantes, no
 
sentido de buscar um consenso sobre as consequências sociais
 
da atividade econômica. A sociedade requer das organizações
15
uma nova configuração da atividade econômica, pautada na
 
ética e na responsabilidade para com a sociedade e o meio
 
ambiente, a fim de minimizar problemas sociais como
 
concentração de renda, precarização das relações de trabalho
 
e falta de direitos básicos como educação, saúde e moradia,
20
agravados, entre outros motivos, por propostas que concebem
 
um Estado que seja parco em prestações sociais e no qual a
 
própria sociedade se responsabilize pelos riscos de sua
 
existência, só recorrendo ao Poder Público subsidiariamente,
 
na impossibilidade de autossatisfação de suas necessidades.
Samia Moda Cirino. Sustentabilidade no meio ambiente de trabalho: um novo paradigma para a valorização do trabalho humano. Internet: <www.publicadireito.com.br> (com adaptações).
Com relação às ideias e aos aspectos linguísticos do texto apresentado, julgue os itens que se seguem.
Depreende-se do texto que a reestruturação da produção industrial e a supressão do valor laboral representam, para a sociedade, consequências negativas da adoção do modelo econômico de produção capitalista.
Questão 45

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
A história do território brasileiro é, a um só tempo, una e
 
diversa, pois é também a soma e a síntese das histórias de suas
 
regiões. De um ponto de vista genético, as variáveis do espaço
 
brasileiro são assincrônicas, mas em cada lugar elas funcionam
5
sincronicamente e tendem a ser assim também quanto ao todo. Daí
 
as descontinuidades que permitiram explicar as diversidades
 
regionais.
Milton Santos e Maria Silveira. Brasil: território e sociedade no início do século XXI. Record, 2005, p. 23 (com adaptações).
Tendo como referência o texto antecedente, julgue os itens que se seguem, acerca dos fenômenos políticos, econômicos e sociais atuais no Brasil.
Os danos provocados pela greve de caminhoneiros ocorrida em 2018 no Brasil só não foram maiores porque o transporte rodoviário é percentualmente menor que o da soma dos demais modais responsáveis pelo transporte de mercadorias no país.
Questão 46

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
O modelo econômico de produção capitalista,
 
aperfeiçoado pelos avanços científicos e tecnológicos que, por
 
sua vez, proporcionaram a reestruturação da produção e a
 
Terceira Revolução Industrial, retirou do trabalho seu valor,
5
transformando o empregado em simples mercadoria inserta no
 
processo de produção. Nesse contexto, o trabalhador se vê
 
tolhido da principal manifestação de sua humanidade e
 
dignidade: o trabalho. A luta dos trabalhadores, portanto, não
 
é mais apenas por condições melhores de subsistência, mas
10
pela própria dignidade do ser humano.
 
Em face desse cenário, a opinião pública passa a
 
questionar o papel do Estado e das instituições dominantes, no
 
sentido de buscar um consenso sobre as consequências sociais
 
da atividade econômica. A sociedade requer das organizações
15
uma nova configuração da atividade econômica, pautada na
 
ética e na responsabilidade para com a sociedade e o meio
 
ambiente, a fim de minimizar problemas sociais como
 
concentração de renda, precarização das relações de trabalho
 
e falta de direitos básicos como educação, saúde e moradia,
20
agravados, entre outros motivos, por propostas que concebem
 
um Estado que seja parco em prestações sociais e no qual a
 
própria sociedade se responsabilize pelos riscos de sua
 
existência, só recorrendo ao Poder Público subsidiariamente,
 
na impossibilidade de autossatisfação de suas necessidades.
Samia Moda Cirino. Sustentabilidade no meio ambiente de trabalho: um novo paradigma para a valorização do trabalho humano. Internet: <www.publicadireito.com.br> (com adaptações).
Com relação às ideias e aos aspectos linguísticos do texto apresentado, julgue os itens que se seguem.
Depreende-se do texto que a reestruturação da produção industrial e a supressão do valor laboral representam, para a sociedade, consequências negativas da adoção do modelo econômico de produção capitalista.
Questão 47

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
A história do território brasileiro é, a um só tempo, una e
 
diversa, pois é também a soma e a síntese das histórias de suas
 
regiões. De um ponto de vista genético, as variáveis do espaço
 
brasileiro são assincrônicas, mas em cada lugar elas funcionam
5
sincronicamente e tendem a ser assim também quanto ao todo. Daí
 
as descontinuidades que permitiram explicar as diversidades
 
regionais.
Milton Santos e Maria Silveira. Brasil: território e sociedade no início do século XXI. Record, 2005, p. 23 (com adaptações).
Tendo como referência o texto antecedente, julgue os itens que se seguem, acerca dos fenômenos políticos, econômicos e sociais atuais no Brasil.
O Brasil possui destaque na exportação de commodities como minério de ferro, soja, petróleo e açúcar brutos, além de carne de frango, sendo os principais parceiros no comércio exterior brasileiro a China, os EUA e a Argentina.
Questão 48

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
A história do território brasileiro é, a um só tempo, una e
 
diversa, pois é também a soma e a síntese das histórias de suas
 
regiões. De um ponto de vista genético, as variáveis do espaço
 
brasileiro são assincrônicas, mas em cada lugar elas funcionam
5
sincronicamente e tendem a ser assim também quanto ao todo. Daí
 
as descontinuidades que permitiram explicar as diversidades
 
regionais.
Milton Santos e Maria Silveira. Brasil: território e sociedade no início do século XXI. Record, 2005, p. 23 (com adaptações).
Tendo como referência o texto antecedente, julgue os itens que se seguem, acerca dos fenômenos políticos, econômicos e sociais atuais no Brasil.
Na qualidade de esteio maior da lei, a justiça protagonizada pela formalidade do Poder Judiciário deve atender aos interesses dos demais poderes da República.
Questão 49

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
A história do território brasileiro é, a um só tempo, una e
 
diversa, pois é também a soma e a síntese das histórias de suas
 
regiões. De um ponto de vista genético, as variáveis do espaço
 
brasileiro são assincrônicas, mas em cada lugar elas funcionam
5
sincronicamente e tendem a ser assim também quanto ao todo. Daí
 
as descontinuidades que permitiram explicar as diversidades
 
regionais.
Milton Santos e Maria Silveira. Brasil: território e sociedade no início do século XXI. Record, 2005, p. 23 (com adaptações).
Tendo como referência o texto antecedente, julgue os itens que se seguem, acerca dos fenômenos políticos, econômicos e sociais atuais no Brasil.
A recente descentralização industrial brasileira é explicada e entendida por intermédio das relações bilaterais e do fortalecimento do MERCOSUL.
Questão 50

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
A história do território brasileiro é, a um só tempo, una e
 
diversa, pois é também a soma e a síntese das histórias de suas
 
regiões. De um ponto de vista genético, as variáveis do espaço
 
brasileiro são assincrônicas, mas em cada lugar elas funcionam
5
sincronicamente e tendem a ser assim também quanto ao todo. Daí
 
as descontinuidades que permitiram explicar as diversidades
 
regionais.
Milton Santos e Maria Silveira. Brasil: território e sociedade no início do século XXI. Record, 2005, p. 23 (com adaptações).
Tendo como referência o texto antecedente, julgue os itens que se seguem, acerca dos fenômenos políticos, econômicos e sociais atuais no Brasil.
A desigualdade de renda no Brasil, entre outras questões, é alimentada pelos impostos que incidem sobre a produção e o consumo: essa modalidade faz que a população menos abastada de capital acabe pagando, proporcionalmente, mais impostos.
Questão 51

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
Com relação à origem e às fontes do direito administrativo, aos sistemas administrativos e à administração pública em geral, julgue os itens que se seguem.
Um dos aspectos da constitucionalização do direito administrativo se refere à elevação, ao nível constitucional, de matérias antes tratadas por legislação infraconstitucional.
Questão 52

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
Com relação à origem e às fontes do direito administrativo, aos sistemas administrativos e à administração pública em geral, julgue os itens que se seguem.
No Brasil, assim como no sistema de common law, o costume é uma das fontes principais do direito administrativo.
Questão 53

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
O modelo econômico de produção capitalista,
 
aperfeiçoado pelos avanços científicos e tecnológicos que, por
 
sua vez, proporcionaram a reestruturação da produção e a
 
Terceira Revolução Industrial, retirou do trabalho seu valor,
5
transformando o empregado em simples mercadoria inserta no
 
processo de produção. Nesse contexto, o trabalhador se vê
 
tolhido da principal manifestação de sua humanidade e
 
dignidade: o trabalho. A luta dos trabalhadores, portanto, não
 
é mais apenas por condições melhores de subsistência, mas
10
pela própria dignidade do ser humano.
 
Em face desse cenário, a opinião pública passa a
 
questionar o papel do Estado e das instituições dominantes, no
 
sentido de buscar um consenso sobre as consequências sociais
 
da atividade econômica. A sociedade requer das organizações
15
uma nova configuração da atividade econômica, pautada na
 
ética e na responsabilidade para com a sociedade e o meio
 
ambiente, a fim de minimizar problemas sociais como
 
concentração de renda, precarização das relações de trabalho
 
e falta de direitos básicos como educação, saúde e moradia,
20
agravados, entre outros motivos, por propostas que concebem
 
um Estado que seja parco em prestações sociais e no qual a
 
própria sociedade se responsabilize pelos riscos de sua
 
existência, só recorrendo ao Poder Público subsidiariamente,
 
na impossibilidade de autossatisfação de suas necessidades.
Samia Moda Cirino. Sustentabilidade no meio ambiente de trabalho: um novo paradigma para a valorização do trabalho humano. Internet: <www.publicadireito.com.br> (com adaptações).
Com relação às ideias e aos aspectos linguísticos do texto apresentado, julgue os itens que se seguem.
Depreende-se do texto que a reestruturação da produção industrial e a supressão do valor laboral representam, para a sociedade, consequências negativas da adoção do modelo econômico de produção capitalista.
Questão 54

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
Com relação à origem e às fontes do direito administrativo, aos sistemas administrativos e à administração pública em geral, julgue os itens que se seguem.
Em sentido objetivo, administração pública designa os entes que exercem a atividade administrativa de forma a balizar a execução da função administrativa.
Questão 55

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
Com relação à origem e às fontes do direito administrativo, aos sistemas administrativos e à administração pública em geral, julgue os itens que se seguem.
O conjunto das prerrogativas e restrições a que está sujeita a administração pública e que não se encontra nas relações entre particulares constitui o regime jurídico administrativo.
Questão 56

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
À luz das normas pertinentes à administração pública e com relação a atos e contratos administrativos, serviços públicos, improbidade administrativa e intervenção do Estado na propriedade, julgue os itens seguintes.
A ocorrência da decadência gera a extinção de direito, o que, contudo, não impede a administração pública de se manifestar a tempo e modo em processo administrativo.
Questão 57

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
O modelo econômico de produção capitalista,
 
aperfeiçoado pelos avanços científicos e tecnológicos que, por
 
sua vez, proporcionaram a reestruturação da produção e a
 
Terceira Revolução Industrial, retirou do trabalho seu valor,
5
transformando o empregado em simples mercadoria inserta no
 
processo de produção. Nesse contexto, o trabalhador se vê
 
tolhido da principal manifestação de sua humanidade e
 
dignidade: o trabalho. A luta dos trabalhadores, portanto, não
 
é mais apenas por condições melhores de subsistência, mas
10
pela própria dignidade do ser humano.
 
Em face desse cenário, a opinião pública passa a
 
questionar o papel do Estado e das instituições dominantes, no
 
sentido de buscar um consenso sobre as consequências sociais
 
da atividade econômica. A sociedade requer das organizações
15
uma nova configuração da atividade econômica, pautada na
 
ética e na responsabilidade para com a sociedade e o meio
 
ambiente, a fim de minimizar problemas sociais como
 
concentração de renda, precarização das relações de trabalho
 
e falta de direitos básicos como educação, saúde e moradia,
20
agravados, entre outros motivos, por propostas que concebem
 
um Estado que seja parco em prestações sociais e no qual a
 
própria sociedade se responsabilize pelos riscos de sua
 
existência, só recorrendo ao Poder Público subsidiariamente,
 
na impossibilidade de autossatisfação de suas necessidades.
Samia Moda Cirino. Sustentabilidade no meio ambiente de trabalho: um novo paradigma para a valorização do trabalho humano. Internet: <www.publicadireito.com.br> (com adaptações).
Com relação às ideias e aos aspectos linguísticos do texto apresentado, julgue os itens que se seguem.
Depreende-se do texto que a reestruturação da produção industrial e a supressão do valor laboral representam, para a sociedade, consequências negativas da adoção do modelo econômico de produção capitalista.
Questão 58

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
À luz das normas pertinentes à administração pública e com relação a atos e contratos administrativos, serviços públicos, improbidade administrativa e intervenção do Estado na propriedade, julgue os itens seguintes.
Encampação é a denominação dada à rescisão unilateral de uma concessão pública antes do prazo inicialmente estabelecido entre as partes e equivale à retomada da execução do serviço pelo poder concedente.
Questão 59

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
À luz das normas pertinentes à administração pública e com relação a atos e contratos administrativos, serviços públicos, improbidade administrativa e intervenção do Estado na propriedade, julgue os itens seguintes.
O recebimento de vantagem econômica para intermediar a liberação ou aplicação de verba pública de qualquer natureza constitui ato de improbidade administrativa que importa prejuízo ao erário.
Questão 60

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
O modelo econômico de produção capitalista,
 
aperfeiçoado pelos avanços científicos e tecnológicos que, por
 
sua vez, proporcionaram a reestruturação da produção e a
 
Terceira Revolução Industrial, retirou do trabalho seu valor,
5
transformando o empregado em simples mercadoria inserta no
 
processo de produção. Nesse contexto, o trabalhador se vê
 
tolhido da principal manifestação de sua humanidade e
 
dignidade: o trabalho. A luta dos trabalhadores, portanto, não
 
é mais apenas por condições melhores de subsistência, mas
10
pela própria dignidade do ser humano.
 
Em face desse cenário, a opinião pública passa a
 
questionar o papel do Estado e das instituições dominantes, no
 
sentido de buscar um consenso sobre as consequências sociais
 
da atividade econômica. A sociedade requer das organizações
15
uma nova configuração da atividade econômica, pautada na
 
ética e na responsabilidade para com a sociedade e o meio
 
ambiente, a fim de minimizar problemas sociais como
 
concentração de renda, precarização das relações de trabalho
 
e falta de direitos básicos como educação, saúde e moradia,
20
agravados, entre outros motivos, por propostas que concebem
 
um Estado que seja parco em prestações sociais e no qual a
 
própria sociedade se responsabilize pelos riscos de sua
 
existência, só recorrendo ao Poder Público subsidiariamente,
 
na impossibilidade de autossatisfação de suas necessidades.
Samia Moda Cirino. Sustentabilidade no meio ambiente de trabalho: um novo paradigma para a valorização do trabalho humano. Internet: <www.publicadireito.com.br> (com adaptações).
Com relação às ideias e aos aspectos linguísticos do texto apresentado, julgue os itens que se seguem.
Depreende-se do texto que a reestruturação da produção industrial e a supressão do valor laboral representam, para a sociedade, consequências negativas da adoção do modelo econômico de produção capitalista.
Questão 61

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
O modelo econômico de produção capitalista,
 
aperfeiçoado pelos avanços científicos e tecnológicos que, por
 
sua vez, proporcionaram a reestruturação da produção e a
 
Terceira Revolução Industrial, retirou do trabalho seu valor,
5
transformando o empregado em simples mercadoria inserta no
 
processo de produção. Nesse contexto, o trabalhador se vê
 
tolhido da principal manifestação de sua humanidade e
 
dignidade: o trabalho. A luta dos trabalhadores, portanto, não
 
é mais apenas por condições melhores de subsistência, mas
10
pela própria dignidade do ser humano.
 
Em face desse cenário, a opinião pública passa a
 
questionar o papel do Estado e das instituições dominantes, no
 
sentido de buscar um consenso sobre as consequências sociais
 
da atividade econômica. A sociedade requer das organizações
15
uma nova configuração da atividade econômica, pautada na
 
ética e na responsabilidade para com a sociedade e o meio
 
ambiente, a fim de minimizar problemas sociais como
 
concentração de renda, precarização das relações de trabalho
 
e falta de direitos básicos como educação, saúde e moradia,
20
agravados, entre outros motivos, por propostas que concebem
 
um Estado que seja parco em prestações sociais e no qual a
 
própria sociedade se responsabilize pelos riscos de sua
 
existência, só recorrendo ao Poder Público subsidiariamente,
 
na impossibilidade de autossatisfação de suas necessidades.
Samia Moda Cirino. Sustentabilidade no meio ambiente de trabalho: um novo paradigma para a valorização do trabalho humano. Internet: <www.publicadireito.com.br> (com adaptações).
Com relação às ideias e aos aspectos linguísticos do texto apresentado, julgue os itens que se seguem.
Depreende-se do texto que a reestruturação da produção industrial e a supressão do valor laboral representam, para a sociedade, consequências negativas da adoção do modelo econômico de produção capitalista.
Questão 62

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
De acordo com a Lei estadual nº 6.123/1968, que instituiu o Regime Jurídico dos Funcionários Públicos Civis do Estado de Pernambuco, julgue o seguinte item.
Promoção é a elevação do funcionário, em caráter efetivo, à classe imediatamente superior à que pertence na respectiva série, o que pode ocorrer mesmo quando houver em disponibilidade funcionário aproveitável na vaga.
Questão 63

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
À luz da Constituição Federal de 1988, julgue os itens a seguir, acerca da organização do Estado e da organização dos poderes.
Os ministérios públicos estaduais não têm legitimidade para atuar em processo no Supremo Tribunal Federal e no Superior Tribunal de Justiça, pois tal competência é exclusiva do Ministério Público Federal.
Questão 64

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
À luz da Constituição Federal de 1988, julgue os itens a seguir, acerca da organização do Estado e da organização dos poderes.
Por força do princípio da isonomia, o Poder Judiciário poderá, por meio de decisão judicial devidamente fundamentada, estender reajustes e aumentar vencimentos de servidores públicos.
Questão 65

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
À luz da Constituição Federal de 1988, julgue os itens a seguir, acerca da organização do Estado e da organização dos poderes.
Os estados poderão intervir em seus municípios quando o tribunal de justiça der provimento a representação para assegurar a observância de princípios indicados na Constituição Federal de 1988.
Questão 66

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
À luz da Constituição Federal de 1988, julgue os itens a seguir, acerca da organização do Estado e da organização dos poderes.
As contas do governo de territórios serão submetidas ao Congresso Nacional, com parecer prévio do Tribunal de Contas da União.
Questão 67

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
O modelo econômico de produção capitalista,
 
aperfeiçoado pelos avanços científicos e tecnológicos que, por
 
sua vez, proporcionaram a reestruturação da produção e a
 
Terceira Revolução Industrial, retirou do trabalho seu valor,
5
transformando o empregado em simples mercadoria inserta no
 
processo de produção. Nesse contexto, o trabalhador se vê
 
tolhido da principal manifestação de sua humanidade e
 
dignidade: o trabalho. A luta dos trabalhadores, portanto, não
 
é mais apenas por condições melhores de subsistência, mas
10
pela própria dignidade do ser humano.
 
Em face desse cenário, a opinião pública passa a
 
questionar o papel do Estado e das instituições dominantes, no
 
sentido de buscar um consenso sobre as consequências sociais
 
da atividade econômica. A sociedade requer das organizações
15
uma nova configuração da atividade econômica, pautada na
 
ética e na responsabilidade para com a sociedade e o meio
 
ambiente, a fim de minimizar problemas sociais como
 
concentração de renda, precarização das relações de trabalho
 
e falta de direitos básicos como educação, saúde e moradia,
20
agravados, entre outros motivos, por propostas que concebem
 
um Estado que seja parco em prestações sociais e no qual a
 
própria sociedade se responsabilize pelos riscos de sua
 
existência, só recorrendo ao Poder Público subsidiariamente,
 
na impossibilidade de autossatisfação de suas necessidades.
Samia Moda Cirino. Sustentabilidade no meio ambiente de trabalho: um novo paradigma para a valorização do trabalho humano. Internet: <www.publicadireito.com.br> (com adaptações).
Com relação às ideias e aos aspectos linguísticos do texto apresentado, julgue os itens que se seguem.
Depreende-se do texto que a reestruturação da produção industrial e a supressão do valor laboral representam, para a sociedade, consequências negativas da adoção do modelo econômico de produção capitalista.
Questão 68

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
Considerando a jurisprudência dos tribunais superiores e a legislação de regência, julgue os itens seguintes, referentes ao Conselho de República, ao princípio da separação dos poderes e ao Poder Judiciário.
Compete ao Conselho da República se pronunciar acerca de questões relevantes para a estabilidade das instituições democráticas, assim como acerca de estado de defesa, de estado de sítio e de intervenção federal.
Questão 69

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
Considerando a jurisprudência dos tribunais superiores e a legislação de regência, julgue os itens seguintes, referentes ao Conselho de República, ao princípio da separação dos poderes e ao Poder Judiciário.
O princípio da separação dos poderes, que rege o ordenamento jurídico brasileiro, é originário da teoria de freios e contrapesos, desenvolvida na obra O príncipe, de Maquiavel.
Questão 70

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
Considerando a jurisprudência dos tribunais superiores e a legislação de regência, julgue os itens seguintes, referentes ao Conselho de República, ao princípio da separação dos poderes e ao Poder Judiciário.
A justiça comum estadual é competente para julgar abusividade de greve de servidores públicos celetistas da Procuradoria-Geral do Estado de Pernambuco.
Questão 71

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
Ronaldo, ocultando sua verdadeira intenção, celebrou com Fernando um negócio jurídico, que se concretizaria somente quando Fernando contraísse matrimônio.
Considerando essa situação hipotética e as regras de direito civil, julgue os itens seguintes.

Como Fernando não teve conhecimento da reserva mental de Ronaldo, o ato, a princípio, subsiste e produz efeitos.
Questão 72

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
Ronaldo, ocultando sua verdadeira intenção, celebrou com Fernando um negócio jurídico, que se concretizaria somente quando Fernando contraísse matrimônio.
Considerando essa situação hipotética e as regras de direito civil, julgue os itens seguintes.

A situação ilustra hipótese de condição resolutiva, pois a eficácia do negócio jurídico em questão depende da celebração de matrimônio por Fernando.
Questão 73

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
Ronaldo, ocultando sua verdadeira intenção, celebrou com Fernando um negócio jurídico, que se concretizaria somente quando Fernando contraísse matrimônio.
Considerando essa situação hipotética e as regras de direito civil, julgue os itens seguintes.

Se o motivo determinante, comum a ambas as partes, for ilícito, o negócio jurídico será nulo e, portanto, ficará insuscetível de convalidação pelo decurso do tempo.
Questão 74

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
O modelo econômico de produção capitalista,
 
aperfeiçoado pelos avanços científicos e tecnológicos que, por
 
sua vez, proporcionaram a reestruturação da produção e a
 
Terceira Revolução Industrial, retirou do trabalho seu valor,
5
transformando o empregado em simples mercadoria inserta no
 
processo de produção. Nesse contexto, o trabalhador se vê
 
tolhido da principal manifestação de sua humanidade e
 
dignidade: o trabalho. A luta dos trabalhadores, portanto, não
 
é mais apenas por condições melhores de subsistência, mas
10
pela própria dignidade do ser humano.
 
Em face desse cenário, a opinião pública passa a
 
questionar o papel do Estado e das instituições dominantes, no
 
sentido de buscar um consenso sobre as consequências sociais
 
da atividade econômica. A sociedade requer das organizações
15
uma nova configuração da atividade econômica, pautada na
 
ética e na responsabilidade para com a sociedade e o meio
 
ambiente, a fim de minimizar problemas sociais como
 
concentração de renda, precarização das relações de trabalho
 
e falta de direitos básicos como educação, saúde e moradia,
20
agravados, entre outros motivos, por propostas que concebem
 
um Estado que seja parco em prestações sociais e no qual a
 
própria sociedade se responsabilize pelos riscos de sua
 
existência, só recorrendo ao Poder Público subsidiariamente,
 
na impossibilidade de autossatisfação de suas necessidades.
Samia Moda Cirino. Sustentabilidade no meio ambiente de trabalho: um novo paradigma para a valorização do trabalho humano. Internet: <www.publicadireito.com.br> (com adaptações).
Com relação às ideias e aos aspectos linguísticos do texto apresentado, julgue os itens que se seguem.
Depreende-se do texto que a reestruturação da produção industrial e a supressão do valor laboral representam, para a sociedade, consequências negativas da adoção do modelo econômico de produção capitalista.
Questão 75

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
O modelo econômico de produção capitalista,
 
aperfeiçoado pelos avanços científicos e tecnológicos que, por
 
sua vez, proporcionaram a reestruturação da produção e a
 
Terceira Revolução Industrial, retirou do trabalho seu valor,
5
transformando o empregado em simples mercadoria inserta no
 
processo de produção. Nesse contexto, o trabalhador se vê
 
tolhido da principal manifestação de sua humanidade e
 
dignidade: o trabalho. A luta dos trabalhadores, portanto, não
 
é mais apenas por condições melhores de subsistência, mas
10
pela própria dignidade do ser humano.
 
Em face desse cenário, a opinião pública passa a
 
questionar o papel do Estado e das instituições dominantes, no
 
sentido de buscar um consenso sobre as consequências sociais
 
da atividade econômica. A sociedade requer das organizações
15
uma nova configuração da atividade econômica, pautada na
 
ética e na responsabilidade para com a sociedade e o meio
 
ambiente, a fim de minimizar problemas sociais como
 
concentração de renda, precarização das relações de trabalho
 
e falta de direitos básicos como educação, saúde e moradia,
20
agravados, entre outros motivos, por propostas que concebem
 
um Estado que seja parco em prestações sociais e no qual a
 
própria sociedade se responsabilize pelos riscos de sua
 
existência, só recorrendo ao Poder Público subsidiariamente,
 
na impossibilidade de autossatisfação de suas necessidades.
Samia Moda Cirino. Sustentabilidade no meio ambiente de trabalho: um novo paradigma para a valorização do trabalho humano. Internet: <www.publicadireito.com.br> (com adaptações).
Com relação às ideias e aos aspectos linguísticos do texto apresentado, julgue os itens que se seguem.
Depreende-se do texto que a reestruturação da produção industrial e a supressão do valor laboral representam, para a sociedade, consequências negativas da adoção do modelo econômico de produção capitalista.
Questão 76

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
Com base nas disposições do Código Civil acerca de contratos, julgue os itens subsequentes.
Em contratos de compra e venda, até o momento da tradição, os riscos relacionados à coisa ficam por conta do vendedor, enquanto os riscos referentes ao preço competem ao comprador.
Questão 77

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
Com base nas disposições do Código Civil acerca de contratos, julgue os itens subsequentes.
O vendedor de coisa imóvel poderá inserir cláusula de retrovenda no contrato de compra e venda, para reservar a si o direito de recobrar a coisa em até cinco anos, bastando para a consumação da retrovenda a restituição do valor recebido.
Questão 78

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
Com base nas disposições do Código Civil acerca de contratos, julgue os itens subsequentes.
Em qualquer hipótese, a doação verbal não é válida quando o objeto for bem móvel.
Questão 79

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
Em razão de uma colisão de veículos, Roberta, motorista e proprietária de um dos veículos, firmou acordo para reparação de danos com Hugo e Eduardo, respectivamente, motorista e proprietário do outro veículo envolvido no acidente. No entanto, por ter sido descumprido o referido pacto, Roberta ajuizou ação em desfavor deles. Hugo apresentou a sua contestação no prazo legal, e Eduardo não realizou esse ato processual.

Considerando essa situação hipotética e as disposições do Código de Processo Civil, julgue os itens seguintes.

Se, na petição inicial apresentada por Roberta, faltarem provas indispensáveis à demonstração da verdade dos fatos por ela alegados, o juiz deverá indeferir imediatamente a inicial.
Questão 80

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
Em razão de uma colisão de veículos, Roberta, motorista e proprietária de um dos veículos, firmou acordo para reparação de danos com Hugo e Eduardo, respectivamente, motorista e proprietário do outro veículo envolvido no acidente. No entanto, por ter sido descumprido o referido pacto, Roberta ajuizou ação em desfavor deles. Hugo apresentou a sua contestação no prazo legal, e Eduardo não realizou esse ato processual.

Considerando essa situação hipotética e as disposições do Código de Processo Civil, julgue os itens seguintes.

Caso algum dos pedidos de Roberta esteja em dissonância com entendimento firmado em súmula pelo Superior Tribunal de Justiça, o juiz deverá julgá-lo liminarmente improcedente.
Questão 81

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
Em razão de uma colisão de veículos, Roberta, motorista e proprietária de um dos veículos, firmou acordo para reparação de danos com Hugo e Eduardo, respectivamente, motorista e proprietário do outro veículo envolvido no acidente. No entanto, por ter sido descumprido o referido pacto, Roberta ajuizou ação em desfavor deles. Hugo apresentou a sua contestação no prazo legal, e Eduardo não realizou esse ato processual.

Considerando essa situação hipotética e as disposições do Código de Processo Civil, julgue os itens seguintes.

Por não ter apresentado contestação, Eduardo será considerado revel, estabelecendo-se a presunção de que todos os fatos alegados por Roberta são verdadeiros.
Questão 82

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
Em razão de uma colisão de veículos, Roberta, motorista e proprietária de um dos veículos, firmou acordo para reparação de danos com Hugo e Eduardo, respectivamente, motorista e proprietário do outro veículo envolvido no acidente. No entanto, por ter sido descumprido o referido pacto, Roberta ajuizou ação em desfavor deles. Hugo apresentou a sua contestação no prazo legal, e Eduardo não realizou esse ato processual.

Considerando essa situação hipotética e as disposições do Código de Processo Civil, julgue os itens seguintes.

Apesar de não ter apresentado contestação, Eduardo poderá produzir provas em contraposição às alegações de Roberta, desde que se faça representar nos autos em tempo hábil para a prática dos atos processuais referentes a essa produção.
Questão 83

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
O modelo econômico de produção capitalista,
 
aperfeiçoado pelos avanços científicos e tecnológicos que, por
 
sua vez, proporcionaram a reestruturação da produção e a
 
Terceira Revolução Industrial, retirou do trabalho seu valor,
5
transformando o empregado em simples mercadoria inserta no
 
processo de produção. Nesse contexto, o trabalhador se vê
 
tolhido da principal manifestação de sua humanidade e
 
dignidade: o trabalho. A luta dos trabalhadores, portanto, não
 
é mais apenas por condições melhores de subsistência, mas
10
pela própria dignidade do ser humano.
 
Em face desse cenário, a opinião pública passa a
 
questionar o papel do Estado e das instituições dominantes, no
 
sentido de buscar um consenso sobre as consequências sociais
 
da atividade econômica. A sociedade requer das organizações
15
uma nova configuração da atividade econômica, pautada na
 
ética e na responsabilidade para com a sociedade e o meio
 
ambiente, a fim de minimizar problemas sociais como
 
concentração de renda, precarização das relações de trabalho
 
e falta de direitos básicos como educação, saúde e moradia,
20
agravados, entre outros motivos, por propostas que concebem
 
um Estado que seja parco em prestações sociais e no qual a
 
própria sociedade se responsabilize pelos riscos de sua
 
existência, só recorrendo ao Poder Público subsidiariamente,
 
na impossibilidade de autossatisfação de suas necessidades.
Samia Moda Cirino. Sustentabilidade no meio ambiente de trabalho: um novo paradigma para a valorização do trabalho humano. Internet: <www.publicadireito.com.br> (com adaptações).
Com relação às ideias e aos aspectos linguísticos do texto apresentado, julgue os itens que se seguem.
Depreende-se do texto que a reestruturação da produção industrial e a supressão do valor laboral representam, para a sociedade, consequências negativas da adoção do modelo econômico de produção capitalista.
Questão 84

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
Por ter sofrido sucessivos erros em cirurgias feitas em hospital público de determinado estado, João ficou com uma deformidade no corpo, razão pela qual ajuizou ação de reparação de danos em desfavor do referido estado.

Tendo como referência essa situação hipotética e os dispositivos do Código de Processo Civil, julgue os itens subsecutivos.

O foro competente para o ajuizamento da referida ação será o da ocorrência do fato, não podendo ser escolhido o foro do domicílio de João.
Questão 85

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
Por ter sofrido sucessivos erros em cirurgias feitas em hospital público de determinado estado, João ficou com uma deformidade no corpo, razão pela qual ajuizou ação de reparação de danos em desfavor do referido estado.

Tendo como referência essa situação hipotética e os dispositivos do Código de Processo Civil, julgue os itens subsecutivos.

O estado possui prazo em dobro para apresentar as manifestações processuais necessárias.
Questão 86

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
Por ter sofrido sucessivos erros em cirurgias feitas em hospital público de determinado estado, João ficou com uma deformidade no corpo, razão pela qual ajuizou ação de reparação de danos em desfavor do referido estado.

Tendo como referência essa situação hipotética e os dispositivos do Código de Processo Civil, julgue os itens subsecutivos.

A citação do estado deverá ser realizada perante o órgão de advocacia pública responsável pela sua representação judicial.
Questão 87

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
Por ter sofrido sucessivos erros em cirurgias feitas em hospital público de determinado estado, João ficou com uma deformidade no corpo, razão pela qual ajuizou ação de reparação de danos em desfavor do referido estado.

Tendo como referência essa situação hipotética e os dispositivos do Código de Processo Civil, julgue os itens subsecutivos.

O juiz não poderá alterar a ordem de produção dos meios de prova, ainda que isso se mostre adequado às necessidades do conflito, pois tal ato importaria prejuízo presumido à demanda.
Questão 88

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
Por ter sofrido sucessivos erros em cirurgias feitas em hospital público de determinado estado, João ficou com uma deformidade no corpo, razão pela qual ajuizou ação de reparação de danos em desfavor do referido estado.

Tendo como referência essa situação hipotética e os dispositivos do Código de Processo Civil, julgue os itens subsecutivos.

Se o advogado de João falecer durante o curso do processo e João descumprir a determinação judicial de constituição de novo mandatário no prazo de quinze dias, o juiz extinguirá o processo sem resolução de mérito.
Questão 89

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
À luz do entendimento jurisprudencial do Tribunal Superior do Trabalho (TST) a respeito do direito de férias, julgue os itens seguintes.
A conversão de um terço do período de férias em abono pecuniário é direito potestativo do empregado e, portanto, não pode ser imposta pelo empregador.
Questão 90

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
À luz do entendimento jurisprudencial do Tribunal Superior do Trabalho (TST) a respeito do direito de férias, julgue os itens seguintes.
O empregado que se demite antes de completar doze meses de serviço não terá direito ao recebimento de indenização relativa a férias.
Questão 91

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
Acerca do repouso semanal remunerado, julgue o seguinte item.
Empregado que exerce cargo de confiança em uma empresa não possui direito ao repouso semanal remunerado, em razão de exercer função diferenciada e receber remuneração adequada a essa função.
Questão 92

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
Órgão de imprensa oficial de determinado estado contratou uma empresa para fazer a distribuição dos diários oficiais por intermédio de motoboys. Recentemente, a empresa contratada demitiu um desses empregados, sem cumprir com o devido pagamento de verbas rescisórias a ele.

Com relação a essa situação hipotética, julgue o próximo item.

Nessa situação, está caracterizada a terceirização do serviço, sendo cabível ao motoboy demitido solicitar a responsabilização subsidiária do órgão de imprensa oficial para o pagamento das verbas rescisórias não adimplidas pela empresa contratada.
Questão 93

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
No que se refere a atividades insalubres e perigosas, julgue os itens subsecutivos.
Operador de máquinas exposto, sem a proteção adequada, a ruídos e agentes químicos nocivos à saúde não poderá cumular dois adicionais de insalubridade, apesar da exposição a dois fatores de insalubridade.
Questão 94

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
No que se refere a atividades insalubres e perigosas, julgue os itens subsecutivos.
Empregado que, diariamente, adentra área considerada de risco, por período de tempo entre cinco minutos e quinze minutos, exerce atividade caracterizada como perigosa e deve receber o respectivo adicional de periculosidade.
Questão 95

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
Considerando a jurisprudência do TST, julgue o item a seguir, relativo a estabilidade e garantias provisórias do emprego.
Pessoa que exerce cargo em comissão em empresa pública não faz jus à estabilidade provisória, porque a dispensa a qualquer tempo é inerente à natureza de cargo comissionado.
Questão 96

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
A respeito de contrato individual de trabalho e de rescisão do contrato de trabalho, julgue os itens seguintes.
A dispensa sem justa causa de empregado concursado de empresa pública deve ser previamente motivada, em razão das garantias previstas para o ingressante por concurso público.
Questão 97

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
A respeito de contrato individual de trabalho e de rescisão do contrato de trabalho, julgue os itens seguintes.
A aposentadoria espontânea não constitui causa de extinção do contrato de trabalho se o empregado continuar a prestar serviços ao empregador após a aposentadoria.
Questão 98

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
Uma empregada foi contratada a título de experiência por noventa dias. Antes de expirar esse prazo, ela engravidou e apresentou atestado que comprovava o seu estado gravídico ao empregador.

Considerando essa situação hipotética, julgue o próximo item, de acordo com a jurisprudência do TST acerca da estabilidade de empregada gestante.

À referida empregada será assegurada a estabilidade temporária de gestante, apesar de ela estar em período de experiência.
Questão 99

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
O modelo econômico de produção capitalista,
 
aperfeiçoado pelos avanços científicos e tecnológicos que, por
 
sua vez, proporcionaram a reestruturação da produção e a
 
Terceira Revolução Industrial, retirou do trabalho seu valor,
5
transformando o empregado em simples mercadoria inserta no
 
processo de produção. Nesse contexto, o trabalhador se vê
 
tolhido da principal manifestação de sua humanidade e
 
dignidade: o trabalho. A luta dos trabalhadores, portanto, não
 
é mais apenas por condições melhores de subsistência, mas
10
pela própria dignidade do ser humano.
 
Em face desse cenário, a opinião pública passa a
 
questionar o papel do Estado e das instituições dominantes, no
 
sentido de buscar um consenso sobre as consequências sociais
 
da atividade econômica. A sociedade requer das organizações
15
uma nova configuração da atividade econômica, pautada na
 
ética e na responsabilidade para com a sociedade e o meio
 
ambiente, a fim de minimizar problemas sociais como
 
concentração de renda, precarização das relações de trabalho
 
e falta de direitos básicos como educação, saúde e moradia,
20
agravados, entre outros motivos, por propostas que concebem
 
um Estado que seja parco em prestações sociais e no qual a
 
própria sociedade se responsabilize pelos riscos de sua
 
existência, só recorrendo ao Poder Público subsidiariamente,
 
na impossibilidade de autossatisfação de suas necessidades.
Samia Moda Cirino. Sustentabilidade no meio ambiente de trabalho: um novo paradigma para a valorização do trabalho humano. Internet: <www.publicadireito.com.br> (com adaptações).
Com relação às ideias e aos aspectos linguísticos do texto apresentado, julgue os itens que se seguem.
Depreende-se do texto que a reestruturação da produção industrial e a supressão do valor laboral representam, para a sociedade, consequências negativas da adoção do modelo econômico de produção capitalista.
Questão 100

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
Com relação ao tempo e ao lugar do crime e à aplicação da lei penal no tempo, julgue os itens seguintes.
A superveniência de lei penal mais gravosa que a anterior não impede que a nova lei se aplique aos crimes continuados ou ao crime permanente, caso o início da vigência da referida lei seja anterior à cessação da continuidade ou da permanência.
Questão 101

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
A respeito de ação penal, espécies e cominação de penas, julgue os itens a seguir.
A reincidência em qualquer crime na modalidade dolosa impede a substituição da pena privativa de liberdade por restritiva de direitos.
Questão 102

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
A respeito de ação penal, espécies e cominação de penas, julgue os itens a seguir.
Inquéritos policiais e ações penais em curso podem servir para agravar a pena-base do condenado a título de maus antecedentes e de personalidade desajustada ou voltada para a criminalidade.
Questão 103

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
A respeito de ação penal, espécies e cominação de penas, julgue os itens a seguir.
Em se tratando de crimes sujeitos a ação penal pública condicionada, a representação do ofendido é irretratável depois de oferecida a denúncia.
Questão 104

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
João, valendo-se da sua condição de servidor público de determinado estado, livre e conscientemente, apropriou-se de bens que tinham sido apreendidos pela entidade pública onde ele trabalha e que estavam sob sua posse em razão de seu cargo. João chegou a presentear diversos parentes com alguns dos referidos produtos. Após a apuração dos fatos, João devolveu os referidos bens, mas, ainda assim, foi denunciado pela prática de peculato-apropriação, crime para o qual é prevista pena privativa de liberdade, de dois anos a doze anos de reclusão, e multa.

A partir dessa situação hipotética, julgue os itens subsecutivos, considerando a disciplina acerca dos crimes contra a administração pública.

De acordo com o entendimento do STJ, se João for réu primário e o prejuízo ao erário causado por ele tiver sido de pequena monta, será possível a aplicação do princípio da insignificância.
Questão 105

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
João, valendo-se da sua condição de servidor público de determinado estado, livre e conscientemente, apropriou-se de bens que tinham sido apreendidos pela entidade pública onde ele trabalha e que estavam sob sua posse em razão de seu cargo. João chegou a presentear diversos parentes com alguns dos referidos produtos. Após a apuração dos fatos, João devolveu os referidos bens, mas, ainda assim, foi denunciado pela prática de peculato-apropriação, crime para o qual é prevista pena privativa de liberdade, de dois anos a doze anos de reclusão, e multa.

A partir dessa situação hipotética, julgue os itens subsecutivos, considerando a disciplina acerca dos crimes contra a administração pública.

A devolução dos bens apropriados indevidamente por João antes do recebimento da denúncia é hipótese de eficiente reparação do dano, o que deverá ser considerado como causa de extinção da punibilidade do crime de peculato-apropriação.
Questão 106

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
João, valendo-se da sua condição de servidor público de determinado estado, livre e conscientemente, apropriou-se de bens que tinham sido apreendidos pela entidade pública onde ele trabalha e que estavam sob sua posse em razão de seu cargo. João chegou a presentear diversos parentes com alguns dos referidos produtos. Após a apuração dos fatos, João devolveu os referidos bens, mas, ainda assim, foi denunciado pela prática de peculato-apropriação, crime para o qual é prevista pena privativa de liberdade, de dois anos a doze anos de reclusão, e multa.

A partir dessa situação hipotética, julgue os itens subsecutivos, considerando a disciplina acerca dos crimes contra a administração pública.

Caso João seja condenado criminalmente, a decretação da perda do seu cargo público, por ser efeito específico da condenação, deve ser motivadamente declarada em sentença.
Questão 107

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
Acerca da seguridade social, julgue os itens seguintes.
O princípio da universalidade de cobertura da seguridade social assegura a concessão de todos os benefícios e serviços a todas as pessoas que deles necessitarem, independentemente de contribuição.
Questão 108

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
Acerca da seguridade social, julgue os itens seguintes.
Uma fonte de custeio da seguridade social é a receita oriunda da realização de sorteios de números ou outros símbolos pelo Poder Público ou por sociedades comerciais ou civis.
Questão 109

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
A respeito de acidente de trabalho e seus efeitos previdenciários, de contagem recíproca de tempo de contribuição e de previdência complementar, julgue os itens a seguir.
Acidente de trânsito sofrido pelo segurado quando do percurso compreendido entre a sua residência e o seu local de trabalho, ainda que envolva veículo particular do segurado, é considerado acidente de trabalho para efeito de concessão de benefício previdenciário.
Questão 110

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
A respeito de acidente de trabalho e seus efeitos previdenciários, de contagem recíproca de tempo de contribuição e de previdência complementar, julgue os itens a seguir.
Para efeito de concessão de aposentadoria por tempo de contribuição, é admissível a contagem recíproca do tempo de serviço entre o regime geral de previdência social e o regime próprio de previdência social, independentemente de as atividades relativas às contribuições terem sido prestadas concomitantemente.
Questão 111

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
A respeito de acidente de trabalho e seus efeitos previdenciários, de contagem recíproca de tempo de contribuição e de previdência complementar, julgue os itens a seguir.
O regime de previdência complementar, desvinculado do regime geral de previdência social e do regime próprio de previdência social, adota o sistema de capitalização e a adesão facultativa.
Questão 112

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
Cada um dos itens a seguir apresenta uma situação hipotética seguida de uma assertiva a ser julgada, a respeito de benefícios previdenciários.
Arnaldo, solteiro, maior de idade e capaz, é gerente de uma loja há mais de sete anos e recebe salário mensal equivalente a cinco salários mínimos. Por ter cometido crime e ter sido condenado a pena de cinco anos de reclusão, ele iniciou, na presente semana, o cumprimento dessa pena. Nessa situação, Arnaldo terá direito de receber o benefício previdenciário denominado auxílio-reclusão durante todo o período de cumprimento da pena.
Questão 113

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
À luz das normas pertinentes à administração pública e com relação a atos e contratos administrativos, serviços públicos, improbidade administrativa e intervenção do Estado na propriedade, julgue os itens seguintes.
Encampação é a denominação dada à rescisão unilateral de uma concessão pública antes do prazo inicialmente estabelecido entre as partes e equivale à retomada da execução do serviço pelo poder concedente.
Questão 114

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
O modelo econômico de produção capitalista,
 
aperfeiçoado pelos avanços científicos e tecnológicos que, por
 
sua vez, proporcionaram a reestruturação da produção e a
 
Terceira Revolução Industrial, retirou do trabalho seu valor,
5
transformando o empregado em simples mercadoria inserta no
 
processo de produção. Nesse contexto, o trabalhador se vê
 
tolhido da principal manifestação de sua humanidade e
 
dignidade: o trabalho. A luta dos trabalhadores, portanto, não
 
é mais apenas por condições melhores de subsistência, mas
10
pela própria dignidade do ser humano.
 
Em face desse cenário, a opinião pública passa a
 
questionar o papel do Estado e das instituições dominantes, no
 
sentido de buscar um consenso sobre as consequências sociais
 
da atividade econômica. A sociedade requer das organizações
15
uma nova configuração da atividade econômica, pautada na
 
ética e na responsabilidade para com a sociedade e o meio
 
ambiente, a fim de minimizar problemas sociais como
 
concentração de renda, precarização das relações de trabalho
 
e falta de direitos básicos como educação, saúde e moradia,
20
agravados, entre outros motivos, por propostas que concebem
 
um Estado que seja parco em prestações sociais e no qual a
 
própria sociedade se responsabilize pelos riscos de sua
 
existência, só recorrendo ao Poder Público subsidiariamente,
 
na impossibilidade de autossatisfação de suas necessidades.
Samia Moda Cirino. Sustentabilidade no meio ambiente de trabalho: um novo paradigma para a valorização do trabalho humano. Internet: <www.publicadireito.com.br> (com adaptações).
Com relação às ideias e aos aspectos linguísticos do texto apresentado, julgue os itens que se seguem.
Depreende-se do texto que a reestruturação da produção industrial e a supressão do valor laboral representam, para a sociedade, consequências negativas da adoção do modelo econômico de produção capitalista.
Questão 115

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
À luz dos dispositivos constitucionais que regem o direito tributário, julgue os itens a seguir.
Os legisladores devem buscar graduar os impostos de acordo com a capacidade econômica do contribuinte.
Questão 116

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
À luz dos dispositivos constitucionais que regem o direito tributário, julgue os itens a seguir.
Tratamento favorável às empresas de pequeno porte será estabelecido por lei complementar, que poderá instituir regime único e obrigatório de arrecadação de impostos e contribuições para empresas contribuintes dessa natureza.
Questão 117

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
O modelo econômico de produção capitalista,
 
aperfeiçoado pelos avanços científicos e tecnológicos que, por
 
sua vez, proporcionaram a reestruturação da produção e a
 
Terceira Revolução Industrial, retirou do trabalho seu valor,
5
transformando o empregado em simples mercadoria inserta no
 
processo de produção. Nesse contexto, o trabalhador se vê
 
tolhido da principal manifestação de sua humanidade e
 
dignidade: o trabalho. A luta dos trabalhadores, portanto, não
 
é mais apenas por condições melhores de subsistência, mas
10
pela própria dignidade do ser humano.
 
Em face desse cenário, a opinião pública passa a
 
questionar o papel do Estado e das instituições dominantes, no
 
sentido de buscar um consenso sobre as consequências sociais
 
da atividade econômica. A sociedade requer das organizações
15
uma nova configuração da atividade econômica, pautada na
 
ética e na responsabilidade para com a sociedade e o meio
 
ambiente, a fim de minimizar problemas sociais como
 
concentração de renda, precarização das relações de trabalho
 
e falta de direitos básicos como educação, saúde e moradia,
20
agravados, entre outros motivos, por propostas que concebem
 
um Estado que seja parco em prestações sociais e no qual a
 
própria sociedade se responsabilize pelos riscos de sua
 
existência, só recorrendo ao Poder Público subsidiariamente,
 
na impossibilidade de autossatisfação de suas necessidades.
Samia Moda Cirino. Sustentabilidade no meio ambiente de trabalho: um novo paradigma para a valorização do trabalho humano. Internet: <www.publicadireito.com.br> (com adaptações).
Com relação às ideias e aos aspectos linguísticos do texto apresentado, julgue os itens que se seguem.
Depreende-se do texto que a reestruturação da produção industrial e a supressão do valor laboral representam, para a sociedade, consequências negativas da adoção do modelo econômico de produção capitalista.
Questão 118

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
1
O modelo econômico de produção capitalista,
 
aperfeiçoado pelos avanços científicos e tecnológicos que, por
 
sua vez, proporcionaram a reestruturação da produção e a
 
Terceira Revolução Industrial, retirou do trabalho seu valor,
5
transformando o empregado em simples mercadoria inserta no
 
processo de produção. Nesse contexto, o trabalhador se vê
 
tolhido da principal manifestação de sua humanidade e
 
dignidade: o trabalho. A luta dos trabalhadores, portanto, não
 
é mais apenas por condições melhores de subsistência, mas
10
pela própria dignidade do ser humano.
 
Em face desse cenário, a opinião pública passa a
 
questionar o papel do Estado e das instituições dominantes, no
 
sentido de buscar um consenso sobre as consequências sociais
 
da atividade econômica. A sociedade requer das organizações
15
uma nova configuração da atividade econômica, pautada na
 
ética e na responsabilidade para com a sociedade e o meio
 
ambiente, a fim de minimizar problemas sociais como
 
concentração de renda, precarização das relações de trabalho
 
e falta de direitos básicos como educação, saúde e moradia,
20
agravados, entre outros motivos, por propostas que concebem
 
um Estado que seja parco em prestações sociais e no qual a
 
própria sociedade se responsabilize pelos riscos de sua
 
existência, só recorrendo ao Poder Público subsidiariamente,
 
na impossibilidade de autossatisfação de suas necessidades.
Samia Moda Cirino. Sustentabilidade no meio ambiente de trabalho: um novo paradigma para a valorização do trabalho humano. Internet: <www.publicadireito.com.br> (com adaptações).
Com relação às ideias e aos aspectos linguísticos do texto apresentado, julgue os itens que se seguem.
Depreende-se do texto que a reestruturação da produção industrial e a supressão do valor laboral representam, para a sociedade, consequências negativas da adoção do modelo econômico de produção capitalista.
Questão 119

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
À luz da Constituição Federal de 1988, julgue os itens a seguir.
O direito de propriedade é constitucionalmente garantido, devendo as propriedades atender a sua função social.
Questão 120

PGE/PE 2019 - CESPE - Analista Judiciário de Procuradoria
À luz da jurisprudência dos tribunais superiores, julgue os itens subsequentes, acerca de imunidade e obrigação tributárias.
É permitido aos municípios criar taxa de custeio da iluminação pública.


Provas de Concursos » Cespe 2019