×
Agente Administrativo Fiscal de Tributos Técnico em Informática Assistente Social Pedagogo Técnico Ambiental Técnico de Enfermagem Agente de Controle Interno Enfermeiro
×

Pref. Imigrantes/ES 2016

Contador

Questão 1

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Contador
1
Toda sociedade grande e complexa tem, na verdade, duas qualidades: é muito firme e muito elástica. Em seu
 
interior, constantemente se abre um espaço para as decisões individuais. Apresentam-se oportunidades que podem ser
 
aproveitadas ou perdidas. Aparecem encruzilhadas em que as pessoas têm de fazer escolhas, e de suas escolhas,
 
conforme sua posição social, pode depender seu destino pessoal imediato, ou o de uma família inteira, ou ainda, em
5
certas situações, de nações inteiras ou de grupos dentro delas. Pode depender de suas escolhas que a resolução
 
completa das tensões existentes ocorra na geração atual ou somente na seguinte. Delas pode depender a determinação
 
de qual das pessoas ou grupos em confronto, dentro de um sistema particular de tensões, se tornará o executor das
 
transformações para as quais as tensões estão impelindo, e de que lado e em que lugar se localizarão os centros das
 
novas formas de integração rumo às quais se deslocam as mais antigas, em virtude, sempre, de suas tensões. Mas as
10
oportunidades entre as quais a pessoa assim se vê forçada a optar não são, em si mesmas, criadas por essa pessoa. São
 
prescritas e limitadas pela estrutura específica de sua sociedade e pela natureza das funções que as pessoas exercem
 
dentro dela. E, seja qual for a oportunidade que ela aproveite, seu ato se entremeará com os de outras pessoas;
 
desencadeará outras sequências de ações, cuja direção e resultado provisório não dependerão desse indivíduo, mas da
 
distribuição do poder e da estrutura das tensões em toda essa rede humana móvel.
(ELIAS, Norbert. A sociedade dos indivíduos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1994.)
E, seja qual for a oportunidade que ela aproveite, seu ato se entremeará com os de outras pessoas; desencadeará outras sequências de ações, cuja direção e resultado provisório não dependerão desse indivíduo, mas da distribuição do poder e da estrutura das tensões em toda essa rede humana móvel.” Considerando o contexto, o trecho destacado anteriormente pode ser entendido de acordo com a afirmativa:

Questão 2

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Contador
1
O maior país da América Latina, com a maior população católica
 
do mundo, não nasceu de forma tranquila. Neste livro, com o
 
realismo dos documentos originais, vemos claramente a
 
brutalidade do extermínio dos índios na costa brasileira, berço de
5
sangue cujo marco determinante é a fundação da cidade do Rio
 
de Janeiro.
 
O Brasil real começou a ser construído por homens como o
 
degredado João Ramalho, que raspava os pelos do corpo para se
 
mesclar aos índios e construiu um exército de mestiços caçadores
10
de escravos mais poderoso que o da própria Coroa; personagens
 
improváveis como o jesuíta Manoel da Nóbrega, padre gago
 
incumbido de catequizar um povo de língua indecifrável, esteio
 
da erradicação dos “hereges” antropófagos; líderes implacáveis
 
como Aimberê, ex-escravo que tomou a frente da resistência e
15
Cunhambebe, cacique “imortal”, que dizia poder devorar carne
 
humana porque era “um jaguar”.
 
Incluindo protestantes franceses, que se aliaram aos índios para
 
escapar dos portugueses e da Inquisição, além de mamelucos, os
 
primeiros brasileiros verdadeiramente ligados à terra, que
20
falavam tupi tanto quanto o português e partiram do planalto de
 
Piratininga para caçar índios e estenderam a colônia sertão
 
adentro, surge um povo que desde a origem nada tem da
 
autoimagem do “brasileiro cordial”.
(Texto da orelha do livro A conquista do Brasil, de Thales Guaracy, Planeta, Rio de Janeiro, 2015)
O texto 1, retirado da orelha do livro indicado, tem como finalidade destacar qualidades da obra a que alude; NÃO é uma dessas qualidades o seguinte tópico:

Questão 3

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Contador
1
O maior país da América Latina, com a maior população católica
 
do mundo, não nasceu de forma tranquila. Neste livro, com o
 
realismo dos documentos originais, vemos claramente a
 
brutalidade do extermínio dos índios na costa brasileira, berço de
5
sangue cujo marco determinante é a fundação da cidade do Rio
 
de Janeiro.
 
O Brasil real começou a ser construído por homens como o
 
degredado João Ramalho, que raspava os pelos do corpo para se
 
mesclar aos índios e construiu um exército de mestiços caçadores
10
de escravos mais poderoso que o da própria Coroa; personagens
 
improváveis como o jesuíta Manoel da Nóbrega, padre gago
 
incumbido de catequizar um povo de língua indecifrável, esteio
 
da erradicação dos “hereges” antropófagos; líderes implacáveis
 
como Aimberê, ex-escravo que tomou a frente da resistência e
15
Cunhambebe, cacique “imortal”, que dizia poder devorar carne
 
humana porque era “um jaguar”.
 
Incluindo protestantes franceses, que se aliaram aos índios para
 
escapar dos portugueses e da Inquisição, além de mamelucos, os
 
primeiros brasileiros verdadeiramente ligados à terra, que
20
falavam tupi tanto quanto o português e partiram do planalto de
 
Piratininga para caçar índios e estenderam a colônia sertão
 
adentro, surge um povo que desde a origem nada tem da
 
autoimagem do “brasileiro cordial”.
(Texto da orelha do livro A conquista do Brasil, de Thales Guaracy, Planeta, Rio de Janeiro, 2015)
O texto 1, retirado da orelha do livro indicado, tem como finalidade destacar qualidades da obra a que alude; NÃO é uma dessas qualidades o seguinte tópico:

Questão 4

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Contador
1
Toda sociedade grande e complexa tem, na verdade, duas qualidades: é muito firme e muito elástica. Em seu
 
interior, constantemente se abre um espaço para as decisões individuais. Apresentam-se oportunidades que podem ser
 
aproveitadas ou perdidas. Aparecem encruzilhadas em que as pessoas têm de fazer escolhas, e de suas escolhas,
 
conforme sua posição social, pode depender seu destino pessoal imediato, ou o de uma família inteira, ou ainda, em
5
certas situações, de nações inteiras ou de grupos dentro delas. Pode depender de suas escolhas que a resolução
 
completa das tensões existentes ocorra na geração atual ou somente na seguinte. Delas pode depender a determinação
 
de qual das pessoas ou grupos em confronto, dentro de um sistema particular de tensões, se tornará o executor das
 
transformações para as quais as tensões estão impelindo, e de que lado e em que lugar se localizarão os centros das
 
novas formas de integração rumo às quais se deslocam as mais antigas, em virtude, sempre, de suas tensões. Mas as
10
oportunidades entre as quais a pessoa assim se vê forçada a optar não são, em si mesmas, criadas por essa pessoa. São
 
prescritas e limitadas pela estrutura específica de sua sociedade e pela natureza das funções que as pessoas exercem
 
dentro dela. E, seja qual for a oportunidade que ela aproveite, seu ato se entremeará com os de outras pessoas;
 
desencadeará outras sequências de ações, cuja direção e resultado provisório não dependerão desse indivíduo, mas da
 
distribuição do poder e da estrutura das tensões em toda essa rede humana móvel.
(ELIAS, Norbert. A sociedade dos indivíduos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1994.)
“Um discurso não vem ao mundo numa inocente solitude, mas constrói-se através de um já-dito em relação ao qual ele toma posição.” (COSTA VAL, Maria da Graça.)

É possível afirmar que tal ocorrência textual exposta na citação anterior

Questão 5

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Contador
1
Toda sociedade grande e complexa tem, na verdade, duas qualidades: é muito firme e muito elástica. Em seu
 
interior, constantemente se abre um espaço para as decisões individuais. Apresentam-se oportunidades que podem ser
 
aproveitadas ou perdidas. Aparecem encruzilhadas em que as pessoas têm de fazer escolhas, e de suas escolhas,
 
conforme sua posição social, pode depender seu destino pessoal imediato, ou o de uma família inteira, ou ainda, em
5
certas situações, de nações inteiras ou de grupos dentro delas. Pode depender de suas escolhas que a resolução
 
completa das tensões existentes ocorra na geração atual ou somente na seguinte. Delas pode depender a determinação
 
de qual das pessoas ou grupos em confronto, dentro de um sistema particular de tensões, se tornará o executor das
 
transformações para as quais as tensões estão impelindo, e de que lado e em que lugar se localizarão os centros das
 
novas formas de integração rumo às quais se deslocam as mais antigas, em virtude, sempre, de suas tensões. Mas as
10
oportunidades entre as quais a pessoa assim se vê forçada a optar não são, em si mesmas, criadas por essa pessoa. São
 
prescritas e limitadas pela estrutura específica de sua sociedade e pela natureza das funções que as pessoas exercem
 
dentro dela. E, seja qual for a oportunidade que ela aproveite, seu ato se entremeará com os de outras pessoas;
 
desencadeará outras sequências de ações, cuja direção e resultado provisório não dependerão desse indivíduo, mas da
 
distribuição do poder e da estrutura das tensões em toda essa rede humana móvel.
(ELIAS, Norbert. A sociedade dos indivíduos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1994.)


Para que um termo ou expressão tenha um efeito conotativo, é necessário considerar o contexto no qual estão inseridos assim como as combinações utilizadas. Partindo de tal pressuposto, é possível reconhecer a ocorrência de tal efeito no trecho a seguir selecionado.

Questão 6

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Contador
1
O coronel, que então morava já na cidade, tinha um compadre sitiante que ele estimava muito. Quando um filho
 
do compadre Zeferino ficava doente, ia para a casa do coronel, ficava morando ali até ficar bom, o coronel é que
 
arranjava médico, remédio, tudo.
 
Quase todos os meses o compadre pobre mandava um caixote de ovos para o coronel. Seu sítio era retirado umas
5
duas léguas de uma estaçãozinha da Leopoldina, e compadre Zeferino despachava o caixote de ovos de lá, frete a pagar.
 
Sempre escrevia no caixote: CUIDADO É OVOS – e cada ovo era enrolado em sua palha de milho com todo cuidado para
 
não se quebrar na viagem. Mas, que o quê: a maior parte quebrava com os solavancos do trem.
 
Os meninos filhos do coronel morriam de rir abrindo o caixote de presente do compadre Zeferino; a mulher dele
 
abanava a cabeça como quem diz: qual... Os meninos, com as mãos lambuzadas de clara e gema, iam separando os ovos
10
bons. O coronel, na cadeira de balanço, ficava sério; mas, reparando bem, a gente via que ele às vezes sorria das risadas
 
dos meninos e das bobagens que eles diziam: por exemplo, um gritava para o outro – “cuidado, é ovos”!
 
Quando os meninos acabavam o serviço, o coronel perguntava:
 
– Quantos salvaram?
 
Os meninos diziam. Então ele se voltava para a mulher: “Mulher, a quanto está a dúzia de ovos aqui no Cachoeiro?”
15
A mulher dizia. Então ele fazia um cálculo do frete que pagara, mais do carreto da estação até a casa e coçava a cabeça
 
com um ar engraçado:
 
– Até que os ovos do compadre Zeferino não estão me saindo muito caros desta vez. [...]
(BRAGA, R. O Compadre Pobre. In. BRAGA, R. 200 crônicas escolhidas. Rio de Janeiro: Record, 2013. Fragmento.)


De acordo com os fatos narrados no texto, pode-se inferir que

Questão 7

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Contador
1
O coronel, que então morava já na cidade, tinha um compadre sitiante que ele estimava muito. Quando um filho
 
do compadre Zeferino ficava doente, ia para a casa do coronel, ficava morando ali até ficar bom, o coronel é que
 
arranjava médico, remédio, tudo.
 
Quase todos os meses o compadre pobre mandava um caixote de ovos para o coronel. Seu sítio era retirado umas
5
duas léguas de uma estaçãozinha da Leopoldina, e compadre Zeferino despachava o caixote de ovos de lá, frete a pagar.
 
Sempre escrevia no caixote: CUIDADO É OVOS – e cada ovo era enrolado em sua palha de milho com todo cuidado para
 
não se quebrar na viagem. Mas, que o quê: a maior parte quebrava com os solavancos do trem.
 
Os meninos filhos do coronel morriam de rir abrindo o caixote de presente do compadre Zeferino; a mulher dele
 
abanava a cabeça como quem diz: qual... Os meninos, com as mãos lambuzadas de clara e gema, iam separando os ovos
10
bons. O coronel, na cadeira de balanço, ficava sério; mas, reparando bem, a gente via que ele às vezes sorria das risadas
 
dos meninos e das bobagens que eles diziam: por exemplo, um gritava para o outro – “cuidado, é ovos”!
 
Quando os meninos acabavam o serviço, o coronel perguntava:
 
– Quantos salvaram?
 
Os meninos diziam. Então ele se voltava para a mulher: “Mulher, a quanto está a dúzia de ovos aqui no Cachoeiro?”
15
A mulher dizia. Então ele fazia um cálculo do frete que pagara, mais do carreto da estação até a casa e coçava a cabeça
 
com um ar engraçado:
 
– Até que os ovos do compadre Zeferino não estão me saindo muito caros desta vez. [...]
(BRAGA, R. O Compadre Pobre. In. BRAGA, R. 200 crônicas escolhidas. Rio de Janeiro: Record, 2013. Fragmento.)


Em “O coronel, que então morava já na cidade, tinha um compadre sitiante que ele estimava muito.” (1º§), o termo destacado poderia ser substituído, sem que houvesse perda relevante de sentido por, EXCETO:

Questão 8

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Contador
1
O maior país da América Latina, com a maior população católica
 
do mundo, não nasceu de forma tranquila. Neste livro, com o
 
realismo dos documentos originais, vemos claramente a
 
brutalidade do extermínio dos índios na costa brasileira, berço de
5
sangue cujo marco determinante é a fundação da cidade do Rio
 
de Janeiro.
 
O Brasil real começou a ser construído por homens como o
 
degredado João Ramalho, que raspava os pelos do corpo para se
 
mesclar aos índios e construiu um exército de mestiços caçadores
10
de escravos mais poderoso que o da própria Coroa; personagens
 
improváveis como o jesuíta Manoel da Nóbrega, padre gago
 
incumbido de catequizar um povo de língua indecifrável, esteio
 
da erradicação dos “hereges” antropófagos; líderes implacáveis
 
como Aimberê, ex-escravo que tomou a frente da resistência e
15
Cunhambebe, cacique “imortal”, que dizia poder devorar carne
 
humana porque era “um jaguar”.
 
Incluindo protestantes franceses, que se aliaram aos índios para
 
escapar dos portugueses e da Inquisição, além de mamelucos, os
 
primeiros brasileiros verdadeiramente ligados à terra, que
20
falavam tupi tanto quanto o português e partiram do planalto de
 
Piratininga para caçar índios e estenderam a colônia sertão
 
adentro, surge um povo que desde a origem nada tem da
 
autoimagem do “brasileiro cordial”.
(Texto da orelha do livro A conquista do Brasil, de Thales Guaracy, Planeta, Rio de Janeiro, 2015)
O texto 1, retirado da orelha do livro indicado, tem como finalidade destacar qualidades da obra a que alude; NÃO é uma dessas qualidades o seguinte tópico:

Questão 9

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Contador
1
O coronel, que então morava já na cidade, tinha um compadre sitiante que ele estimava muito. Quando um filho
 
do compadre Zeferino ficava doente, ia para a casa do coronel, ficava morando ali até ficar bom, o coronel é que
 
arranjava médico, remédio, tudo.
 
Quase todos os meses o compadre pobre mandava um caixote de ovos para o coronel. Seu sítio era retirado umas
5
duas léguas de uma estaçãozinha da Leopoldina, e compadre Zeferino despachava o caixote de ovos de lá, frete a pagar.
 
Sempre escrevia no caixote: CUIDADO É OVOS – e cada ovo era enrolado em sua palha de milho com todo cuidado para
 
não se quebrar na viagem. Mas, que o quê: a maior parte quebrava com os solavancos do trem.
 
Os meninos filhos do coronel morriam de rir abrindo o caixote de presente do compadre Zeferino; a mulher dele
 
abanava a cabeça como quem diz: qual... Os meninos, com as mãos lambuzadas de clara e gema, iam separando os ovos
10
bons. O coronel, na cadeira de balanço, ficava sério; mas, reparando bem, a gente via que ele às vezes sorria das risadas
 
dos meninos e das bobagens que eles diziam: por exemplo, um gritava para o outro – “cuidado, é ovos”!
 
Quando os meninos acabavam o serviço, o coronel perguntava:
 
– Quantos salvaram?
 
Os meninos diziam. Então ele se voltava para a mulher: “Mulher, a quanto está a dúzia de ovos aqui no Cachoeiro?”
15
A mulher dizia. Então ele fazia um cálculo do frete que pagara, mais do carreto da estação até a casa e coçava a cabeça
 
com um ar engraçado:
 
– Até que os ovos do compadre Zeferino não estão me saindo muito caros desta vez. [...]
(BRAGA, R. O Compadre Pobre. In. BRAGA, R. 200 crônicas escolhidas. Rio de Janeiro: Record, 2013. Fragmento.)


A expressão do ponto de vista do narrador pode ser identificada através de alguns recursos, sendo um deles o da adjetivação. Tal fato pode ser identificado no fragmento transcrito em:

Questão 10

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Contador
1
O coronel, que então morava já na cidade, tinha um compadre sitiante que ele estimava muito. Quando um filho
 
do compadre Zeferino ficava doente, ia para a casa do coronel, ficava morando ali até ficar bom, o coronel é que
 
arranjava médico, remédio, tudo.
 
Quase todos os meses o compadre pobre mandava um caixote de ovos para o coronel. Seu sítio era retirado umas
5
duas léguas de uma estaçãozinha da Leopoldina, e compadre Zeferino despachava o caixote de ovos de lá, frete a pagar.
 
Sempre escrevia no caixote: CUIDADO É OVOS – e cada ovo era enrolado em sua palha de milho com todo cuidado para
 
não se quebrar na viagem. Mas, que o quê: a maior parte quebrava com os solavancos do trem.
 
Os meninos filhos do coronel morriam de rir abrindo o caixote de presente do compadre Zeferino; a mulher dele
 
abanava a cabeça como quem diz: qual... Os meninos, com as mãos lambuzadas de clara e gema, iam separando os ovos
10
bons. O coronel, na cadeira de balanço, ficava sério; mas, reparando bem, a gente via que ele às vezes sorria das risadas
 
dos meninos e das bobagens que eles diziam: por exemplo, um gritava para o outro – “cuidado, é ovos”!
 
Quando os meninos acabavam o serviço, o coronel perguntava:
 
– Quantos salvaram?
 
Os meninos diziam. Então ele se voltava para a mulher: “Mulher, a quanto está a dúzia de ovos aqui no Cachoeiro?”
15
A mulher dizia. Então ele fazia um cálculo do frete que pagara, mais do carreto da estação até a casa e coçava a cabeça
 
com um ar engraçado:
 
– Até que os ovos do compadre Zeferino não estão me saindo muito caros desta vez. [...]
(BRAGA, R. O Compadre Pobre. In. BRAGA, R. 200 crônicas escolhidas. Rio de Janeiro: Record, 2013. Fragmento.)


De acordo com as relações sintáticas estabelecidas no texto, leia e analise as considerações a seguir.

I. Para relatar a forma como o compadre arrumava a encomenda dos ovos empregou-se o predicado nominal em “... e cada ovo era enrolado em sua palha de milho com todo carinho...”.

II. O sujeito indeterminado foi empregado para demonstrar a ação da mulher do coronel em: “... como quem diz: qual...”.

III. Para indicar as ações da mulher e dos filhos do coronel foram empregados verbo transitivo direto e indireto, respectivamente, vistos em: “abanava a cabeça”, “acabavam o serviço”.

Está(ão) correta(s) apenas

Questão 11

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Contador


A figura apresentada a seguir é chamada de Barra de Ferramentas de Acesso Rápido e fica junto com a Barra de Títulos, no Microsoft Word 2013 (Configuração Padrão, Idioma Português-Brasil). Da esquerda para a direita, os ícones apresentados têm as seguintes funções: Salvar; Desfazer Digitação; Refazer Digitação; Novo Documento em Branco; Abrir; Visualizar Impressão; e, Ortografia e Gramática. Como o próprio nome diz, são ferramentas de acesso rápido, que o usuário tem a opção de configurar. Assim, como em várias funções, algumas possuem atalhos para facilitar o trabalho de digitação de textos.



Assinale a alternativa correta referente aos respectivos atalhos para Salvar, Abrir e Ortografia e Gramática.

Questão 12

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Contador


O Microsoft Excel é um aplicativo muito utilizado em escritório; de acordo com diversos autores, é o mais utilizado no mundo. O Excel possui uma infinidade de opções, e ainda podem ser adicionadas funções de programação, fazendo com que ele seja de grande utilidade para as empresas, principalmente quando se trata de apresentar dados (resultados) na forma de planilhas e gráficos. O Microsoft Excel 2013 (Configuração Padrão, Idioma Português-Brasil) traz em sua composição uma grande quantidade de fórmulas prontas, com os mais variados usos. Uma dessas fórmulas conta o número de células de um intervalo que atende a um critério específico. Assinale a alternativa que apresenta essa fórmula corretamente.

Questão 13

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Contador
1
O maior país da América Latina, com a maior população católica
 
do mundo, não nasceu de forma tranquila. Neste livro, com o
 
realismo dos documentos originais, vemos claramente a
 
brutalidade do extermínio dos índios na costa brasileira, berço de
5
sangue cujo marco determinante é a fundação da cidade do Rio
 
de Janeiro.
 
O Brasil real começou a ser construído por homens como o
 
degredado João Ramalho, que raspava os pelos do corpo para se
 
mesclar aos índios e construiu um exército de mestiços caçadores
10
de escravos mais poderoso que o da própria Coroa; personagens
 
improváveis como o jesuíta Manoel da Nóbrega, padre gago
 
incumbido de catequizar um povo de língua indecifrável, esteio
 
da erradicação dos “hereges” antropófagos; líderes implacáveis
 
como Aimberê, ex-escravo que tomou a frente da resistência e
15
Cunhambebe, cacique “imortal”, que dizia poder devorar carne
 
humana porque era “um jaguar”.
 
Incluindo protestantes franceses, que se aliaram aos índios para
 
escapar dos portugueses e da Inquisição, além de mamelucos, os
 
primeiros brasileiros verdadeiramente ligados à terra, que
20
falavam tupi tanto quanto o português e partiram do planalto de
 
Piratininga para caçar índios e estenderam a colônia sertão
 
adentro, surge um povo que desde a origem nada tem da
 
autoimagem do “brasileiro cordial”.
(Texto da orelha do livro A conquista do Brasil, de Thales Guaracy, Planeta, Rio de Janeiro, 2015)
O texto 1, retirado da orelha do livro indicado, tem como finalidade destacar qualidades da obra a que alude; NÃO é uma dessas qualidades o seguinte tópico:

Questão 14

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Contador


A Intel, fabricante de processadores, utiliza a palavra Core i nas nomenclaturas de seus processadores.

Os processadores Intel Core i3, i5 e i7 já estão na sexta geração. A cada versão alguma nova funcionalidade é adicionada, seja para aumentar o poder de processamento, seja para diminuir o consumo de energia, entre outras várias características. Nos processadores Intel Core i de quarta geração foi utilizada uma arquitetura, baseada na microarquitetura Ivy Bridge, que trouxe várias novidades, como o novo processador gráfico DirectX 11, novos estados de economia de energia, chamados SOix etc. Assinale a alternativa que apresenta corretamente a arquitetura presente nos processadores Intel Core i de quarta geração.

Questão 15

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Contador


Um Sistema Operacional tem como principal característica gerenciar os recursos do computador. É pelo SO que tudo é realizado, utilizando-se dos canais de comunicação e execução no computador. O Software e o Hardware trabalham em conjunto para prover as funcionalidades necessárias ao correto funcionamento do equipamento. Um SO deve possuir características, principalmente em relação à evolução que a tecnologia tem na atualidade. Uma dessas características refere-se à capacidade de um sistema operacional acompanhar os avanços na tecnologia de computação. Assinale-a.

Questão 16

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Contador


Sobre o impacto do turismo nas cidades brasileiras, analise as afirmativas a seguir.

I. Famoso por sua diversidade cultural, recursos naturais e belas paisagens, o Brasil conta com um mercado de turismo significativo. É um fluxo de 273 milhões de turistas ao ano, em viagens de lazer e negócios.

II. Apesar do grande volume de pessoas circulando pelo País, 82% dos municípios têm baixo potencial para o turismo, considerando o número de visitantes recebidos e a presença de atrativos como praias, reservas ambientais e atividades ligadas ao patrimônio cultural.

III. O Brasil conta com apenas 975 cidades de potencial turístico significativo – a maior parte concentra-se na região Sudeste e Nordeste, sobressaindo, principalmente, os estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Bahia.

Estão corretas as afirmativas

Questão 17

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Contador


Desde a década de 1950, a sociedade brasileira tem vivido profundas transformações sociais decorrentes da industrialização e da urbanização. Apesar dos benefícios da vida urbana, há também muitos problemas que afetam a população das cidades. NÃO expressa um problema urbano no Brasil:

Questão 18

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Contador
“Como o vírus Zika em cena, boa parte das pessoas acha que o uso de repelentes e a cautela contra o mosquito já é suficiente para a prevenção da microcefalia. Mas, apesar da extrema importância do combate a este mosquito transmissor desta e de várias outras doenças, é importante ressaltar que apenas isso não é suficiente. A microcefalia pode ser desenvolvida por causa de outros fatores e patologias.” (GIMENEZ, José Roberto. Microcefalia: outros fatores. Geografia e Conhecimento Prático. Ano 7. Edição 66. Maio e Junho 2016.)

De acordo com o exposto, analise os fatores e as patologias a seguir.

I. Fatores genéticos.

II. Má-formação fetal.

III. Infecções e outras doenças.

IV. Uso de drogas.

V. Complicações na gravidez.

VI. Boa alimentação (nutrição).

Estão relacionados à microcefalia apenas as alternativas

Questão 19

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Contador


Petróleo, gás natural e carvão mineral suprem mais de 80% da demanda mundial de energia, mas o desenvolvimento de novas tecnologias tem ampliado as alternativas de geração energética a partir de fontes renováveis e menos poluentes. Com base nessas informações, associe corretamente o tipo de energia à sua fonte geradora.

1. Energia eólica.

2. Energia geotérmica.

3. Energia solar.

4. Energia maremotriz.

( ) Obtida do calor proveniente do interior da Terra.

( ) Do vento.

( ) Do movimento (ondas, marés e correntes).

( ) Do sol.

A sequência está correta em

Questão 20

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Contador


Nos últimos anos, a agricultura comercial tem se expandido em direção ao Centro-Oeste. Com base nessa informação, qual dos produtos NÃO faz parte da agricultura comercial atualmente, uma vez que tem perdido a sua importância frente a outras culturas?

Questão 21

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Contador


Um pedaço de torta correspondendo a 3/5 de seu tamanho foi vendido em uma lanchonete por R$ 3,60. Qual deverá ser o preço cobrado por um pedaço que corresponde a 1/8 da torta?

Questão 22

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Contador


Num grupo de 120 mulheres tem-se que:

-> 10 usam brinco, pulseira e anel e 16 não usam nenhum desses itens;
-> 64 usam brinco;
-> 58 usam pulseira;
-> 38 usam anel;
-> 26 usam brinco e pulseira; e,
-> 16 usam brinco e anel.

Uma das mulheres é escolhida ao acaso. Qual a probabilidade de que a mulher escolhida use dois dos itens citados?

Questão 23

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Contador


Sejam as matrizes: . O valor da soma x + y + z é:

Questão 24

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Contador


A sequência a seguir é uma progressão geométrica decrescente composta por 5 termos:

1000, ____, ____, ____, 8/5

A soma dos três termos que preenchem corretamente as lacunas nessa sequência é igual a:

Questão 25

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Contador


Mariana repartiu uma barra de chocolate de 24 cm em três pedaços de comprimentos diferentes e deu um dos pedaços para o seu pai, outro para sua mãe e ficou com o terceiro pedaço. Sabe-se ainda que:

-> o pai ganhou um pedaço com 1 cm a menos que o pedaço ganho pela mãe; e,
-> o pedaço que ficou com Mariana é 1 cm menor que o dobro do pedaço que o pai ganhou.


Sendo assim:

Questão 26

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Contador


No controle externo exercido pelo Legislativo com o auxílio do Tribunal de Contas, é verificado o cumprimento de normas da LRF. Esse controle deve ter ênfase nos seguintes pontos, EXCETO:

Questão 27

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Contador


As competências constitucionais do Tribunal de Contas da União, previstas no art. 59 da CRFB, norteiam a atuação do órgão no controle externo exercido sobre a Administração Pública. São competências do TCU, EXCETO:

Questão 28

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Contador


Do ponto de vista do regime de finanças públicas implementado pela LRF, o Relatório de Gestão Fiscal ocupa posição fundamental quanto ao acompanhamento das atividades financeiras da Administração Pública. Considerando esta premissa, assinale a afirmativa correta sobre o Relatório de Gestão Fiscal.

Questão 29

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Contador


Na contabilidade pública o gestor e o contador precisam observar que as demonstrações contábeis deverão ser consolidadas, como forma de garantir uma visão global dos resultados e a instrumentalização do controle social. Uma das ferramentas da consolidação das demonstrações contábeis do setor público é a utilização das notas explicativas, que devem conter as seguintes informações, EXCETO:

Questão 30

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Contador


O sistema de controle interno compreende ambiente de controle, mapeamento e avaliação de riscos, procedimentos de controle, informação, comunicação e monitoramento das atividades de gestão pública. De acordo com essa premissa, é correto afirmar que a análise e a avaliação dos riscos em controle interno envolvem:

Questão 31

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Contador


Na gestão dos bens públicos, a Administração deverá realizar o registro contábil da depreciação, amortização e exaustão, de acordo com as normas aplicáveis. São considerados bens públicos que NÃO estão sujeitos ao registro da depreciação:

Questão 32

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Contador


A empresa Só Lucros S/A, que comercializa calçados, apresentou no balanço do encerramento do exercício um lucro operacional líquido de $ 25.000,00; despesas operacionais $ 7.000,00; e, receitas financeiras de $ 600,00. Da análise destes dados, podemos concluir que o resultado operacional bruto foi de:

Questão 33

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Contador
1
O maior país da América Latina, com a maior população católica
 
do mundo, não nasceu de forma tranquila. Neste livro, com o
 
realismo dos documentos originais, vemos claramente a
 
brutalidade do extermínio dos índios na costa brasileira, berço de
5
sangue cujo marco determinante é a fundação da cidade do Rio
 
de Janeiro.
 
O Brasil real começou a ser construído por homens como o
 
degredado João Ramalho, que raspava os pelos do corpo para se
 
mesclar aos índios e construiu um exército de mestiços caçadores
10
de escravos mais poderoso que o da própria Coroa; personagens
 
improváveis como o jesuíta Manoel da Nóbrega, padre gago
 
incumbido de catequizar um povo de língua indecifrável, esteio
 
da erradicação dos “hereges” antropófagos; líderes implacáveis
 
como Aimberê, ex-escravo que tomou a frente da resistência e
15
Cunhambebe, cacique “imortal”, que dizia poder devorar carne
 
humana porque era “um jaguar”.
 
Incluindo protestantes franceses, que se aliaram aos índios para
 
escapar dos portugueses e da Inquisição, além de mamelucos, os
 
primeiros brasileiros verdadeiramente ligados à terra, que
20
falavam tupi tanto quanto o português e partiram do planalto de
 
Piratininga para caçar índios e estenderam a colônia sertão
 
adentro, surge um povo que desde a origem nada tem da
 
autoimagem do “brasileiro cordial”.
(Texto da orelha do livro A conquista do Brasil, de Thales Guaracy, Planeta, Rio de Janeiro, 2015)
O texto 1, retirado da orelha do livro indicado, tem como finalidade destacar qualidades da obra a que alude; NÃO é uma dessas qualidades o seguinte tópico:

Questão 34

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Contador


O Plano de Contas, uma ferramenta fundamental para a correta escrituração contábil, é composto geralmente pelos seguintes elementos, EXCETO:

Questão 35

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Contador


Nas demonstrações de uma entidade o contador verificou o registro de Aluguel Passivo a Vencer no valor de $ 5.000,00. Sobre este registro, é correto afirmar que trata-se de

Questão 36

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Contador
1
O maior país da América Latina, com a maior população católica
 
do mundo, não nasceu de forma tranquila. Neste livro, com o
 
realismo dos documentos originais, vemos claramente a
 
brutalidade do extermínio dos índios na costa brasileira, berço de
5
sangue cujo marco determinante é a fundação da cidade do Rio
 
de Janeiro.
 
O Brasil real começou a ser construído por homens como o
 
degredado João Ramalho, que raspava os pelos do corpo para se
 
mesclar aos índios e construiu um exército de mestiços caçadores
10
de escravos mais poderoso que o da própria Coroa; personagens
 
improváveis como o jesuíta Manoel da Nóbrega, padre gago
 
incumbido de catequizar um povo de língua indecifrável, esteio
 
da erradicação dos “hereges” antropófagos; líderes implacáveis
 
como Aimberê, ex-escravo que tomou a frente da resistência e
15
Cunhambebe, cacique “imortal”, que dizia poder devorar carne
 
humana porque era “um jaguar”.
 
Incluindo protestantes franceses, que se aliaram aos índios para
 
escapar dos portugueses e da Inquisição, além de mamelucos, os
 
primeiros brasileiros verdadeiramente ligados à terra, que
20
falavam tupi tanto quanto o português e partiram do planalto de
 
Piratininga para caçar índios e estenderam a colônia sertão
 
adentro, surge um povo que desde a origem nada tem da
 
autoimagem do “brasileiro cordial”.
(Texto da orelha do livro A conquista do Brasil, de Thales Guaracy, Planeta, Rio de Janeiro, 2015)
O texto 1, retirado da orelha do livro indicado, tem como finalidade destacar qualidades da obra a que alude; NÃO é uma dessas qualidades o seguinte tópico:

Questão 37

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Contador
.

Nas demonstrações de Lucros e Dividendos Ltda verifica-se que há a contabilização de $ 5.800,00 de despesa com Imposto de Renda. Com relação a este registro, é correto afirmar que:

Questão 38

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Contador
1
Considere que na DRE da Serviços S/A são encontrados os seguintes registros relativos ao último exercício:
 
 


Diante destes dados, qual foi o valor da Receita Bruta?

Questão 39

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Contador
1
Considere que na DRE da Serviços S/A são encontrados os seguintes registros relativos ao último exercício:
 
 


Qual foi o valor da Receita Líquida?

Questão 40

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Contador
1
Considere que na DRE da Serviços S/A são encontrados os seguintes registros relativos ao último exercício:
 
 


Qual foi o valor do Resultado Operacional?



Provas de Concursos » Consulplan 2016