×
Agente Administrativo Fiscal de Tributos Técnico em Informática Assistente Social Contador Técnico Ambiental Técnico de Enfermagem Agente de Controle Interno Enfermeiro
×

Pref. Imigrantes/ES 2016

Pedagogo

Questão 1

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Pedagogo
1
Toda sociedade grande e complexa tem, na verdade, duas qualidades: é muito firme e muito elástica. Em seu
 
interior, constantemente se abre um espaço para as decisões individuais. Apresentam-se oportunidades que podem ser
 
aproveitadas ou perdidas. Aparecem encruzilhadas em que as pessoas têm de fazer escolhas, e de suas escolhas,
 
conforme sua posição social, pode depender seu destino pessoal imediato, ou o de uma família inteira, ou ainda, em
5
certas situações, de nações inteiras ou de grupos dentro delas. Pode depender de suas escolhas que a resolução
 
completa das tensões existentes ocorra na geração atual ou somente na seguinte. Delas pode depender a determinação
 
de qual das pessoas ou grupos em confronto, dentro de um sistema particular de tensões, se tornará o executor das
 
transformações para as quais as tensões estão impelindo, e de que lado e em que lugar se localizarão os centros das
 
novas formas de integração rumo às quais se deslocam as mais antigas, em virtude, sempre, de suas tensões. Mas as
10
oportunidades entre as quais a pessoa assim se vê forçada a optar não são, em si mesmas, criadas por essa pessoa. São
 
prescritas e limitadas pela estrutura específica de sua sociedade e pela natureza das funções que as pessoas exercem
 
dentro dela. E, seja qual for a oportunidade que ela aproveite, seu ato se entremeará com os de outras pessoas;
 
desencadeará outras sequências de ações, cuja direção e resultado provisório não dependerão desse indivíduo, mas da
 
distribuição do poder e da estrutura das tensões em toda essa rede humana móvel.
(ELIAS, Norbert. A sociedade dos indivíduos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1994.)
E, seja qual for a oportunidade que ela aproveite, seu ato se entremeará com os de outras pessoas; desencadeará outras sequências de ações, cuja direção e resultado provisório não dependerão desse indivíduo, mas da distribuição do poder e da estrutura das tensões em toda essa rede humana móvel.” Considerando o contexto, o trecho destacado anteriormente pode ser entendido de acordo com a afirmativa:

Questão 2

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Pedagogo
1
O maior país da América Latina, com a maior população católica
 
do mundo, não nasceu de forma tranquila. Neste livro, com o
 
realismo dos documentos originais, vemos claramente a
 
brutalidade do extermínio dos índios na costa brasileira, berço de
5
sangue cujo marco determinante é a fundação da cidade do Rio
 
de Janeiro.
 
O Brasil real começou a ser construído por homens como o
 
degredado João Ramalho, que raspava os pelos do corpo para se
 
mesclar aos índios e construiu um exército de mestiços caçadores
10
de escravos mais poderoso que o da própria Coroa; personagens
 
improváveis como o jesuíta Manoel da Nóbrega, padre gago
 
incumbido de catequizar um povo de língua indecifrável, esteio
 
da erradicação dos “hereges” antropófagos; líderes implacáveis
 
como Aimberê, ex-escravo que tomou a frente da resistência e
15
Cunhambebe, cacique “imortal”, que dizia poder devorar carne
 
humana porque era “um jaguar”.
 
Incluindo protestantes franceses, que se aliaram aos índios para
 
escapar dos portugueses e da Inquisição, além de mamelucos, os
 
primeiros brasileiros verdadeiramente ligados à terra, que
20
falavam tupi tanto quanto o português e partiram do planalto de
 
Piratininga para caçar índios e estenderam a colônia sertão
 
adentro, surge um povo que desde a origem nada tem da
 
autoimagem do “brasileiro cordial”.
(Texto da orelha do livro A conquista do Brasil, de Thales Guaracy, Planeta, Rio de Janeiro, 2015)
O texto 1, retirado da orelha do livro indicado, tem como finalidade destacar qualidades da obra a que alude; NÃO é uma dessas qualidades o seguinte tópico:

Questão 3

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Pedagogo
1
O maior país da América Latina, com a maior população católica
 
do mundo, não nasceu de forma tranquila. Neste livro, com o
 
realismo dos documentos originais, vemos claramente a
 
brutalidade do extermínio dos índios na costa brasileira, berço de
5
sangue cujo marco determinante é a fundação da cidade do Rio
 
de Janeiro.
 
O Brasil real começou a ser construído por homens como o
 
degredado João Ramalho, que raspava os pelos do corpo para se
 
mesclar aos índios e construiu um exército de mestiços caçadores
10
de escravos mais poderoso que o da própria Coroa; personagens
 
improváveis como o jesuíta Manoel da Nóbrega, padre gago
 
incumbido de catequizar um povo de língua indecifrável, esteio
 
da erradicação dos “hereges” antropófagos; líderes implacáveis
 
como Aimberê, ex-escravo que tomou a frente da resistência e
15
Cunhambebe, cacique “imortal”, que dizia poder devorar carne
 
humana porque era “um jaguar”.
 
Incluindo protestantes franceses, que se aliaram aos índios para
 
escapar dos portugueses e da Inquisição, além de mamelucos, os
 
primeiros brasileiros verdadeiramente ligados à terra, que
20
falavam tupi tanto quanto o português e partiram do planalto de
 
Piratininga para caçar índios e estenderam a colônia sertão
 
adentro, surge um povo que desde a origem nada tem da
 
autoimagem do “brasileiro cordial”.
(Texto da orelha do livro A conquista do Brasil, de Thales Guaracy, Planeta, Rio de Janeiro, 2015)
O texto 1, retirado da orelha do livro indicado, tem como finalidade destacar qualidades da obra a que alude; NÃO é uma dessas qualidades o seguinte tópico:

Questão 4

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Pedagogo
1
Toda sociedade grande e complexa tem, na verdade, duas qualidades: é muito firme e muito elástica. Em seu
 
interior, constantemente se abre um espaço para as decisões individuais. Apresentam-se oportunidades que podem ser
 
aproveitadas ou perdidas. Aparecem encruzilhadas em que as pessoas têm de fazer escolhas, e de suas escolhas,
 
conforme sua posição social, pode depender seu destino pessoal imediato, ou o de uma família inteira, ou ainda, em
5
certas situações, de nações inteiras ou de grupos dentro delas. Pode depender de suas escolhas que a resolução
 
completa das tensões existentes ocorra na geração atual ou somente na seguinte. Delas pode depender a determinação
 
de qual das pessoas ou grupos em confronto, dentro de um sistema particular de tensões, se tornará o executor das
 
transformações para as quais as tensões estão impelindo, e de que lado e em que lugar se localizarão os centros das
 
novas formas de integração rumo às quais se deslocam as mais antigas, em virtude, sempre, de suas tensões. Mas as
10
oportunidades entre as quais a pessoa assim se vê forçada a optar não são, em si mesmas, criadas por essa pessoa. São
 
prescritas e limitadas pela estrutura específica de sua sociedade e pela natureza das funções que as pessoas exercem
 
dentro dela. E, seja qual for a oportunidade que ela aproveite, seu ato se entremeará com os de outras pessoas;
 
desencadeará outras sequências de ações, cuja direção e resultado provisório não dependerão desse indivíduo, mas da
 
distribuição do poder e da estrutura das tensões em toda essa rede humana móvel.
(ELIAS, Norbert. A sociedade dos indivíduos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1994.)
“Um discurso não vem ao mundo numa inocente solitude, mas constrói-se através de um já-dito em relação ao qual ele toma posição.” (COSTA VAL, Maria da Graça.)

É possível afirmar que tal ocorrência textual exposta na citação anterior

Questão 5

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Pedagogo
1
Toda sociedade grande e complexa tem, na verdade, duas qualidades: é muito firme e muito elástica. Em seu
 
interior, constantemente se abre um espaço para as decisões individuais. Apresentam-se oportunidades que podem ser
 
aproveitadas ou perdidas. Aparecem encruzilhadas em que as pessoas têm de fazer escolhas, e de suas escolhas,
 
conforme sua posição social, pode depender seu destino pessoal imediato, ou o de uma família inteira, ou ainda, em
5
certas situações, de nações inteiras ou de grupos dentro delas. Pode depender de suas escolhas que a resolução
 
completa das tensões existentes ocorra na geração atual ou somente na seguinte. Delas pode depender a determinação
 
de qual das pessoas ou grupos em confronto, dentro de um sistema particular de tensões, se tornará o executor das
 
transformações para as quais as tensões estão impelindo, e de que lado e em que lugar se localizarão os centros das
 
novas formas de integração rumo às quais se deslocam as mais antigas, em virtude, sempre, de suas tensões. Mas as
10
oportunidades entre as quais a pessoa assim se vê forçada a optar não são, em si mesmas, criadas por essa pessoa. São
 
prescritas e limitadas pela estrutura específica de sua sociedade e pela natureza das funções que as pessoas exercem
 
dentro dela. E, seja qual for a oportunidade que ela aproveite, seu ato se entremeará com os de outras pessoas;
 
desencadeará outras sequências de ações, cuja direção e resultado provisório não dependerão desse indivíduo, mas da
 
distribuição do poder e da estrutura das tensões em toda essa rede humana móvel.
(ELIAS, Norbert. A sociedade dos indivíduos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1994.)


Para que um termo ou expressão tenha um efeito conotativo, é necessário considerar o contexto no qual estão inseridos assim como as combinações utilizadas. Partindo de tal pressuposto, é possível reconhecer a ocorrência de tal efeito no trecho a seguir selecionado.

Questão 6

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Pedagogo
1
O coronel, que então morava já na cidade, tinha um compadre sitiante que ele estimava muito. Quando um filho
 
do compadre Zeferino ficava doente, ia para a casa do coronel, ficava morando ali até ficar bom, o coronel é que
 
arranjava médico, remédio, tudo.
 
Quase todos os meses o compadre pobre mandava um caixote de ovos para o coronel. Seu sítio era retirado umas
5
duas léguas de uma estaçãozinha da Leopoldina, e compadre Zeferino despachava o caixote de ovos de lá, frete a pagar.
 
Sempre escrevia no caixote: CUIDADO É OVOS – e cada ovo era enrolado em sua palha de milho com todo cuidado para
 
não se quebrar na viagem. Mas, que o quê: a maior parte quebrava com os solavancos do trem.
 
Os meninos filhos do coronel morriam de rir abrindo o caixote de presente do compadre Zeferino; a mulher dele
 
abanava a cabeça como quem diz: qual... Os meninos, com as mãos lambuzadas de clara e gema, iam separando os ovos
10
bons. O coronel, na cadeira de balanço, ficava sério; mas, reparando bem, a gente via que ele às vezes sorria das risadas
 
dos meninos e das bobagens que eles diziam: por exemplo, um gritava para o outro – “cuidado, é ovos”!
 
Quando os meninos acabavam o serviço, o coronel perguntava:
 
– Quantos salvaram?
 
Os meninos diziam. Então ele se voltava para a mulher: “Mulher, a quanto está a dúzia de ovos aqui no Cachoeiro?”
15
A mulher dizia. Então ele fazia um cálculo do frete que pagara, mais do carreto da estação até a casa e coçava a cabeça
 
com um ar engraçado:
 
– Até que os ovos do compadre Zeferino não estão me saindo muito caros desta vez. [...]
(BRAGA, R. O Compadre Pobre. In. BRAGA, R. 200 crônicas escolhidas. Rio de Janeiro: Record, 2013. Fragmento.)


De acordo com os fatos narrados no texto, pode-se inferir que

Questão 7

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Pedagogo
1
O coronel, que então morava já na cidade, tinha um compadre sitiante que ele estimava muito. Quando um filho
 
do compadre Zeferino ficava doente, ia para a casa do coronel, ficava morando ali até ficar bom, o coronel é que
 
arranjava médico, remédio, tudo.
 
Quase todos os meses o compadre pobre mandava um caixote de ovos para o coronel. Seu sítio era retirado umas
5
duas léguas de uma estaçãozinha da Leopoldina, e compadre Zeferino despachava o caixote de ovos de lá, frete a pagar.
 
Sempre escrevia no caixote: CUIDADO É OVOS – e cada ovo era enrolado em sua palha de milho com todo cuidado para
 
não se quebrar na viagem. Mas, que o quê: a maior parte quebrava com os solavancos do trem.
 
Os meninos filhos do coronel morriam de rir abrindo o caixote de presente do compadre Zeferino; a mulher dele
 
abanava a cabeça como quem diz: qual... Os meninos, com as mãos lambuzadas de clara e gema, iam separando os ovos
10
bons. O coronel, na cadeira de balanço, ficava sério; mas, reparando bem, a gente via que ele às vezes sorria das risadas
 
dos meninos e das bobagens que eles diziam: por exemplo, um gritava para o outro – “cuidado, é ovos”!
 
Quando os meninos acabavam o serviço, o coronel perguntava:
 
– Quantos salvaram?
 
Os meninos diziam. Então ele se voltava para a mulher: “Mulher, a quanto está a dúzia de ovos aqui no Cachoeiro?”
15
A mulher dizia. Então ele fazia um cálculo do frete que pagara, mais do carreto da estação até a casa e coçava a cabeça
 
com um ar engraçado:
 
– Até que os ovos do compadre Zeferino não estão me saindo muito caros desta vez. [...]
(BRAGA, R. O Compadre Pobre. In. BRAGA, R. 200 crônicas escolhidas. Rio de Janeiro: Record, 2013. Fragmento.)


Em “O coronel, que então morava já na cidade, tinha um compadre sitiante que ele estimava muito.” (1º§), o termo destacado poderia ser substituído, sem que houvesse perda relevante de sentido por, EXCETO:

Questão 8

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Pedagogo
1
O maior país da América Latina, com a maior população católica
 
do mundo, não nasceu de forma tranquila. Neste livro, com o
 
realismo dos documentos originais, vemos claramente a
 
brutalidade do extermínio dos índios na costa brasileira, berço de
5
sangue cujo marco determinante é a fundação da cidade do Rio
 
de Janeiro.
 
O Brasil real começou a ser construído por homens como o
 
degredado João Ramalho, que raspava os pelos do corpo para se
 
mesclar aos índios e construiu um exército de mestiços caçadores
10
de escravos mais poderoso que o da própria Coroa; personagens
 
improváveis como o jesuíta Manoel da Nóbrega, padre gago
 
incumbido de catequizar um povo de língua indecifrável, esteio
 
da erradicação dos “hereges” antropófagos; líderes implacáveis
 
como Aimberê, ex-escravo que tomou a frente da resistência e
15
Cunhambebe, cacique “imortal”, que dizia poder devorar carne
 
humana porque era “um jaguar”.
 
Incluindo protestantes franceses, que se aliaram aos índios para
 
escapar dos portugueses e da Inquisição, além de mamelucos, os
 
primeiros brasileiros verdadeiramente ligados à terra, que
20
falavam tupi tanto quanto o português e partiram do planalto de
 
Piratininga para caçar índios e estenderam a colônia sertão
 
adentro, surge um povo que desde a origem nada tem da
 
autoimagem do “brasileiro cordial”.
(Texto da orelha do livro A conquista do Brasil, de Thales Guaracy, Planeta, Rio de Janeiro, 2015)
O texto 1, retirado da orelha do livro indicado, tem como finalidade destacar qualidades da obra a que alude; NÃO é uma dessas qualidades o seguinte tópico:

Questão 9

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Pedagogo
1
O coronel, que então morava já na cidade, tinha um compadre sitiante que ele estimava muito. Quando um filho
 
do compadre Zeferino ficava doente, ia para a casa do coronel, ficava morando ali até ficar bom, o coronel é que
 
arranjava médico, remédio, tudo.
 
Quase todos os meses o compadre pobre mandava um caixote de ovos para o coronel. Seu sítio era retirado umas
5
duas léguas de uma estaçãozinha da Leopoldina, e compadre Zeferino despachava o caixote de ovos de lá, frete a pagar.
 
Sempre escrevia no caixote: CUIDADO É OVOS – e cada ovo era enrolado em sua palha de milho com todo cuidado para
 
não se quebrar na viagem. Mas, que o quê: a maior parte quebrava com os solavancos do trem.
 
Os meninos filhos do coronel morriam de rir abrindo o caixote de presente do compadre Zeferino; a mulher dele
 
abanava a cabeça como quem diz: qual... Os meninos, com as mãos lambuzadas de clara e gema, iam separando os ovos
10
bons. O coronel, na cadeira de balanço, ficava sério; mas, reparando bem, a gente via que ele às vezes sorria das risadas
 
dos meninos e das bobagens que eles diziam: por exemplo, um gritava para o outro – “cuidado, é ovos”!
 
Quando os meninos acabavam o serviço, o coronel perguntava:
 
– Quantos salvaram?
 
Os meninos diziam. Então ele se voltava para a mulher: “Mulher, a quanto está a dúzia de ovos aqui no Cachoeiro?”
15
A mulher dizia. Então ele fazia um cálculo do frete que pagara, mais do carreto da estação até a casa e coçava a cabeça
 
com um ar engraçado:
 
– Até que os ovos do compadre Zeferino não estão me saindo muito caros desta vez. [...]
(BRAGA, R. O Compadre Pobre. In. BRAGA, R. 200 crônicas escolhidas. Rio de Janeiro: Record, 2013. Fragmento.)


A expressão do ponto de vista do narrador pode ser identificada através de alguns recursos, sendo um deles o da adjetivação. Tal fato pode ser identificado no fragmento transcrito em:

Questão 10

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Pedagogo
1
O coronel, que então morava já na cidade, tinha um compadre sitiante que ele estimava muito. Quando um filho
 
do compadre Zeferino ficava doente, ia para a casa do coronel, ficava morando ali até ficar bom, o coronel é que
 
arranjava médico, remédio, tudo.
 
Quase todos os meses o compadre pobre mandava um caixote de ovos para o coronel. Seu sítio era retirado umas
5
duas léguas de uma estaçãozinha da Leopoldina, e compadre Zeferino despachava o caixote de ovos de lá, frete a pagar.
 
Sempre escrevia no caixote: CUIDADO É OVOS – e cada ovo era enrolado em sua palha de milho com todo cuidado para
 
não se quebrar na viagem. Mas, que o quê: a maior parte quebrava com os solavancos do trem.
 
Os meninos filhos do coronel morriam de rir abrindo o caixote de presente do compadre Zeferino; a mulher dele
 
abanava a cabeça como quem diz: qual... Os meninos, com as mãos lambuzadas de clara e gema, iam separando os ovos
10
bons. O coronel, na cadeira de balanço, ficava sério; mas, reparando bem, a gente via que ele às vezes sorria das risadas
 
dos meninos e das bobagens que eles diziam: por exemplo, um gritava para o outro – “cuidado, é ovos”!
 
Quando os meninos acabavam o serviço, o coronel perguntava:
 
– Quantos salvaram?
 
Os meninos diziam. Então ele se voltava para a mulher: “Mulher, a quanto está a dúzia de ovos aqui no Cachoeiro?”
15
A mulher dizia. Então ele fazia um cálculo do frete que pagara, mais do carreto da estação até a casa e coçava a cabeça
 
com um ar engraçado:
 
– Até que os ovos do compadre Zeferino não estão me saindo muito caros desta vez. [...]
(BRAGA, R. O Compadre Pobre. In. BRAGA, R. 200 crônicas escolhidas. Rio de Janeiro: Record, 2013. Fragmento.)


De acordo com as relações sintáticas estabelecidas no texto, leia e analise as considerações a seguir.

I. Para relatar a forma como o compadre arrumava a encomenda dos ovos empregou-se o predicado nominal em “... e cada ovo era enrolado em sua palha de milho com todo carinho...”.

II. O sujeito indeterminado foi empregado para demonstrar a ação da mulher do coronel em: “... como quem diz: qual...”.

III. Para indicar as ações da mulher e dos filhos do coronel foram empregados verbo transitivo direto e indireto, respectivamente, vistos em: “abanava a cabeça”, “acabavam o serviço”.

Está(ão) correta(s) apenas

Questão 11

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Pedagogo


A figura apresentada a seguir é chamada de Barra de Ferramentas de Acesso Rápido e fica junto com a Barra de Títulos, no Microsoft Word 2013 (Configuração Padrão, Idioma Português-Brasil). Da esquerda para a direita, os ícones apresentados têm as seguintes funções: Salvar; Desfazer Digitação; Refazer Digitação; Novo Documento em Branco; Abrir; Visualizar Impressão; e, Ortografia e Gramática. Como o próprio nome diz, são ferramentas de acesso rápido, que o usuário tem a opção de configurar. Assim, como em várias funções, algumas possuem atalhos para facilitar o trabalho de digitação de textos.



Assinale a alternativa correta referente aos respectivos atalhos para Salvar, Abrir e Ortografia e Gramática.

Questão 12

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Pedagogo


O Microsoft Excel é um aplicativo muito utilizado em escritório; de acordo com diversos autores, é o mais utilizado no mundo. O Excel possui uma infinidade de opções, e ainda podem ser adicionadas funções de programação, fazendo com que ele seja de grande utilidade para as empresas, principalmente quando se trata de apresentar dados (resultados) na forma de planilhas e gráficos. O Microsoft Excel 2013 (Configuração Padrão, Idioma Português-Brasil) traz em sua composição uma grande quantidade de fórmulas prontas, com os mais variados usos. Uma dessas fórmulas conta o número de células de um intervalo que atende a um critério específico. Assinale a alternativa que apresenta essa fórmula corretamente.

Questão 13

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Pedagogo
1
O maior país da América Latina, com a maior população católica
 
do mundo, não nasceu de forma tranquila. Neste livro, com o
 
realismo dos documentos originais, vemos claramente a
 
brutalidade do extermínio dos índios na costa brasileira, berço de
5
sangue cujo marco determinante é a fundação da cidade do Rio
 
de Janeiro.
 
O Brasil real começou a ser construído por homens como o
 
degredado João Ramalho, que raspava os pelos do corpo para se
 
mesclar aos índios e construiu um exército de mestiços caçadores
10
de escravos mais poderoso que o da própria Coroa; personagens
 
improváveis como o jesuíta Manoel da Nóbrega, padre gago
 
incumbido de catequizar um povo de língua indecifrável, esteio
 
da erradicação dos “hereges” antropófagos; líderes implacáveis
 
como Aimberê, ex-escravo que tomou a frente da resistência e
15
Cunhambebe, cacique “imortal”, que dizia poder devorar carne
 
humana porque era “um jaguar”.
 
Incluindo protestantes franceses, que se aliaram aos índios para
 
escapar dos portugueses e da Inquisição, além de mamelucos, os
 
primeiros brasileiros verdadeiramente ligados à terra, que
20
falavam tupi tanto quanto o português e partiram do planalto de
 
Piratininga para caçar índios e estenderam a colônia sertão
 
adentro, surge um povo que desde a origem nada tem da
 
autoimagem do “brasileiro cordial”.
(Texto da orelha do livro A conquista do Brasil, de Thales Guaracy, Planeta, Rio de Janeiro, 2015)
O texto 1, retirado da orelha do livro indicado, tem como finalidade destacar qualidades da obra a que alude; NÃO é uma dessas qualidades o seguinte tópico:

Questão 14

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Pedagogo


A Intel, fabricante de processadores, utiliza a palavra Core i nas nomenclaturas de seus processadores.

Os processadores Intel Core i3, i5 e i7 já estão na sexta geração. A cada versão alguma nova funcionalidade é adicionada, seja para aumentar o poder de processamento, seja para diminuir o consumo de energia, entre outras várias características. Nos processadores Intel Core i de quarta geração foi utilizada uma arquitetura, baseada na microarquitetura Ivy Bridge, que trouxe várias novidades, como o novo processador gráfico DirectX 11, novos estados de economia de energia, chamados SOix etc. Assinale a alternativa que apresenta corretamente a arquitetura presente nos processadores Intel Core i de quarta geração.

Questão 15

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Pedagogo


Um Sistema Operacional tem como principal característica gerenciar os recursos do computador. É pelo SO que tudo é realizado, utilizando-se dos canais de comunicação e execução no computador. O Software e o Hardware trabalham em conjunto para prover as funcionalidades necessárias ao correto funcionamento do equipamento. Um SO deve possuir características, principalmente em relação à evolução que a tecnologia tem na atualidade. Uma dessas características refere-se à capacidade de um sistema operacional acompanhar os avanços na tecnologia de computação. Assinale-a.

Questão 16

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Pedagogo


Considerando a prática interdisciplinar na construção do conhecimento, assinale a afirmativa INCORRETA.

Questão 17

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Pedagogo


De acordo como Estatuto da Criança e do Adolescente, Lei nº 8.069/1990, cabe aos pais, integrantes da família ampliada, responsáveis, agentes públicos executores de medidas socioeducativas ou qualquer pessoa encarregada de cuidar de crianças e de adolescentes, tratá-los, educá-los ou protegê-los do que utilizarem castigo físico ou tratamento cruel ou degradante como formas de correção, disciplina, educação ou qualquer outro pretexto, pois estarão sujeitos, sem prejuízo de outras sanções cabíveis, a receber medidas, que serão aplicadas de acordo com a gravidade do caso do:

Questão 18

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Pedagogo


A educação como direito social está garantida no Artigo 205 da Constituição Federal: “A educação, direito de todos e dever do Estado e da família, será promovida e incentivada com a colaboração da sociedade, visando ao pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho”. A escola enquanto instituição formadora tem como função, EXCETO:

Questão 19

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Pedagogo


A escola, segundo a Lei de Diretrizes e Bases, tem como função social formar o cidadão e, desse modo, garantir as finalidades registradas no Artigo 22: “A educação básica tem por finalidade desenvolver o educando, assegurar-lhe a formação comum indispensável para o exercício da cidadania e fornecer-lhes meios para progredir no trabalho e em estudos posteriores”. Considerando o exposto e as funções da escola, analise as afirmativas a seguir.

I. Socializar o saber sistematizado.

II. Aliar o saber científico ao saber prévio dos alunos.

III. Adotar uma gestão participativa no seu interior.

Estão corretas as afirmativas

Questão 20

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Pedagogo


Segundo Veiga (2002), qualidade não pode ser privilégio de minorias econômicas e sociais. O desafio que se coloca ao Projeto Político-Pedagógico (PPP) da escola é o de propiciar uma qualidade para todos. A qualidade que se busca implica duas dimensões indissociáveis: a formal ou técnica e a política. (...) O Projeto Político-Pedagógico deve ser o norteador do ideal de qualidade que uma comunidade almeja alcançar, considerando-se objetivos, metas e recursos disponíveis para uma educação de qualidade. Acerca do exposto, assinale o pressuposto INCORRETO.

Questão 21

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Pedagogo


De acordo com a Lei de Diretrizes e Bases da Educação, NÃO é um dos princípios e fins da educação brasileira:

Questão 22

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Pedagogo


O Conselho de Classe é um dos vários mecanismos que possibilitam a gestão democrática na instituição escolar. Com relação a esse tema, assinale a alternativa correta.

Questão 23

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Pedagogo


Sendo a finalidade básica da avaliação trazer subsídios para a tomada de decisão: planejar, intervir ou modificar determinadas situações, relações ou práticas educativas, pode-se afirmar que a avaliação se define em torno de sua função, ou seja, decide-se qual atividade avaliativa será realizada em torno do objetivo que se tem. Considerando a função da avaliação, analise as lacunas de acordo com o tipo de avaliação adequado.

-> “A avaliação _______________ tem a função de fornecer informações sintetizadas que se destinam ao registro e à publicação do que foi aprendido pelos educandos.”
-> “A avaliação _______________ é usada, tipicamente, para tomar decisões a respeito da promoção ou reprovação dos alunos que não obtiveram êxito no processo de ensino-aprendizagem.”
-> “A avaliação _______________ tem a função de aprimorar ou redimensionar o processo de aprendizagem auxiliando o aluno a se desenvolver.”

Assinale a alternativa que completa correta e sequencialmente as afirmativas anteriores.

Questão 24

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Pedagogo
É notável que as grandes transformações na educação brasileira, em termos de universalização do acesso e consolidação de um projeto de educação para todos, tenham ocorrido muito recentemente. No final da década de 1970 e início da de 1980 iniciou-se a expansão da rede pública de ensino no Brasil. A Constituição Federal de 1988, com todas as contradições enfrentadas, ajudou a consolidar e projetar a ideia política de uma educação republicana e democrática. No Brasil destaca-se, a partir da década de 1990, a estruturação dos elementos centrais que possibilitaram a expansão e a consolidação da educação básica pública: diretrizes, financiamento e avaliação. Nesse sentido, são marcos importantes, EXCETO:

Questão 25

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Pedagogo
“(...) O desenvolvimento da mente é um processo dialético que ocorre por meio da autorregulação. Todos os processos vitais, sejam eles psicológicos, biológicos ou sociológicos, se comportam da mesma forma. Para Piaget isto significa que, diante das dificuldades de assimilação, o organismo se acomoda, e assim pode assimilar sucessivas vezes. O resultado entre a assimilação e a acomodação é a adaptação.”

Assinale a teoria correta que se refere ao trecho em destaque.

Questão 26

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Pedagogo
“Segundo Petraglia (1993), o movimento da interdisciplinaridade surgiu na Europa, essencialmente, na França e na Itália, em meados da década de 60. Nesta época, os movimentos estudantis lutavam por um novo estatuto de universidade e escola. Também, por parte de alguns professores, apareceram várias tentativas de buscar o rompimento com uma educação segmentada. No Brasil, o movimento começou a ganhar forças na década de 70.” (Revista de Iniciação Científica da FFC, v. 4, nº 2, 2004.)

Acerca da interdisciplinaridade, assinale a afirmativa INCORRETA.

Questão 27

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Pedagogo
“A didática foi concebida como base de uma reforma educacional importante pela primeira vez no século XVII, com João Amós Comenius, em sua obra ‘Didática Magna’. Nesta época ele havia observado que a educação se dava de maneira muito espontânea, permeada de puro praticismo, não havia sistematização, organização ou planejamento. Com o objetivo de organizar e sistematizar a educação, Comenius escreveu a ‘Didática Magna’ (...)”. (COMENIUS, João Amos. (1996). Didática Magna. São Paulo: Martins Fontes.)

Com relação à didática, é correto afirmar que

Questão 28

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Pedagogo
“A Constituição Federal, em seu Art. 214, prevê que a lei estabelecerá o Plano Nacional de Educação – PNE, de duração plurianual. A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, complementarmente, define como uma das incumbências da União ‘elaborar o Plano Nacional de Educação, em colaboração com os estados, o Distrito Federal e os municípios’.” (Art. 9º, inciso I.)

Acerca do PNE, assinale a afirmativa INCORRETA.

Questão 29

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Pedagogo
1
“O planejamento em educação pode ocorrer em diferentes níveis. A própria legislação nos indica alguns desses níveis de
 
planejamento. A LDB (Lei nº 9.394/96), em seu artigo 9º, estabelece que uma das incumbências da União é elaborar o
 
Plano Nacional de Educação (PNE). Essa mesma atribuição é estabelecida para os estados e municípios, ao constituírem
 
seus sistemas de ensino (Arts. 10 e 11). Também os estabelecimentos de ensino têm como uma de suas tarefas
5
‘elaborar e executar sua proposta pedagógica’ (Art. 12), assim como aos docentes é atribuída, entre outras funções,
 
‘participar da elaboração da proposta pedagógica do estabelecimento de ensino; elaborar e cumprir plano de trabalho,
 
segundo a proposta pedagógica do estabelecimento de ensino’ (Art. 13).”
(Disponível em http://escoladegestores.mec.gov.br/site/5sala_planejamento_praticas_gestao_escolar/pdf/u1_4.pdf.)


Sobre o exposto, considere os diferentes níveis de planejamento nos seguintes âmbitos:

1. Sistema e rede de ensino.

2. Unidade escolar.

3. Ensino.

Relacione-os adequadamente com suas respectivas características.

( ) Passa a ser compreendido de forma estreitamente vinculada às relações que se produzem entre a escola e o contexto histórico-cultural em que a educação se realiza.

( ) Constitui uma forma específica de intervenção do Estado em educação, que se relaciona, de diferentes maneiras, historicamente condicionadas, com as outras formas de intervenção do Estado em educação.

( ) Concretiza-se pela elaboração de seu Projeto Político-Pedagógico (PPP). Na perspectiva aqui desenvolvida, o planejamento deve pautar-se pelo princípio da busca da unidade entre teoria e prática, e se institui como momento privilegiado de tomada de decisões acerca das finalidades da educação básica.

A sequência está correta em

Questão 30

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Pedagogo
1
“O planejamento em educação pode ocorrer em diferentes níveis. A própria legislação nos indica alguns desses níveis de
 
planejamento. A LDB (Lei nº 9.394/96), em seu artigo 9º, estabelece que uma das incumbências da União é elaborar o
 
Plano Nacional de Educação (PNE). Essa mesma atribuição é estabelecida para os estados e municípios, ao constituírem
 
seus sistemas de ensino (Arts. 10 e 11). Também os estabelecimentos de ensino têm como uma de suas tarefas
5
‘elaborar e executar sua proposta pedagógica’ (Art. 12), assim como aos docentes é atribuída, entre outras funções,
 
‘participar da elaboração da proposta pedagógica do estabelecimento de ensino; elaborar e cumprir plano de trabalho,
 
segundo a proposta pedagógica do estabelecimento de ensino’ (Art. 13).”
(Disponível em http://escoladegestores.mec.gov.br/site/5sala_planejamento_praticas_gestao_escolar/pdf/u1_4.pdf.)


Em virtude do caráter integrador de um planejamento de ensino é necessário que considere a dinamicidade do conhecimento escolar, sua articulação com a realidade histórica e que se fundamente nos seguintes elementos, EXCETO:

Questão 31

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Pedagogo


A proposta de projetos pedagógicos interdisciplinares rompe com os paradigmas da pedagogia tradicional centrada na exposição de conteúdos pelos professores. Esse novo modelo propõe que o docente abandone o papel de “transmissor de conteúdos” e adote uma postura de pesquisador, de organizador do processo de ensino-aprendizagem.

E o aluno, por sua vez, passe de receptor passivo a ator do processo. A eficiência de um projeto pedagógico será importante para o ensino-aprendizagem se for concebido e executado a partir, EXCETO:

Questão 32

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Pedagogo


Existem diferentes dimensões de avaliação e todas estão envolvidas pela tomada de decisão. Considerando as avaliações do sistema, a institucional e em sala de aula, analise as características a seguir.

I. Baseada nos conjuntos dos alunos, tratados em conjunto.

II. Possui natureza classificatória e é realizada periodicamente.

III. Possui natureza formativa e somativa.

IV. Baseada na relação professor/aluno.

V. Realizada para poucos alunos, ou seja, apenas a turma na sala de aula.

Com relação à avaliação institucional, estão corretas apenas as alternativas

Questão 33

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Pedagogo
1
“O conhecimento humano, dependendo dos diferentes referencias, é explicado diversamente em sua gênese
 
e desenvolvimento, o que condiciona conceitos diversos de homem, mundo, cultura, sociedade, educação etc. Dentro
 
de um mesmo referencial é possível haver abordagens diversas, tendo em comum apenas os diferentes primados:
 
ora do objeto, ora do sujeito, ora da interação de ambos. De acordo com Mizukami, as abordagens do processo
5
ensino-aprendizagem que mais influenciam os professores consideradas por ela são: a tradicional, a comportamentalista,
 
a humanista, a cognitivista e abordagem sociocultural.”


Considerando o exposto e de acordo a abordagem humanista, quanto ao ensino-aprendizagem, assinale o pressuposto correto.

Questão 34

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Pedagogo
1
“O conhecimento humano, dependendo dos diferentes referencias, é explicado diversamente em sua gênese
 
e desenvolvimento, o que condiciona conceitos diversos de homem, mundo, cultura, sociedade, educação etc. Dentro
 
de um mesmo referencial é possível haver abordagens diversas, tendo em comum apenas os diferentes primados:
 
ora do objeto, ora do sujeito, ora da interação de ambos. De acordo com Mizukami, as abordagens do processo
5
ensino-aprendizagem que mais influenciam os professores consideradas por ela são: a tradicional, a comportamentalista,
 
a humanista, a cognitivista e abordagem sociocultural.”


A característica principal desta abordagem é tratar o conhecimento como uma “descoberta” nova para o indivíduo que a faz. O que foi descoberto, porém, já se encontrava presente na realidade exterior. Nessa abordagem, consideram a experiência planejada como a base do conhecimento; o conhecimento é o resultado direto da experiência. Trata-se da abordagem:

Questão 35

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Pedagogo


A adoção Tecnologia de Informação e Comunicação – TIC em sala de aula traz para os educandos muitos caminhos a percorrer e, para isso, é necessária a presença do professor, pois é ele quem irá dinamizar todo este novo processo de ensino-aprendizagem por intermédio dessa ferramenta. Entre as vantagens potenciais desta modalidade na escola, está no fato desta, EXCETO:

Questão 36

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Pedagogo
1
O maior país da América Latina, com a maior população católica
 
do mundo, não nasceu de forma tranquila. Neste livro, com o
 
realismo dos documentos originais, vemos claramente a
 
brutalidade do extermínio dos índios na costa brasileira, berço de
5
sangue cujo marco determinante é a fundação da cidade do Rio
 
de Janeiro.
 
O Brasil real começou a ser construído por homens como o
 
degredado João Ramalho, que raspava os pelos do corpo para se
 
mesclar aos índios e construiu um exército de mestiços caçadores
10
de escravos mais poderoso que o da própria Coroa; personagens
 
improváveis como o jesuíta Manoel da Nóbrega, padre gago
 
incumbido de catequizar um povo de língua indecifrável, esteio
 
da erradicação dos “hereges” antropófagos; líderes implacáveis
 
como Aimberê, ex-escravo que tomou a frente da resistência e
15
Cunhambebe, cacique “imortal”, que dizia poder devorar carne
 
humana porque era “um jaguar”.
 
Incluindo protestantes franceses, que se aliaram aos índios para
 
escapar dos portugueses e da Inquisição, além de mamelucos, os
 
primeiros brasileiros verdadeiramente ligados à terra, que
20
falavam tupi tanto quanto o português e partiram do planalto de
 
Piratininga para caçar índios e estenderam a colônia sertão
 
adentro, surge um povo que desde a origem nada tem da
 
autoimagem do “brasileiro cordial”.
(Texto da orelha do livro A conquista do Brasil, de Thales Guaracy, Planeta, Rio de Janeiro, 2015)
O texto 1, retirado da orelha do livro indicado, tem como finalidade destacar qualidades da obra a que alude; NÃO é uma dessas qualidades o seguinte tópico:

Questão 37

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Pedagogo


Oliveira (2007) “define grupo como um conjunto de pessoas reunidas para realizar objetivos, estabelecendo relações de interdependência e criando identidade própria. O objetivo em comum é o elo que orienta a formação dos grupos”.

São importantes características dos grupos, EXCETO:

Questão 38

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Pedagogo


A liderança visa à consecução de um ou mais objetivos específicos: o líder surge como um meio para se alcançar os objetivos desejados pelo grupo e pela instituição. Os estilos mais comuns de lideranças são:

1. Autocrática.

2. Liberal.

3. Democrática.

4. Situacional.

Considerando os estilos de liderança, relacione adequadamente com as características citadas a seguir.

( ) O líder fixa as diretrizes, sem qualquer participação do grupo. Determina as técnicas para a execução das tarefas, na medida que se tornam necessárias e de modo imprevisível para o grupo.

( ) Os líderes de sucesso não utilizam um único estilo. Eles praticam uma liderança situacional, adaptando o seu estilo a cada situação, principalmente às características culturais de cada grupo.

( ) Há liberdade para as decisões grupais ou individuais, com participação mínima do líder. A divisão das tarefas e a escolha dos companheiros ficam totalmente a cargo do grupo. O líder não faz nenhuma tentativa de avaliar ou de regular o curso dos acontecimentos.

( ) As diretrizes são debatidas e decididas pelo grupo. O grupo estabelece as providências e as técnicas para atingir o alvo, solicitando aconselhamento técnico ao líder quando necessário. A divisão das tarefas fica a critério do grupo e cada membro tem liberdade de escolher os seus companheiros de trabalho.

A sequência está correta em

Questão 39

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Pedagogo


A andragogia, definida por Malcolm Knowles, no século XX, é uma ciência antiga que estuda a educação para adultos com a finalidade de buscar uma aprendizagem efetiva para o desenvolvimento de habilidades e conhecimento.

Acerca dessa ciência, assinale a afirmativa correta.

Questão 40

Pref. Imigrantes/ES 2016 - CONSULPLAN - Pedagogo


Com relação às bases psicológicas da aprendizagem, marque V para as afirmativas verdadeiras e F para as falsas.

( ) Os mecanismos de condicionamento operante que Bruner considera importantes são: reforço positivo ou recompensa; reforço negativo; extinção ou ausência de reforço; e, castigo.

( ) A ideia básica da teoria da Piaget é a de que as funções permanecem invariáveis, mas que as estruturas mudam, sistematicamente, conforme a criança se desenvolve.

( ) Vygotsky partia da ideia de que a criança tem necessidade de atuar de maneira eficaz e com independência e de ter a capacidade para desenvolver um estado mental de funcionamento superior quando interage com a cultura.

( ) A teoria de Skinner tem quatro princípios fundamentais: motivação, estrutura, sequência e reforçamento.

( ) A teoria da assimilação de Ausubel, ou teoria da aprendizagem significativa, é uma teoria cognitivista e procura explicar os mecanismos internos que ocorrem na mente humana com relação ao aprendizado e à estruturação do conhecimento.

A sequência está correta em



Provas de Concursos » Consulplan 2016