×
Analista da Procuradoria - Analista de Sistemas/ Negócios/ Suporte e Microinformática Analista da Procuradoria - Processual Analista da Procuradoria - Analista de Sistemas/ Desenvolvimento Analista da Procuradoria - Contador Técnico da Procuradoria - Sem Especialidade Técnico da Procuradoria - Contabilidade Técnico da Procuradoria - Tecnologia da Informação
×

PGE/RO 2015

Analista da Procuradoria - Administrador

Questão 1

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
1
Os seres humanos causam mais danos para a vida selvagem
 
do que desastres nucleares. Essa é a conclusão de um estudo
 
publicado ontem na revista científica “Current Biology”, que
 
analisou dados populacionais de grande prazo na zona de
5
exclusão de Chernobyl, na fronteira entre a Ucrânia e a
 
Bielorrússia. Em abril de 1986, a área de 4.200 quilômetros
 
quadrados foi totalmente evacuada após a explosão, seguida de
 
um incêndio, de um reator na Usina Nuclear de Chernobyl.
 
Centenas de milhares de pessoas foram removidas de suas casas
10
para nunca mais voltar. Três décadas depois, a região mais
 
parece um parque de proteção ambiental que uma zona de
 
desastre. Sem a presença humana, bandos de alces, veados,
 
cervos, javalis e lobos são vistos perambulando livremente entre
 
ruas e construções abandonadas.
15
- É muito provável que o número de animais selvagens em
 
Chernobyl seja bem maior agora do que antes do acidente – diz
 
Jim Smith, professor da Universidade de Portsmouth, no Reino
 
Unido, e coordenador da equipe internacional responsável pelo
 
estudo. – Isso não significa que a radiação é boa para a vida
20
selvagem, apenas que os efeitos da habitação humana, incluindo
 
caça, agricultura e desmatamento, são muito piores.
(O Globo, 6/10/2015)
“Sem humanos, natureza prospera em Chernobyl”.

A forma de reescrever essa frase - título para o texto 1 – que modifica o sentido original, tornando-a inadequada ao contexto, é:

Questão 2

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
1
Os seres humanos causam mais danos para a vida selvagem
 
do que desastres nucleares. Essa é a conclusão de um estudo
 
publicado ontem na revista científica “Current Biology”, que
 
analisou dados populacionais de grande prazo na zona de
5
exclusão de Chernobyl, na fronteira entre a Ucrânia e a
 
Bielorrússia. Em abril de 1986, a área de 4.200 quilômetros
 
quadrados foi totalmente evacuada após a explosão, seguida de
 
um incêndio, de um reator na Usina Nuclear de Chernobyl.
 
Centenas de milhares de pessoas foram removidas de suas casas
10
para nunca mais voltar. Três décadas depois, a região mais
 
parece um parque de proteção ambiental que uma zona de
 
desastre. Sem a presença humana, bandos de alces, veados,
 
cervos, javalis e lobos são vistos perambulando livremente entre
 
ruas e construções abandonadas.
15
- É muito provável que o número de animais selvagens em
 
Chernobyl seja bem maior agora do que antes do acidente – diz
 
Jim Smith, professor da Universidade de Portsmouth, no Reino
 
Unido, e coordenador da equipe internacional responsável pelo
 
estudo. – Isso não significa que a radiação é boa para a vida
20
selvagem, apenas que os efeitos da habitação humana, incluindo
 
caça, agricultura e desmatamento, são muito piores.
(O Globo, 6/10/2015)
Observem-se as seguintes passagens do texto 1: “Em abril de 1986, a área de 4.200 quilômetros quadrados foi totalmente evacuada” e “Centenas de milhares de pessoas foram removidas de suas casas para nunca mais voltar”.

Nessas passagens emprega-se a voz passiva e essa estrutura tem a característica de:

Questão 3

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
1
Os seres humanos causam mais danos para a vida selvagem
 
do que desastres nucleares. Essa é a conclusão de um estudo
 
publicado ontem na revista científica “Current Biology”, que
 
analisou dados populacionais de grande prazo na zona de
5
exclusão de Chernobyl, na fronteira entre a Ucrânia e a
 
Bielorrússia. Em abril de 1986, a área de 4.200 quilômetros
 
quadrados foi totalmente evacuada após a explosão, seguida de
 
um incêndio, de um reator na Usina Nuclear de Chernobyl.
 
Centenas de milhares de pessoas foram removidas de suas casas
10
para nunca mais voltar. Três décadas depois, a região mais
 
parece um parque de proteção ambiental que uma zona de
 
desastre. Sem a presença humana, bandos de alces, veados,
 
cervos, javalis e lobos são vistos perambulando livremente entre
 
ruas e construções abandonadas.
15
- É muito provável que o número de animais selvagens em
 
Chernobyl seja bem maior agora do que antes do acidente – diz
 
Jim Smith, professor da Universidade de Portsmouth, no Reino
 
Unido, e coordenador da equipe internacional responsável pelo
 
estudo. – Isso não significa que a radiação é boa para a vida
20
selvagem, apenas que os efeitos da habitação humana, incluindo
 
caça, agricultura e desmatamento, são muito piores.
(O Globo, 6/10/2015)
Considerando-se a conclusão do estudo citado no texto 1: “Os seres humanos causam mais danos para a vida selvagem do que desastres nucleares”, pode-se inferir que:

Questão 4

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
1
Os seres humanos causam mais danos para a vida selvagem
 
do que desastres nucleares. Essa é a conclusão de um estudo
 
publicado ontem na revista científica “Current Biology”, que
 
analisou dados populacionais de grande prazo na zona de
5
exclusão de Chernobyl, na fronteira entre a Ucrânia e a
 
Bielorrússia. Em abril de 1986, a área de 4.200 quilômetros
 
quadrados foi totalmente evacuada após a explosão, seguida de
 
um incêndio, de um reator na Usina Nuclear de Chernobyl.
 
Centenas de milhares de pessoas foram removidas de suas casas
10
para nunca mais voltar. Três décadas depois, a região mais
 
parece um parque de proteção ambiental que uma zona de
 
desastre. Sem a presença humana, bandos de alces, veados,
 
cervos, javalis e lobos são vistos perambulando livremente entre
 
ruas e construções abandonadas.
15
- É muito provável que o número de animais selvagens em
 
Chernobyl seja bem maior agora do que antes do acidente – diz
 
Jim Smith, professor da Universidade de Portsmouth, no Reino
 
Unido, e coordenador da equipe internacional responsável pelo
 
estudo. – Isso não significa que a radiação é boa para a vida
20
selvagem, apenas que os efeitos da habitação humana, incluindo
 
caça, agricultura e desmatamento, são muito piores.
(O Globo, 6/10/2015)
Ao informar aos leitores que o estudo foi publicado numa revista científica de prestígio, o autor do texto 1 pretende:

Questão 5

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
1
Os seres humanos causam mais danos para a vida selvagem
 
do que desastres nucleares. Essa é a conclusão de um estudo
 
publicado ontem na revista científica “Current Biology”, que
 
analisou dados populacionais de grande prazo na zona de
5
exclusão de Chernobyl, na fronteira entre a Ucrânia e a
 
Bielorrússia. Em abril de 1986, a área de 4.200 quilômetros
 
quadrados foi totalmente evacuada após a explosão, seguida de
 
um incêndio, de um reator na Usina Nuclear de Chernobyl.
 
Centenas de milhares de pessoas foram removidas de suas casas
10
para nunca mais voltar. Três décadas depois, a região mais
 
parece um parque de proteção ambiental que uma zona de
 
desastre. Sem a presença humana, bandos de alces, veados,
 
cervos, javalis e lobos são vistos perambulando livremente entre
 
ruas e construções abandonadas.
15
- É muito provável que o número de animais selvagens em
 
Chernobyl seja bem maior agora do que antes do acidente – diz
 
Jim Smith, professor da Universidade de Portsmouth, no Reino
 
Unido, e coordenador da equipe internacional responsável pelo
 
estudo. – Isso não significa que a radiação é boa para a vida
20
selvagem, apenas que os efeitos da habitação humana, incluindo
 
caça, agricultura e desmatamento, são muito piores.
(O Globo, 6/10/2015)
O texto 1 mostra uma enumeração dos animais cuja população cresceu em Chernobyl. Entre as formas de enumerar abaixo indicadas, aquela que tem seu valor corretamente apontado é:

Questão 6

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
1
Os seres humanos causam mais danos para a vida selvagem
 
do que desastres nucleares. Essa é a conclusão de um estudo
 
publicado ontem na revista científica “Current Biology”, que
 
analisou dados populacionais de grande prazo na zona de
5
exclusão de Chernobyl, na fronteira entre a Ucrânia e a
 
Bielorrússia. Em abril de 1986, a área de 4.200 quilômetros
 
quadrados foi totalmente evacuada após a explosão, seguida de
 
um incêndio, de um reator na Usina Nuclear de Chernobyl.
 
Centenas de milhares de pessoas foram removidas de suas casas
10
para nunca mais voltar. Três décadas depois, a região mais
 
parece um parque de proteção ambiental que uma zona de
 
desastre. Sem a presença humana, bandos de alces, veados,
 
cervos, javalis e lobos são vistos perambulando livremente entre
 
ruas e construções abandonadas.
15
- É muito provável que o número de animais selvagens em
 
Chernobyl seja bem maior agora do que antes do acidente – diz
 
Jim Smith, professor da Universidade de Portsmouth, no Reino
 
Unido, e coordenador da equipe internacional responsável pelo
 
estudo. – Isso não significa que a radiação é boa para a vida
20
selvagem, apenas que os efeitos da habitação humana, incluindo
 
caça, agricultura e desmatamento, são muito piores.
(O Globo, 6/10/2015)
“Em abril de 1986, a área de 4.200 quilômetros quadrados foi totalmente evacuada após a explosão, seguida de um incêndio, de um reator na Usina Nuclear de Chernobyl. Centenas de milhares de pessoas foram removidas de suas casas para nunca mais voltar”.

Esse segmento do texto 1 tem a função de:

Questão 7

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
1
Os seres humanos causam mais danos para a vida selvagem
 
do que desastres nucleares. Essa é a conclusão de um estudo
 
publicado ontem na revista científica “Current Biology”, que
 
analisou dados populacionais de grande prazo na zona de
5
exclusão de Chernobyl, na fronteira entre a Ucrânia e a
 
Bielorrússia. Em abril de 1986, a área de 4.200 quilômetros
 
quadrados foi totalmente evacuada após a explosão, seguida de
 
um incêndio, de um reator na Usina Nuclear de Chernobyl.
 
Centenas de milhares de pessoas foram removidas de suas casas
10
para nunca mais voltar. Três décadas depois, a região mais
 
parece um parque de proteção ambiental que uma zona de
 
desastre. Sem a presença humana, bandos de alces, veados,
 
cervos, javalis e lobos são vistos perambulando livremente entre
 
ruas e construções abandonadas.
15
- É muito provável que o número de animais selvagens em
 
Chernobyl seja bem maior agora do que antes do acidente – diz
 
Jim Smith, professor da Universidade de Portsmouth, no Reino
 
Unido, e coordenador da equipe internacional responsável pelo
 
estudo. – Isso não significa que a radiação é boa para a vida
20
selvagem, apenas que os efeitos da habitação humana, incluindo
 
caça, agricultura e desmatamento, são muito piores.
(O Globo, 6/10/2015)
“ruas e construções abandonadas”; entende-se, por essa estrutura, que estão abandonadas as ruas e as construções, mas em caso de só querermos qualificar como abandonadas as ruas, a estrutura adequada seria:

Questão 8

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
1
Na madrugada do dia 26 de abril de 1986, uma sequência de
 
explosões ocorrida na usina nuclear de Chernobyl, localizada na
 
Ucrânia, República federada à URSS, resultou em um dos maiores
 
acidentes químicos e nucleares que a história registra.
5
Uma primeira explosão de vapor no reator número 4, também
 
conhecido como Chernobyl-4, e o incêndio resultante levaram a
 
uma sequência de explosões químicas que gerou uma imensa
 
nuvem radioativa de iodo-131 e césio-137 que alcançou a União
 
Soviética, Europa Oriental, Escandinávia e Reino Unido. Ao
10
contrário do que comumente se afirma, não houve explosão
 
nuclear em Chernobyl.
 
As causas do acidente são tanto humanas quanto técnicas e
 
ocorreram durante a realização de testes de segurança no reator.
 
O reator foi destruído, matando no momento cerca de 30
15
trabalhadores que se encontravam no local, sendo que nos três
 
meses seguintes vários trabalhadores morreram em decorrência
 
do contato com os materiais radioativos.
 
Entretanto, em virtude da propagação da nuvem radioativa,
 
milhões de outras pessoas sofreram as consequências do contato
20
com o iodo e o césio liberados na explosão, resultando em
 
doenças e más-formações das pessoas nascidas de mães e pais
 
contaminados. As áreas que mais foram afetadas foram a Rússia,
 
Ucrânia e Bielorrússia, sendo que este último país concentrou
 
60% do pó radioativo em seu território. O acidente de Chernobyl
25
foi mais radioativo que as duas bombas atômicas lançadas pelos
 
EUA ao final da II Guerra Mundial nas cidades japonesas de
 
Hiroshima e Nagasaki.
(Mundo Educação)
No primeiro parágrafo do texto 2 há uma série de adjetivos; sobre um desses adjetivos é correto afirmar que:

Questão 9

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
1
Na madrugada do dia 26 de abril de 1986, uma sequência de
 
explosões ocorrida na usina nuclear de Chernobyl, localizada na
 
Ucrânia, República federada à URSS, resultou em um dos maiores
 
acidentes químicos e nucleares que a história registra.
5
Uma primeira explosão de vapor no reator número 4, também
 
conhecido como Chernobyl-4, e o incêndio resultante levaram a
 
uma sequência de explosões químicas que gerou uma imensa
 
nuvem radioativa de iodo-131 e césio-137 que alcançou a União
 
Soviética, Europa Oriental, Escandinávia e Reino Unido. Ao
10
contrário do que comumente se afirma, não houve explosão
 
nuclear em Chernobyl.
 
As causas do acidente são tanto humanas quanto técnicas e
 
ocorreram durante a realização de testes de segurança no reator.
 
O reator foi destruído, matando no momento cerca de 30
15
trabalhadores que se encontravam no local, sendo que nos três
 
meses seguintes vários trabalhadores morreram em decorrência
 
do contato com os materiais radioativos.
 
Entretanto, em virtude da propagação da nuvem radioativa,
 
milhões de outras pessoas sofreram as consequências do contato
20
com o iodo e o césio liberados na explosão, resultando em
 
doenças e más-formações das pessoas nascidas de mães e pais
 
contaminados. As áreas que mais foram afetadas foram a Rússia,
 
Ucrânia e Bielorrússia, sendo que este último país concentrou
 
60% do pó radioativo em seu território. O acidente de Chernobyl
25
foi mais radioativo que as duas bombas atômicas lançadas pelos
 
EUA ao final da II Guerra Mundial nas cidades japonesas de
 
Hiroshima e Nagasaki.
(Mundo Educação)
A estruturação dos dois primeiros parágrafos do texto 2 mostra a seguinte relação:

Questão 10

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
1
Na madrugada do dia 26 de abril de 1986, uma sequência de
 
explosões ocorrida na usina nuclear de Chernobyl, localizada na
 
Ucrânia, República federada à URSS, resultou em um dos maiores
 
acidentes químicos e nucleares que a história registra.
5
Uma primeira explosão de vapor no reator número 4, também
 
conhecido como Chernobyl-4, e o incêndio resultante levaram a
 
uma sequência de explosões químicas que gerou uma imensa
 
nuvem radioativa de iodo-131 e césio-137 que alcançou a União
 
Soviética, Europa Oriental, Escandinávia e Reino Unido. Ao
10
contrário do que comumente se afirma, não houve explosão
 
nuclear em Chernobyl.
 
As causas do acidente são tanto humanas quanto técnicas e
 
ocorreram durante a realização de testes de segurança no reator.
 
O reator foi destruído, matando no momento cerca de 30
15
trabalhadores que se encontravam no local, sendo que nos três
 
meses seguintes vários trabalhadores morreram em decorrência
 
do contato com os materiais radioativos.
 
Entretanto, em virtude da propagação da nuvem radioativa,
 
milhões de outras pessoas sofreram as consequências do contato
20
com o iodo e o césio liberados na explosão, resultando em
 
doenças e más-formações das pessoas nascidas de mães e pais
 
contaminados. As áreas que mais foram afetadas foram a Rússia,
 
Ucrânia e Bielorrússia, sendo que este último país concentrou
 
60% do pó radioativo em seu território. O acidente de Chernobyl
25
foi mais radioativo que as duas bombas atômicas lançadas pelos
 
EUA ao final da II Guerra Mundial nas cidades japonesas de
 
Hiroshima e Nagasaki.
(Mundo Educação)
“Ao contrário do que comumente se afirma, não houve explosão nuclear em Chernobyl.”

Essa afirmação do texto 2:

Questão 11

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
1
Na madrugada do dia 26 de abril de 1986, uma sequência de
 
explosões ocorrida na usina nuclear de Chernobyl, localizada na
 
Ucrânia, República federada à URSS, resultou em um dos maiores
 
acidentes químicos e nucleares que a história registra.
5
Uma primeira explosão de vapor no reator número 4, também
 
conhecido como Chernobyl-4, e o incêndio resultante levaram a
 
uma sequência de explosões químicas que gerou uma imensa
 
nuvem radioativa de iodo-131 e césio-137 que alcançou a União
 
Soviética, Europa Oriental, Escandinávia e Reino Unido. Ao
10
contrário do que comumente se afirma, não houve explosão
 
nuclear em Chernobyl.
 
As causas do acidente são tanto humanas quanto técnicas e
 
ocorreram durante a realização de testes de segurança no reator.
 
O reator foi destruído, matando no momento cerca de 30
15
trabalhadores que se encontravam no local, sendo que nos três
 
meses seguintes vários trabalhadores morreram em decorrência
 
do contato com os materiais radioativos.
 
Entretanto, em virtude da propagação da nuvem radioativa,
 
milhões de outras pessoas sofreram as consequências do contato
20
com o iodo e o césio liberados na explosão, resultando em
 
doenças e más-formações das pessoas nascidas de mães e pais
 
contaminados. As áreas que mais foram afetadas foram a Rússia,
 
Ucrânia e Bielorrússia, sendo que este último país concentrou
 
60% do pó radioativo em seu território. O acidente de Chernobyl
25
foi mais radioativo que as duas bombas atômicas lançadas pelos
 
EUA ao final da II Guerra Mundial nas cidades japonesas de
 
Hiroshima e Nagasaki.
(Mundo Educação)
“Uma primeira explosão de vapor no reator número 4, também conhecido como Chernobyl-4, e o incêndio resultante levaram a uma sequência de explosões químicas que gerou uma imensa nuvem radioativa de iodo-131 e césio-137 que alcançou a União Soviética, Europa Oriental, Escandinávia e Reino Unido”.

Sobre a estruturação desse segmento do texto 2, é correto afirmar que:

Questão 12

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
1
Na madrugada do dia 26 de abril de 1986, uma sequência de
 
explosões ocorrida na usina nuclear de Chernobyl, localizada na
 
Ucrânia, República federada à URSS, resultou em um dos maiores
 
acidentes químicos e nucleares que a história registra.
5
Uma primeira explosão de vapor no reator número 4, também
 
conhecido como Chernobyl-4, e o incêndio resultante levaram a
 
uma sequência de explosões químicas que gerou uma imensa
 
nuvem radioativa de iodo-131 e césio-137 que alcançou a União
 
Soviética, Europa Oriental, Escandinávia e Reino Unido. Ao
10
contrário do que comumente se afirma, não houve explosão
 
nuclear em Chernobyl.
 
As causas do acidente são tanto humanas quanto técnicas e
 
ocorreram durante a realização de testes de segurança no reator.
 
O reator foi destruído, matando no momento cerca de 30
15
trabalhadores que se encontravam no local, sendo que nos três
 
meses seguintes vários trabalhadores morreram em decorrência
 
do contato com os materiais radioativos.
 
Entretanto, em virtude da propagação da nuvem radioativa,
 
milhões de outras pessoas sofreram as consequências do contato
20
com o iodo e o césio liberados na explosão, resultando em
 
doenças e más-formações das pessoas nascidas de mães e pais
 
contaminados. As áreas que mais foram afetadas foram a Rússia,
 
Ucrânia e Bielorrússia, sendo que este último país concentrou
 
60% do pó radioativo em seu território. O acidente de Chernobyl
25
foi mais radioativo que as duas bombas atômicas lançadas pelos
 
EUA ao final da II Guerra Mundial nas cidades japonesas de
 
Hiroshima e Nagasaki.
(Mundo Educação)
Abaixo estão orações adjetivas do texto 2, que foram substituídas por construções equivalentes. A forma substitutiva que se mostra inadequada por incorreção ou modificação do sentido original é:

Questão 13

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
1
Na madrugada do dia 26 de abril de 1986, uma sequência de
 
explosões ocorrida na usina nuclear de Chernobyl, localizada na
 
Ucrânia, República federada à URSS, resultou em um dos maiores
 
acidentes químicos e nucleares que a história registra.
5
Uma primeira explosão de vapor no reator número 4, também
 
conhecido como Chernobyl-4, e o incêndio resultante levaram a
 
uma sequência de explosões químicas que gerou uma imensa
 
nuvem radioativa de iodo-131 e césio-137 que alcançou a União
 
Soviética, Europa Oriental, Escandinávia e Reino Unido. Ao
10
contrário do que comumente se afirma, não houve explosão
 
nuclear em Chernobyl.
 
As causas do acidente são tanto humanas quanto técnicas e
 
ocorreram durante a realização de testes de segurança no reator.
 
O reator foi destruído, matando no momento cerca de 30
15
trabalhadores que se encontravam no local, sendo que nos três
 
meses seguintes vários trabalhadores morreram em decorrência
 
do contato com os materiais radioativos.
 
Entretanto, em virtude da propagação da nuvem radioativa,
 
milhões de outras pessoas sofreram as consequências do contato
20
com o iodo e o césio liberados na explosão, resultando em
 
doenças e más-formações das pessoas nascidas de mães e pais
 
contaminados. As áreas que mais foram afetadas foram a Rússia,
 
Ucrânia e Bielorrússia, sendo que este último país concentrou
 
60% do pó radioativo em seu território. O acidente de Chernobyl
25
foi mais radioativo que as duas bombas atômicas lançadas pelos
 
EUA ao final da II Guerra Mundial nas cidades japonesas de
 
Hiroshima e Nagasaki.
(Mundo Educação)
“Na madrugada do dia 26 de abril de 1986, uma sequência de explosões ocorrida na usina nuclear de Chernobyl, localizada na Ucrânia, República federada à URSS, resultou em um dos maiores acidentes químicos e(1) nucleares que a história registra.
Uma primeira explosão de vapor no reator número 4, também conhecido como Chernobyl-4, e(2) o incêndio resultante levaram a uma sequência de explosões químicas que gerou uma imensa nuvem radioativa de iodo-131 e(3) césio-137 que alcançou a União Soviética, Europa Oriental, Escandinávia e(4) Reino Unido. Ao contrário do que comumente se afirma, não houve explosão nuclear em Chernobyl.
As causas do acidente são tanto humanas quanto técnicas e(5) ocorreram durante a realização de testes de segurança no reator”.

Nesses segmentos do texto 2 estão indicadas cinco ocorrências da conjunção aditiva E; a observação inadequada sobre uma dessas ocorrências é:

Questão 14

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
1
Na madrugada do dia 26 de abril de 1986, uma sequência de
 
explosões ocorrida na usina nuclear de Chernobyl, localizada na
 
Ucrânia, República federada à URSS, resultou em um dos maiores
 
acidentes químicos e nucleares que a história registra.
5
Uma primeira explosão de vapor no reator número 4, também
 
conhecido como Chernobyl-4, e o incêndio resultante levaram a
 
uma sequência de explosões químicas que gerou uma imensa
 
nuvem radioativa de iodo-131 e césio-137 que alcançou a União
 
Soviética, Europa Oriental, Escandinávia e Reino Unido. Ao
10
contrário do que comumente se afirma, não houve explosão
 
nuclear em Chernobyl.
 
As causas do acidente são tanto humanas quanto técnicas e
 
ocorreram durante a realização de testes de segurança no reator.
 
O reator foi destruído, matando no momento cerca de 30
15
trabalhadores que se encontravam no local, sendo que nos três
 
meses seguintes vários trabalhadores morreram em decorrência
 
do contato com os materiais radioativos.
 
Entretanto, em virtude da propagação da nuvem radioativa,
 
milhões de outras pessoas sofreram as consequências do contato
20
com o iodo e o césio liberados na explosão, resultando em
 
doenças e más-formações das pessoas nascidas de mães e pais
 
contaminados. As áreas que mais foram afetadas foram a Rússia,
 
Ucrânia e Bielorrússia, sendo que este último país concentrou
 
60% do pó radioativo em seu território. O acidente de Chernobyl
25
foi mais radioativo que as duas bombas atômicas lançadas pelos
 
EUA ao final da II Guerra Mundial nas cidades japonesas de
 
Hiroshima e Nagasaki.
(Mundo Educação)
“As causas do acidente são tanto humanas quanto técnicas e ocorreram durante a realização de testes de segurança no reator. O reator foi destruído, matando no momento cerca de 30 trabalhadores que se encontravam no local...”.

A forma verbal sublinhada está na voz passiva; a preferência pela voz passiva, no contexto, se deve a que:

Questão 15

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
1
Na madrugada do dia 26 de abril de 1986, uma sequência de
 
explosões ocorrida na usina nuclear de Chernobyl, localizada na
 
Ucrânia, República federada à URSS, resultou em um dos maiores
 
acidentes químicos e nucleares que a história registra.
5
Uma primeira explosão de vapor no reator número 4, também
 
conhecido como Chernobyl-4, e o incêndio resultante levaram a
 
uma sequência de explosões químicas que gerou uma imensa
 
nuvem radioativa de iodo-131 e césio-137 que alcançou a União
 
Soviética, Europa Oriental, Escandinávia e Reino Unido. Ao
10
contrário do que comumente se afirma, não houve explosão
 
nuclear em Chernobyl.
 
As causas do acidente são tanto humanas quanto técnicas e
 
ocorreram durante a realização de testes de segurança no reator.
 
O reator foi destruído, matando no momento cerca de 30
15
trabalhadores que se encontravam no local, sendo que nos três
 
meses seguintes vários trabalhadores morreram em decorrência
 
do contato com os materiais radioativos.
 
Entretanto, em virtude da propagação da nuvem radioativa,
 
milhões de outras pessoas sofreram as consequências do contato
20
com o iodo e o césio liberados na explosão, resultando em
 
doenças e más-formações das pessoas nascidas de mães e pais
 
contaminados. As áreas que mais foram afetadas foram a Rússia,
 
Ucrânia e Bielorrússia, sendo que este último país concentrou
 
60% do pó radioativo em seu território. O acidente de Chernobyl
25
foi mais radioativo que as duas bombas atômicas lançadas pelos
 
EUA ao final da II Guerra Mundial nas cidades japonesas de
 
Hiroshima e Nagasaki.
(Mundo Educação)
“mães e pais contaminados”; a forma de reescrever-se esse mesmo segmento do texto 2 que mostra um desvio da norma culta é:

Questão 16

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
1
Na madrugada do dia 26 de abril de 1986, uma sequência de
 
explosões ocorrida na usina nuclear de Chernobyl, localizada na
 
Ucrânia, República federada à URSS, resultou em um dos maiores
 
acidentes químicos e nucleares que a história registra.
5
Uma primeira explosão de vapor no reator número 4, também
 
conhecido como Chernobyl-4, e o incêndio resultante levaram a
 
uma sequência de explosões químicas que gerou uma imensa
 
nuvem radioativa de iodo-131 e césio-137 que alcançou a União
 
Soviética, Europa Oriental, Escandinávia e Reino Unido. Ao
10
contrário do que comumente se afirma, não houve explosão
 
nuclear em Chernobyl.
 
As causas do acidente são tanto humanas quanto técnicas e
 
ocorreram durante a realização de testes de segurança no reator.
 
O reator foi destruído, matando no momento cerca de 30
15
trabalhadores que se encontravam no local, sendo que nos três
 
meses seguintes vários trabalhadores morreram em decorrência
 
do contato com os materiais radioativos.
 
Entretanto, em virtude da propagação da nuvem radioativa,
 
milhões de outras pessoas sofreram as consequências do contato
20
com o iodo e o césio liberados na explosão, resultando em
 
doenças e más-formações das pessoas nascidas de mães e pais
 
contaminados. As áreas que mais foram afetadas foram a Rússia,
 
Ucrânia e Bielorrússia, sendo que este último país concentrou
 
60% do pó radioativo em seu território. O acidente de Chernobyl
25
foi mais radioativo que as duas bombas atômicas lançadas pelos
 
EUA ao final da II Guerra Mundial nas cidades japonesas de
 
Hiroshima e Nagasaki.
(Mundo Educação)
“As causas do acidente são tanto humanas quanto técnicas”; a maneira de reescrever-se esse segmento do texto 2 que altera o seu sentido original é:

Questão 17

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
1
Na madrugada do dia 26 de abril de 1986, uma sequência de
 
explosões ocorrida na usina nuclear de Chernobyl, localizada na
 
Ucrânia, República federada à URSS, resultou em um dos maiores
 
acidentes químicos e nucleares que a história registra.
5
Uma primeira explosão de vapor no reator número 4, também
 
conhecido como Chernobyl-4, e o incêndio resultante levaram a
 
uma sequência de explosões químicas que gerou uma imensa
 
nuvem radioativa de iodo-131 e césio-137 que alcançou a União
 
Soviética, Europa Oriental, Escandinávia e Reino Unido. Ao
10
contrário do que comumente se afirma, não houve explosão
 
nuclear em Chernobyl.
 
As causas do acidente são tanto humanas quanto técnicas e
 
ocorreram durante a realização de testes de segurança no reator.
 
O reator foi destruído, matando no momento cerca de 30
15
trabalhadores que se encontravam no local, sendo que nos três
 
meses seguintes vários trabalhadores morreram em decorrência
 
do contato com os materiais radioativos.
 
Entretanto, em virtude da propagação da nuvem radioativa,
 
milhões de outras pessoas sofreram as consequências do contato
20
com o iodo e o césio liberados na explosão, resultando em
 
doenças e más-formações das pessoas nascidas de mães e pais
 
contaminados. As áreas que mais foram afetadas foram a Rússia,
 
Ucrânia e Bielorrússia, sendo que este último país concentrou
 
60% do pó radioativo em seu território. O acidente de Chernobyl
25
foi mais radioativo que as duas bombas atômicas lançadas pelos
 
EUA ao final da II Guerra Mundial nas cidades japonesas de
 
Hiroshima e Nagasaki.
(Mundo Educação)
O texto 2 deve ser classificado como:

Questão 18

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
Antônio Carlos, Técnico de Segurança Institucional, voltando de uma diligência, deparou-se com a presença de populares em ato de protesto em frente ao prédio em que exerce as suas funções. Dada a grande movimentação na via pública, disparou a arma que portava apontando para um canto em que não havia transeuntes, objetivando assustá-los e abrir caminho para adentrar ao prédio. A conduta de Antônio Carlos foi

Questão 19

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador

A imagem da charge é composta por uma série de elementos com diferentes significados. A relação equivocada entre elementos visuais e sua significação é:

Questão 20

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador

Sobre a imagem da charge, a única afirmação inadequada é:

Questão 21

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
Em um estaleiro, o navio em construção permanece fixo durante todo o processo de produção. Esse tipo de arranjo físico de produção é conhecido como layout:

Questão 22

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
Uma fabricante de calçados esportivos adota a estratégia de liderança em custo - fortemente apoiada no volume de produção maior que o dos concorrentes e na eficiência logística - e oferece produtos a preços significativamente mais baixos que a concorrência a seus clientes. Essa estratégia permite que a empresa se proteja, com relação às forças competitivas da indústria, da seguinte forma, entre outras:

Questão 23

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
O presidente de uma fundação da área de ensino e pesquisa afirmou que seu tempo é quase todo destinado a representar a fundação em cerimônias e solenidades promovidas por financiadores públicos e privados e por outras instituições de ensino e pesquisa, no Brasil e em outros países.

O presidente desempenha, precipuamente, um papel:

Questão 24

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
Os programas de Gestão da Qualidade Total (TQM) são voltados para o atendimento das necessidades e expectativas dos clientes, a construção do comprometimento de todos os membros da organização e o melhoramento contínuo dos processos e produtos da organização. Entre os elementos importantes para a implantação de programas de TQM estão:

Questão 25

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
O diretor de marketing de uma empresa farmacêutica recebeu as seguintes incumbências: estruturação do departamento de marketing, alocação da força de vendas por área geográfica e atribuição de bônus e prêmios aos vendedores. Ao realizar essas incumbências, o diretor estará exercendo as seguintes funções administrativas:

Questão 26

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
Uma empresa varejista do ramo de vestuário caracteriza-se por uma cultura de forte competitividade entre os funcionários, alimentada pela disputa por bônus associados a metas de vendas individuais. O presidente da empresa considera que a competição acirrada está “matando a cooperação, bloqueando a troca de informações e fazendo a empresa perder talentos”. O presidente quer que os sistemas de avaliação de desempenho e de remuneração sejam revistos, de forma a manter o atual sistema de bônus combinado a outras práticas que impeçam a competição prejudicial e que fomentem a manutenção dos melhores talentos na empresa a longo prazo. Para tal, poderiam ser adotadas, entre outras práticas:

Questão 27

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
A XYZ é uma fabricante de produtos eletrodomésticos. Recentemente, a área de marketing propôs uma alteração em um dos principais produtos da empresa, que representará uma inovação significativa no mercado. No entanto, essa alteração exige um investimento significativo, envolvendo mudanças no projeto do produto e na linha de produção, além de investimentos em marketing. O presidente da empresa acredita no potencial da proposta e gostaria de “renovar os produtos e a imagem da empresa”, mas considera que os riscos envolvidos não são desprezíveis. Assim, o presidente gostaria de criar um grupo dedicado a estudar e viabilizar a inovação no produto, sob a responsabilidade do gerente de marketing, que contasse com a participação de pessoas da área de produção e da área financeira da empresa. Para tal, o presidente deveria adotar uma estrutura:

Questão 28

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
O diretor de uma empresa de produtos de higiene pessoal precisa decidir entre lançar ou não lançar um determinado produto, cujas vendas têm forte influência sazonal. O gerente se lembra de que, há pouco tempo, um concorrente lançou um produto similar no mercado e fracassou. Dando forte peso a essa informação, o gerente decide não lançar o produto. A heurística utilizada pelo gerente em seu processo de tomada de decisão é conhecida como:

Questão 29

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
Um gerente é conhecido por tomar decisões orientadas para o desenvolvimento dos membros da equipe, com foco no longo prazo, de forma participativa, considerando múltiplas fontes de informação e muitas alternativas de ação. O estilo de tomada de decisão desse gerente é:

Questão 30

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
Em uma empresa de médio porte, a avaliação de desempenho envolve os gerentes de linha e um especialista em avaliação, da área de RH. São realizadas entrevistas entre o especialista e os gerentes de linha para, em conjunto, avaliarem o desempenho dos funcionários. A partir das entrevistas com cada gerente, o especialista preenche um formulário para cada funcionário avaliado que servirá de base para o planejamento das ações e acompanhamento de resultados relativos à avaliação de desempenho. O método de avaliação de desempenho utilizado na empresa é conhecido como:

Questão 31

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
Uma empresa farmacêutica acaba de realizar um amplo processo de recrutamento externo. O gerente de RH gostaria de avaliar os resultados do processo de recrutamento, utilizando medidas orientadas para o método de recrutamento. Seriam indicadores adequados para tal:

Questão 32

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
Em uma fábrica de alimentos para animais, a vistoria da CIPA apontou a seguinte situação em relação à segurança do trabalho na linha de produção: ritmo acelerado de trabalho, operários levantando peso excessivo, presença de gases insalubres decorrentes do processo de fabricação e arranjo físico inadequado.
A fábrica apresenta, respectivamente, agentes de risco:

Questão 33

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
Uma empresa vem enfrentando alta rotatividade de pessoal, necessidades crescentes de treinamento, desempenho inadequado dos produtos e descontrole de gastos nos níveis gerenciais. Em uma reunião, a alta direção da empresa reconheceu a necessidade de serem implantados controles preventivos, como forma de evitar que esses problemas se repitam. São controles preventivos adequados à situação descrita:

Questão 34

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
A empresa Zeta compra de um fornecedor peças para manutenção de maquinário por R$15,00 a unidade. A empresa estima que o consumo anual dessas peças será de 4000 unidades para o ano de 2016. O custo para fazer o pedido ao fornecedor é de R$10,00 e o custo de posse do estoque é de R$2,00 por unidade ao ano. Nessas condições, o lote econômico de compra das peças de manutenção é de:

Questão 35

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
Na gestão de projetos, os diagramas de rede - como o PERT/CPM - são amplamente adotados para racionalização da sequência de atividades do projeto. Nas redes PERT/CPM, o atraso máximo de uma atividade que NÃO altera a data de início das atividades seguintes é conhecida como:

Questão 36

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
Uma empresa fabricante de equipamentos industriais precisa decidir se fabrica internamente um componente para máquinas de corte de borracha, ou se compra o componente de um fornecedor externo. Estima-se que serão necessárias ao processo de fabricação das máquinas de corte, anualmente, 1.500 unidades do componente. No fornecedor, o componente custa R$6,00. Os engenheiros da empresa estimam um custo fixo anual de R$15.000,00 e um custo variável de R$3,00/unidade para produzir os componentes internamente. A empresa deve optar por fabricar os componentes internamente quando a quantidade anual necessária ao processo de fabricação das máquinas de corte for maior do que:

Questão 37

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
Uma fabricante de massas alimentícias consome semanalmente uma média de 3000 quilos de farinha de trigo. A empresa compra a farinha de um moinho em lotes de 15000 quilos, a um preço de R$3,00 por quilo. Uma encomenda realizada junto ao moinho leva, em média, 3 semanas para ser recebida. A fim de se precaver contra eventuais oscilações de demanda, a fabricante de massas opera com um estoque de segurança de 9000 quilos de farinha de trigo. Os estoques máximo e médio de farinha de trigo na fabricante de massas são, respectivamente:

Questão 38

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
Em uma indústria química, determinado item tem consumo mensal de 2500 unidades. Dada a importância do item para o processo produtivo, a indústria não permite que seu estoque seja zerado. Se o consumo mensal aumentar para 4000 unidades e um atraso no tempo de reposição for de 15 dias, o estoque mínimo do item deverá ser de:

Questão 39

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
Uma empresa produz um único produto com custo variável unitário de R$0,40, custos fixos totais de R$6.000,00 e preço de venda unitário de R$0,60. O ponto de equilíbrio contábil da empresa em quantidade e em valor é:

Questão 40

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
A empresa Alfa acaba de implantar um sistema de custopadrão, a fim de controlar a eficiência operacional no consumo dos recursos de produção. A tabela abaixo apresenta o detalhamento das informações dos custos de produção padrão e real da Alfa. A empresa adota método de custeio por absorção.

Com base nas informações apresentadas, é correto afirmar que as variações do custo variável por volume e por preço (englobando a variação mista) foram, respectivamente:

Questão 41

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
A reforma do Estado no Brasil na implantação do modelo gerencial, durante a década de 90, envidou esforços no sentido de:

Questão 42

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
A introdução de competição entre fornecedores e a crescente pressão por resultados com grande propensão a substituir organizações públicas de baixa performance por provedores privados em áreas centrais, na redefinição do papel do Estado, estão associadas à introdução de uma lógica de:

Questão 43

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
A respeito de uma administração pública que segue o modelo racional-legal, é correto afirmar que:

Questão 44

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
Analise o trecho a seguir.

“A administração pública brasileira, mesmo quando incipiente, esteve sempre marcada pelo desempenho de funções vicárias e compensatórias, desempenhando um papel de segurar posição e função a significativo contingente de pessoas, colaborando para a formação de parte expressiva das elites nacionais. Este processo acabou por deformá-la, atrelando-a ao cumprimento de encargos não administrativos e vinculando toda a sua sistemática aos mecanismos de trocas políticas e legitimação do Estado.”

A administração pública descrita associa-se à noção de Estado:

Questão 45

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
Há diversos condicionantes políticos e sociais que afetam diretamente a qualidade dos processos participativos em Conselhos municipais de políticas públicas.

Um condicionante que afeta negativamente esses processos participativos é aquele relacionado à existência de:

Questão 46

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
Atualmente, as relações prolongadas de parceria com organizações sociais (OS) para a realização de atividades de interesse público nas áreas de prestação de serviços sociais diretamente aos cidadãos, possuem diferentes características, EXCETO aquela na qual:

Questão 47

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
A implantação e a operação do Governo Eletrônico pelo Governo Federal, no Brasil, segue um conjunto de diretrizes dentre as quais destaca-se aquela em que:

Questão 48

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
A lei nº 12.527/2011, conhecida como Lei de Acesso à Informação, é reconhecida como fundamental para o exercício do accountability. Nesse sentido, há diversas implicações dessa Lei para a noção de Governo Eletrônico ao prever no sítio da internet:

Questão 49

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
Antônio Carlos, Técnico de Segurança Institucional, voltando de uma diligência, deparou-se com a presença de populares em ato de protesto em frente ao prédio em que exerce as suas funções. Dada a grande movimentação na via pública, disparou a arma que portava apontando para um canto em que não havia transeuntes, objetivando assustá-los e abrir caminho para adentrar ao prédio. A conduta de Antônio Carlos foi

Questão 50

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
Na gestão por resultados, de acordo com o Modelo de Excelência em Gestão Pública (MEGP), a avaliação é realizada em torno de nove dimensões subdivididas em categorias de itens de avaliação.

É um item de avaliação da dimensão sociedade:

Questão 51

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
A distinção entre os conceitos de governança pública e governabilidade são fundamentais para compreender o quadro atual da gestão pública brasileira.

Desse modo, considerando-se que atualmente as políticas públicas são implementadas em rede, entende-se governança pública como:

Questão 52

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
Quando tratamos das formas de parceria entre Estado e sociedade, surge a dificuldade de definir os contornos do que venha a ser o “terceiro setor”. Essa dificuldade é importante em função dos tipos de organização que a esse pertencem e que podem estabelecer parcerias não comerciais com o Estado.

Uma organização que claramente estaria fora desses contornos são:

Questão 53

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
A participação da sociedade na gestão pública possui diferentes níveis que podem ser apresentados em uma escala, sendo que cada nível apresenta diferentes características.

Em um nível de parceria, a participação cidadã é caracterizada como tendo:

Questão 54

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
De acordo com a Lei Complementar nº 620/2011 do Estado de Rondônia, compete à Procuradoria Geral do Estado:

Questão 55

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
Consoante dispõe a Lei Complementar Estadual nº 620/2011, o Procurador Geral do Estado de Rondônia será escolhido:

Questão 56

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
Conforme estabelece a Lei Orgânica da Procuradoria Geral do Estado de Rondônia, compete ao Conselho Superior:

Questão 57

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
Consoante dispõe a Lei Complementar Estadual de Rondônia nº 620/2011, para a aplicação das penalidades disciplinares de advertência, repreensão e demissão de Procurador do Estado, são competentes, respectivamente:

Questão 58

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
O Procurador do Estado de Rondônia estável, Dr. Francisco, foi demitido, com base em provas ilícitas e fraudadas colhidas no curso de processo administrativo disciplinar. O Dr. Francisco logrou comprovar sua inocência em processo judicial e obteve sentença judicial transitada em julgado que invalidou sua demissão. De acordo com o que estabelece a Constituição da República e a Lei Complementar nº 620/2011 do Estado de Rondônia, o retorno do Dr. Francisco ao cargo dar-se-á mediante:

Questão 59

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
Consoante dispõe a Lei Complementar Estadual nº 620/2011, ao Procurador Geral do Estado de Rondônia cabe o desempenho da seguinte atribuição:

Questão 60

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
De acordo com a Lei Orgânica da Procuradoria Geral do Estado de Rondônia, o Conselho Superior da Procuradoria Geral do Estado, órgão deliberativo e supervisor das atividades da instituição e de cada um de seus integrantes, será composto pelo Procurador Geral, que o presidirá, e também:

Questão 61

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
Conforme estabelece a Lei Complementar Estadual n 620/2011, a estrutura organizacional da Procuradoria Geral do Estado de Rondônia compreende, dentre as unidades de execução, as Procuradorias Setoriais na Capital, competindo à Procuradoria de Controle dos Direitos do Servidor:

Questão 62

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
A ei Orgânica da Procuradoria Geral do Estado de Rondônia estabelece que conceder-se-á ao Procurador licença:

Questão 63

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
O Procurador do Estado, Dr. Ricardo, praticou incontinência pública e escandalosa, por protagonizar conduta que não se ajusta aos limites da decência e que merece censura de seus semelhantes, revestida de publicidade ou repercussão pública, no horário do expediente e dentro da repartição.
De acordo com a Lei Orgânica da Procuradoria Geral do Estado de Rondônia, em tese, o Dr. Ricardo está sujeito à penalidade disciplinar de:

Questão 64

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
Ao longo dos séculos XVI e XVII, durante o período da União Ibérica (1580/1640), verificamos o principal momento na expansão territorial brasileira. O país saiu de uma faixa litorânea para um tamanho continental e tal processo levou à incorporação do território correspondente à atual região norte. Sobre o processo de desbravamento da região norte, incluindo a área do estado de Rondônia, pode-se destacar dois grupos essenciais para o sucesso da ampliação territorial brasileira, que foram:

Questão 65

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
O crescimento da população de Rondônia ganhou destaque a partir da década de 1960. Em 1950, a população do antigo território do Guaporé era de cerca de 14 mil habitantes, enquanto em 1980 esse número chegava próximo a 230 mil habitantes. O intenso crescimento populacional nesse período é explicado principalmente:

Questão 66

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
“A monumental construção de estilo Vauban, de 6ª classe, é constituída por um quadrado de 970 metros de perímetro, com muralhas de 10 metros de altura e com quatro baluartes de 59x43m, armados cada um com quatorze (14) canhoneiras. Circundando-a existia um longo e profundo fosso, sendo que o acesso ao interior da fortaleza só será possível através de ponte elevadiça que conduzia a porta da muralha norte”.
(Fonte: http://www.geocities.ws/rondonianaweb)

A descrição se refere ao:

Questão 67

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
67 ‘‘O barril de pólvora está lá, basta que alguém risque o palito de fósforo para a gente ter uma nova tragédia’’.

A declaração acima foi feita pelo Procurador da República Reginaldo Trindade, de acordo com publicação do Portal Amazônia, no dia 12/05/2 A declaração diz respeito à problemática envolvendo a Terra Indígena dos Cinta Larga.

Em relação à localização dessas terras e à problemática existente atualmente nelas, é correto afirmar que:

Questão 68

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
Ao final do século XIX, o Vale do Madeira foi responsável por um período de avanço econômico e prosperidade para a região. Essa prosperidade foi contínua até o início do século XX. Tal desenvolvimento foi gerado pela:

Questão 69

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
“A BR-319 foi inaugurada oficialmente em 1976, no governo Ernesto Geisel. Porém, nunca foi concluída integralmente. Nas décadas de 1980 e 1990, a manutenção da estrada foi abandonada pelo poder público. Somente na década de 2000, as obras de pavimentação foram retomadas com o asfaltamento das duas pontas da rodovia (...)”
Fonte: http://www.ariquemesonline.com.br, 02/10/2015. Acesso em 03 de outubro de 2015.

A importância da rodovia citada no texto está relacionada ao fato de ser a via de integração por terra:

Questão 70

PGE/RO 2015 - FGV - Analista da Procuradoria - Administrador
No estado de Rondônia, os problemas de degradação socioambiental são muito presentes e estão associados à implantação dos projetos de colonização, principalmente na década de 1970. Como forma de amenizar esses problemas, em 1981 foi criado um programa voltado, dentre outros objetivos, a assegurar o crescimento da produção em harmonia com as preocupações de preservação do sistema ecológico e de proteção às comunidades indígenas, conhecido como:



Provas de Concursos » Fgv 2015