×
×
Pref. Alumínio/SP 2016

Pref. Alumínio/SP 2011

Professor de Geografia

Questão 1

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia
1
Alunos que precisam de uma educação especial não estão
 
conseguindo vaga nas escolas. A lei existe, mas na prática tudo
 
é diferente.
 
Numa época em que a maioria dos pais está comprando ma-
5
terial escolar, uma mãe ainda não conseguiu matricular o filho de
 
cinco anos. Ele tem a síndrome de Martin e Bell, mais conhecida
 
como síndrome X-frágil, uma doença genética. A causa herdada
 
mais comum do atraso mental e do autismo.
 
Por esse motivo, nas escolas, a resposta tem sido sempre igual:
10
não há vagas. “Isso é um problema que precisa ser resolvido, pois
 
cada um tem suas deficiências, ninguém é perfeito. Quero apenas
 
que meu filho seja aceito, mas as escolas não deixam que exista
 
essa integração”, disse a mãe.
(http://pe360graus.globo.com/globalaspx/printMaster. aspx?mId=506373&tId=NWS. Adaptado)
1
Na sala dos professores de uma escola da rede municipal de Alu-
 
mínio, os professores comentavam sobre a notícia apresentada.
 
A partir da contextualização, responda as questões de números
 
questões.
Nadir, uma das professoras que participava da conversa, diz que desde 1988, com a publicação da Constituição Federal, passou-se a adotar no Brasil a educação inclusiva que

Questão 2

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia
1
Alunos que precisam de uma educação especial não estão
 
conseguindo vaga nas escolas. A lei existe, mas na prática tudo
 
é diferente.
 
Numa época em que a maioria dos pais está comprando ma-
5
terial escolar, uma mãe ainda não conseguiu matricular o filho de
 
cinco anos. Ele tem a síndrome de Martin e Bell, mais conhecida
 
como síndrome X-frágil, uma doença genética. A causa herdada
 
mais comum do atraso mental e do autismo.
 
Por esse motivo, nas escolas, a resposta tem sido sempre igual:
10
não há vagas. “Isso é um problema que precisa ser resolvido, pois
 
cada um tem suas deficiências, ninguém é perfeito. Quero apenas
 
que meu filho seja aceito, mas as escolas não deixam que exista
 
essa integração”, disse a mãe.
(http://pe360graus.globo.com/globalaspx/printMaster. aspx?mId=506373&tId=NWS. Adaptado)
1
Na sala dos professores de uma escola da rede municipal de Alu-
 
mínio, os professores comentavam sobre a notícia apresentada.
 
A partir da contextualização, responda as questões de números
 
questões.
A mesma professora afirma que nossa Constituição Federal de 1988, em seu artigo 208, estabelece que o dever do Estado com a educação será efetivado mediante a garantia de

Questão 3

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia
1
Alunos que precisam de uma educação especial não estão
 
conseguindo vaga nas escolas. A lei existe, mas na prática tudo
 
é diferente.
 
Numa época em que a maioria dos pais está comprando ma-
5
terial escolar, uma mãe ainda não conseguiu matricular o filho de
 
cinco anos. Ele tem a síndrome de Martin e Bell, mais conhecida
 
como síndrome X-frágil, uma doença genética. A causa herdada
 
mais comum do atraso mental e do autismo.
 
Por esse motivo, nas escolas, a resposta tem sido sempre igual:
10
não há vagas. “Isso é um problema que precisa ser resolvido, pois
 
cada um tem suas deficiências, ninguém é perfeito. Quero apenas
 
que meu filho seja aceito, mas as escolas não deixam que exista
 
essa integração”, disse a mãe.
(http://pe360graus.globo.com/globalaspx/printMaster. aspx?mId=506373&tId=NWS. Adaptado)
1
Na sala dos professores de uma escola da rede municipal de Alu-
 
mínio, os professores comentavam sobre a notícia apresentada.
 
A partir da contextualização, responda as questões de números
 
questões.
Ana, outra professora que participava da roda de conversa, lembrou que a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, Lei Federal n.º 9.394/96, em seus artigos 58 a 60, estabelece que a educação especial

Questão 4

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia
1
Alunos que precisam de uma educação especial não estão
 
conseguindo vaga nas escolas. A lei existe, mas na prática tudo
 
é diferente.
 
Numa época em que a maioria dos pais está comprando ma-
5
terial escolar, uma mãe ainda não conseguiu matricular o filho de
 
cinco anos. Ele tem a síndrome de Martin e Bell, mais conhecida
 
como síndrome X-frágil, uma doença genética. A causa herdada
 
mais comum do atraso mental e do autismo.
 
Por esse motivo, nas escolas, a resposta tem sido sempre igual:
10
não há vagas. “Isso é um problema que precisa ser resolvido, pois
 
cada um tem suas deficiências, ninguém é perfeito. Quero apenas
 
que meu filho seja aceito, mas as escolas não deixam que exista
 
essa integração”, disse a mãe.
(http://pe360graus.globo.com/globalaspx/printMaster. aspx?mId=506373&tId=NWS. Adaptado)
1
Na sala dos professores de uma escola da rede municipal de Alu-
 
mínio, os professores comentavam sobre a notícia apresentada.
 
A partir da contextualização, responda as questões de números
 
questões.
Alguém também comentou que a Lei Federal n.º 8.069, de 13.07.1999, o Estatuto da Criança e do Adolescente, determina que é dever da família, da comunidade, da sociedade em geral e do poder público assegurar, com absoluta prioridade, a efetivação dos direitos referentes à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao esporte, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária. Disse, ainda, que o artigo 53 do ECA assegura à criança e ao adolescente

Questão 5

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia
1
Alunos que precisam de uma educação especial não estão
 
conseguindo vaga nas escolas. A lei existe, mas na prática tudo
 
é diferente.
 
Numa época em que a maioria dos pais está comprando ma-
5
terial escolar, uma mãe ainda não conseguiu matricular o filho de
 
cinco anos. Ele tem a síndrome de Martin e Bell, mais conhecida
 
como síndrome X-frágil, uma doença genética. A causa herdada
 
mais comum do atraso mental e do autismo.
 
Por esse motivo, nas escolas, a resposta tem sido sempre igual:
10
não há vagas. “Isso é um problema que precisa ser resolvido, pois
 
cada um tem suas deficiências, ninguém é perfeito. Quero apenas
 
que meu filho seja aceito, mas as escolas não deixam que exista
 
essa integração”, disse a mãe.
(http://pe360graus.globo.com/globalaspx/printMaster. aspx?mId=506373&tId=NWS. Adaptado)
1
Na sala dos professores de uma escola da rede municipal de Alu-
 
mínio, os professores comentavam sobre a notícia apresentada.
 
A partir da contextualização, responda as questões de números
 
questões.
Surgiu, na discussão a seguinte dúvida: O fato de a escola não aceitar a criança portadora de necessidades especiais não poderia ser denunciado ao Conselho Tutelar? Novamente, a professora Nadir explicou aos colegas que, dentre as atribuições do Conselho Tutelar, previstas no artigo 136, consta

Questão 6

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia
As tendências pedagógicas que surgem nas escolas brasileiras, na maioria dos casos, aparecem de forma difusa, incorporando aspectos de mais de uma linha pedagógica. Uma das tendências, a pedagogia crítica social dos conteúdos, entende que é necessário que

Questão 7

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia
A educação escolar deve constituir-se em uma prática que tenha a possibilidade de criar condições para que todos os alunos desenvolvam suas capacidades e aprendam conteúdos necessários para construir instrumentos de compreensão da realidade e de participação na sociedade. Dessa forma, a prática escolar distingue-se de outras práticas educativas, como as que acontecem na família, no trabalho, na mídia, no lazer e nas demais formas de convívio social

Questão 8

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia
O papel do professor não se restringe à informação que oferece, mas exige sua inserção em um projeto social, a partir do qual desenvolva a capacidade de desafiar, de provocar, de contagiar, de despertar o desejo, o interesse, a vida no educando. Assim, é correto afirmar que

Questão 9

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia
O significado da prática da avaliação na ação educativa sempre foi umas das grandes questões discutidas no âmbito da educação. A presença marcante de elementos como prova, nota, conceito, reprovação, registro presentes no universo da avaliação, na escola, evidenciam

Questão 10

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia
O sentido fundamental da ação avaliativa é o movimento e a transformação que devem orientar o processo avaliativo em suas múltiplas dimensões de aprendizagem envolvidas em cada experiência educativa. Na perspectiva da construção do conhecimento, é correto afirmar que

Questão 11

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia
O projeto político-pedagógico de uma escola deve situar-se num horizonte de possibilidades na sua caminhada, no seu cotidiano, imprimindo uma direção que se deriva de respostas a um conjunto de indagações. Assim, a construção do projeto político-pedagógico refere-se

I. às relações pedagógicas na sala de aula e às relações complexas existentes na escola;
II. ao diálogo entre os processos de ensino e aprendizagem para se enfrentarem os desafios e a complexidade presentes na escola;
III. aos espaços de convivência e de descoberta dos caminhos a serem trilhados pela comunidade escolar; IV. às determinações emanadas dos órgãos superiores da gestão da educação.

São verdadeiras as afirmações contidas em

Questão 12

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia
Entendendo currículo de forma ampla, dinâmica e flexível, que é, frequentemente, a maneira como se tem concebido uma proposta pedagógica na escola, é correto afirmar que

Questão 13

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia
Uma das razões principais para o trabalho com a ética na escola é possibilitar que os alunos sejam capazes de compreender a vida escolar como participação no espaço público, utilizando e aplicando conhecimentos adquiridos na construção de uma sociedade democrática e solidária. Tal trabalho possibilita, ainda,

Questão 14

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia
A transversalidade e a interdisciplinaridade apontam a complexidade do real e a necessidade de se considerar o conjunto de relações entre os seus diferentes e contraditórios aspectos. Elas, entretanto, diferem uma da outra, uma vez que a interdisciplinaridade refere-se a

Questão 15

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia
O projeto político-pedagógico se refere à organização do trabalho pedagógico na escola como um todo e na sala de aula, incluindo sua relação com o contexto social imediato, procurando preservar a visão de totalidade. Nesse sentido, está fundamentado nos princípios que deverão nortear a escola democrática, pública e gratuita, dentre eles

I. igualdade de condições para acesso e permanência na escola;
II. qualidade de ensino para todos;
III. gestão democrática, abrangendo as dimensões pedagógica, administrativa e financeira;
IV. liberdade, sempre associada à autonomia;
V. valorização do magistério.

São verdadeiras as afirmações contidas em

Questão 16

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia
O aluno aprende quando se torna sujeito de sua aprendizagem, e para se tornar sujeito de sua aprendizagem precisa participar das decisões que dizem respeito ao projeto da escola, projeto esse inserido no projeto de vida do próprio aluno. É esta participação que contribuirá para o desenvolvimento de sua autonomia. Assim, é correto afirmar que autonomia

Questão 17

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia
Ao professor cabe o papel de mediar o conhecimento a ser trabalhado e construído pelo aluno, assim, ele deixa de assumir um papel autoritário de detentor da palavra e dos saberes para deixar o aluno participar do seu processo de aprendizagem.
Nesse sentido, o trabalho do professor consiste em

Questão 18

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia
Para a maioria dos educadores, todo projeto pedagógico é necessariamente político, uma vez que não se constrói um projeto sem uma direção política, um norte, um rumo. Acerca do projeto político-pedagógico da escola, é correto afirmar que ele deve se apoiar

I. na maturidade e preparo das pessoas envolvidas;
II. no desenvolvimento de uma consciência crítica;
III. no envolvimento das pessoas – comunidade interna e externa;
IV. na participação e na cooperação das várias esferas do governo.

São verdadeiras as afirmações contidas apenas em

Questão 19

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia
Planejar é preparar, organizar bem a ação, acompanhando-a para confirmar ou corrigir o decidido e revisar e criticar a preparação feita, depois de terminada a ação. Nesse sentido, pode-se afirmar que

Questão 20

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia
O planejamento das aulas tem características que lhe conferem uma grande importância e complexidade, na medida em que, na educação, o objeto ou o campo sobre o qual incidirá a ação planejada não é passivo. Assim, ao elaborar o seu projeto de ensino-aprendizagem, o professor deve

Questão 21

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia
“A Geografia está em crise. Viva a Geografia.” Este título, de um artigo do geógrafo Carlos Walter Porto Gonçalves, publicado na década de 1980, revela um processo importante que ocorreu na Geografia brasileira neste período, a saber,

Questão 22

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia
Para a compreensão das formas do relevo terrestre, deve-se, primeiramente, reconhecer a sua estrutura e dinâmica. Analise as afirmações a seguir sobre a estrutura da Terra.

I. Basicamente, o planeta Terra apresenta três grandes camadas: crosta, manto e núcleo.
II. A crosta é a camada mais fina e superficial, formada por rochas sólidas, com predomínio de rochas graníticas nos continentes e basálticas nos fundos oceânicos.
III. O manto é uma camada intermediária, consolidada e estável, constituída por sedimentos oriundos da decomposição da crosta.
IV. O núcleo é a camada mais profunda, constituída por rochas em estado de fusão, que saem à superfície através do vulcanismo.

Está correto o contido, apenas, em

Questão 23

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia
Observe a imagem.

(http://1.bp.blogspot.com/_tXFv2Deuj7A/SvGWD3ha61I/ AAAAAAAAABU/xhIb6vukMJ4/s320/(1).jpg)

Assinale a alternativa que identifica corretamente o fenômeno destacado na imagem e sua origem.

Questão 24

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia
Observe a imagem.

(http://geomarco.com/htm/temas/Sedimentar6.jpg)

A imagem descreve um dos processos responsável pela alteração da rocha original na superfície da Terra, que produz o modelado das formas do relevo. Assinale a alternativa que identifica corretamente esse processo.

Questão 25

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia
Observe a imagem.

(http://arautonordestino.com.br/pub/ArautoNordestino/Noticia21)

De grande presença cênica no território brasileiro, as formas mostradas na imagem estão relacionadas a relevos de planalto e são popularmente chamadas de

Questão 26

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia
Observe a figura.

(http://3.bp.blogspot.com/_yLUUb3S7KSw/TIPhPDdeRSI/ AAAAAAAAAzo/5N3IGCRZxnY/s1600/estacoes-ano.jpg)

O comportamento da vegetação ao longo do ano evidencia o predomínio do clima

Questão 27

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia
Observe o mapa.

(http://www.labjor.unicamp.br/comciencia/img/ar_aquino/1.jpg)

As áreas em destaque no mapa expressam a extensão territorial de um dos grandes biomas do mundo, a saber,

Questão 28

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia
Nas últimas décadas, foram elaboradas várias propostas de classificação do relevo brasileiro. O avanço tecnológico propiciado pela crescente utilização de imagens de satélite, combinado com estudos de campo, permitiram um levantamento cada vez mais detalhado do território brasileiro. A classificação do relevo brasileiro elaborada pelo professor Jurandyr L. S. Ross, na década de 1980, destaca, em relação às classificações anteriores,

Questão 29

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia
Sobre as chuvas que causaram destruição na região serrana do estado do Rio de Janeiro, no verão de 2011, é correto afirmar que

Questão 30

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia
Observe a gravura e o mapa.



(http://3.bp.blogspot.com/_BXcEavLm0L8/TGcwxjbDiEI/AAAAAAAAABo/ vUf_HmHsiwk/s400/paisagem.bmp e http://www.diaadia.pr.gov.br/tvpendrive/ arquivos/Image/conteudos/imagens/2geografia/4mpmudo.jpg)

A área de ocorrência do domínio morfoclimático retratado na imagem está localizada no mapa pelo número

Questão 31

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia
Observe a imagem.

(http://eco-vida.zip.net/images/925.jpg)

Situações como a mostrada na foto são numerosas nas regiões de Cerrado no Brasil, geralmente em áreas convertidas para a produção agrícola ou pecuária.

Assinale a alternativa que indica corretamente o problema ambiental retratado e uma de suas causas.

Questão 32

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia
Observe a tabela para responder à questão.

(Moreira, João C. Sene, Eustáquio de. Geografia Geral e do Brasil. São Paulo: Scipione, 2007. P. 169)

A época em que foram fundadas essas empresas, atualmente com presença global, coincide justamente com a

Questão 33

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia
Analise as proposições a seguir, sobre o processo de industrialização no Brasil no período entre 1930 e 1980.

I. O Estado brasileiro teve importante participação no processo em todo o período, por meio de políticas de incentivo e criação de empresas estatais.
II. Baseou-se fortemente em capitais privados nacionais, que se concentraram nos setores que exigiam maiores investimentos em tecnologia.
III. As empresas multinacionais atuaram, principalmente, na oferta de infraestrutura, como a produção de energia, construção civil e extração mineral.
IV. A industrialização chegou ao campo, indiretamente, por meio da produção de insumos e diretamente com a formação de agroindústrias.

Está correto o contido, apenas, em

Questão 34

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia
No processo de urbanização que se acentuou a partir da década de 1950, destacou-se o fenômeno da constituição de redes urbanas. Dentro das redes, as diferenças de influência entre as cidades, por sua vez, conformaram hierarquias urbanas.

Analise dois grupos de cidades:
I. exerce influência política, econômica e cultural em todo o território nacional e comanda a rede urbana nacional. Em alguns casos, mas não obrigatoriamente, é a própria capital do país.
II. exerce influência sobre diversas cidades de uma determinada região, apresenta serviços mais especializados, principalmente nas áreas da saúde e educação, que atraem populações de cidades mais distantes.

As afirmações I e II correspondem, respectivamente, a

Questão 35

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia
Leia o texto a seguir.

Cerca de 60% das sedes das multinacionais estão localizadas na cidade de São Paulo. Esse fato contribui para explicar sua crescente terciarização, pois transformou-a num centro de gestão do grande capital. O crescente congestionamento espacial da cidade, que impede a implantação de novas indústrias e a expansão das existentes, faz com que os estabelecimentos industriais das grandes empresas sejam deslocados em direção a seus limites externos ou a outras cidades médias de sua rede urbana.
(Moraes, Paulo R, Geografia Geral e do Brasil.São Paulo: Harbra, 2005, p. 511)

O conteúdo do texto pode ser assim sintetizado:

Questão 36

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia

» Esta questão foi anulada pela banca.
No BrOffice.org 3.2 Calc, é INCORRETO afirmar

Questão 37

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia
Leia o texto.

O setor emprega quase 70% da mão de obra no campo e é responsável pela segurança alimentar dos brasileiros, produzindo 70% do feijão, 87% da mandioca, 58% do leite, 59% do plantel de suínos, 50% das aves, 30% dos bovinos e, ainda, 21% do trigo consumido.
(Sampaio, Fernando e S. Sucena, Ivone S., Geografia. São Paulo: Edições SM, 2010. p. 25)

O conteúdo do texto refere-se

Questão 38

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia
Observe o mapa.

(http://geodados.files.wordpress.com/2010/05/digitalizar0003.jpg)


Sobre a organização do espaço econômico brasileiro neste período, pode-se concluir que

Questão 39

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia
Na história da construção do espaço brasileiro, o papel do Estado sempre foi muito importante, pois várias foram as experiências em que essa relação se fez presente.
Assinale a alternativa que expressa corretamente uma dessas experiências.

Questão 40

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia
Leia o que segue.

I. Esse modelo, desenvolvido na década de 1930, é amplamente utilizado para o estudo da dinâmica demográfica da população de países e regiões do mundo. De acordo com esse modelo, da , o crescimento da população mundial tende a se equilibrar à medida que diminuem as taxas de natalidade e de mortalidade.
II. é o gráfico que mostra a distribuição dos grupos de idades que formam o conjunto da população. Seu formato revela a própria dinâmica demográfica do país ou região.
III. Os teóricos do defendem que a pobreza e o subdesenvolvimento estão relacionados à falta de controle do crescimento populacional, pois a população jovem crescente drenaria recursos governamentais destinados a investimentos produtivos.

Assinale a alternativa que completa, corretamente, as afirmações.

Questão 41

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia
Analise as proposições a seguir, sobre os fluxos migratórios no Brasil.

I. Os movimentos internos da população passaram a se intensificar a partir da década de 1950 e sofreram grande influência do processo de industrialização que se desenvolvia no Sudeste, particularmente em São Paulo.
II. A construção da rodovia Transamazônica, na década de 1970, ligando as regiões Sul e Norte do país, bem como a política de reforma agrária do governo militar, contribuiu para que migrantes da região Sul se deslocassem para a Amazônia.
III. O principal fluxo migratório no período entre 1980 e 1990 foi internacional: a crise econômica e a hiperinflação tornaram a imigração a única saída para os brasileiros, praticamente cessando as correntes migratórias internas.
IV. No início do século XXI, os levantamentos feitos pelo IBGE identificaram uma mudança nos fluxos migratórios, com predomínio de migrações de curta distância, predominantemente intrarregionais.

Está correto o contido, apenas, em

Questão 42

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia
Observe a tabela.

(Almanaque Abril 2008, p. 99. Adaptado)

Sobre a participação do Brasil no comércio mundial, pode-se concluir que

Questão 43

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia
A década de 1990 é fundamental para a compreensão de processos que se aceleraram neste século XXI, como a glo- balização da economia. Um dos principais marcos dessa década foi

Questão 44

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia
Para alguns estudiosos da ordem mundial, existiria, atualmente, um conflito latente entre países pobres e ricos que pode ser interpretado como

Questão 45

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia
A saída de Hosni Mubarak do poder, no Egito, põe, em questão, toda a geopolítica do Oriente Médio, dentre outras razões, porque

Questão 46

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia
Observe a imagem.

(http://www.ecoarflorestal.org.br/PDF/mapa_pilar.pdf)

Dentre as formas de exposição de conteúdos cartográficos, a imagem pode ser considerada como

Questão 47

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia
A redução do real por meio do uso de escalas foi um dos fatores mais importantes para que os mapas passassem a ter uma maior utilidade. O mecanismo é simples, embora muitos alunos tenham dificuldade de operacionalizá-lo: a escala é uma redução proporcional do real. Assim, por exemplo, em um mapa na escala 1:50 000, 1 cm no mapa corresponde, no espaço real, a

Questão 48

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia
Observe o gráfico.

*Outras fontes: energia nuclear, eólica, biomassa, geotérmica.
(Sampaio, Fernando e S. Sucena, Ivone S., Geografia. São Paulo: Editora SM, 2010. P. 249)

A análise dos dados do gráfico permite concluir que

Questão 49

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia
Os Parâmetros Curriculares Nacionais de Geografia propõem que, ao longo de todo o ensino fundamental, o professor de Geografia desenvolva o conceito de espaço junto aos alunos. Para isso, o professor deverá trabalhar as seguintes categorias:

Questão 50

Pref. Alumínio/SP 2011 - VUNESP - Professor de Geografia
Durante muito tempo, a prática do professor de Geografia em sala de aula era ministrar os conhecimentos contidos nos livros didáticos, como se os alunos fossem invólucros vazios, esperando para serem preenchidos. A proposta de trabalho em Geografia apresentada nos Parâmetros Curriculares Nacionais pretende mudar essa prática por meio



Provas de Concursos » Vunesp 2011